sábado, 14 de setembro de 2019

"Capitu traiu, ou não, Bentinho?" Algumas palavras sobre Dom Casmurro ter virado febre na internet.


Achei muito curioso quando começou a pipocar na minha TL do Facebook comentários sobre Dom Casmurro, um dos grandes romances de Machado de Assis.  Eram coisas bem insanas, muito mesmo, mas que me fizeram rir bastante.  A primeira que me apareceu era mais ou menos desse jeito:  "Ué, não é uma fanfic yaoi do  Spirit Fanfiction essa história de Bentinho e Escobar?"  E a coisa mais interessante é que fui olhar e nesse portal de fanfics há uma categoria Dom Casmurro e, claro, tudo que tem lá é BL  Eu ri, claro, mas fique pensando nas possibilidades para que o livro estivesse tão em evidência:

  • Será que a Globo disponibilizou a excelente minissérie Dom Casmurro de 2008 , que se chama Capitu, em algum lugar?
  • Será que a novela das sete, Bom Sucesso, falou de Bentinho, Capitu e Escobar?
Escobar e Bentinho jovens na série da Globo.
Para quem não sabe o que é Dom Casmurro (*e se terminou o ensino médio é algo que me choca*), o livro de Machado de Assis foi lançado em  1899, e é narrado por Bento Santiago, o Bentinho, e o Dom Casmurro (*que significa fechado em si mesmo; ensimesmado, sorumbático*) do título,  um homem de posses, destinado pela mãe a se tornar padre, mas que se apaixonou pela vizinha, Capitu, que tem "olhos de ressaca" (*seja lá o que isso signifique de fato*).  Capitu é descrita por Bentinho como sedutora e ardilosa.  O rapaz é enviado para o seminário pela mãe, lá conhece Escobar, que se torna seu melhor amigo. O narrador termina escapando do sacerdócio e casando com Capitu.  Já Escobar se casa com Sancha, amiga da esposa de Bentinho e todos são muito próximos.  O problema é que Bentinho é ciumento, muito ciumento, e acaba acreditando que Capitu o traiu com Escobar e que o único filho do casal não é dele.  Ele passa atormentá-la, levando seu casamento à ruína.

Machado de Assis nunca contou se Capitu traiu, ou não traiu Bentinho.  Se ele tinha uma resposta, guardou para si.  Fora isso, Bentinho é um narrador não confiável, um conceito literário que se remete ao fato do narrador em 1ª pessoa ter uma visão parcial dos fatos, no caso de Dom Casmurro, ele busca efetivamente justificar seus atos para o leitor. Curiosamente, Capitu se tornou uma das personagens femininas mais  amadas e fascinantes da literatura brasileira, já Bentinho, bem, ele é somente o sujeito amargurado, mimado e ciumento, independentemente, de ser corno, ou não.  


Letícia Persiles foi uma esfuziante Capitu menina. 
Teria ela os olhos de ressaca descritos por Machado?
O que mais me surpreende é alguém em 2019, especialmente, gente séria, se dar ao trabalho de ficar discutindo e querendo ter a última palavra em um caso que não tem resposta e ainda acusando  as feministas de projetarem sentidos em Capitu.  Eu não sou da área de literatura, três semestres na faculdade de Letras não me tornam especialista em nada, mas nunca vi ninguém chamando Capitu de feminista, ainda que a obra possa render, porque é um grande livro, muitas discussões, dissertações de mestrado e teses de doutorado.  

Enfim, se o autor não deu a resposta, não há resposta, ainda que você possa acreditar, ou não, na versão de Bentinho, ou defender Capitu, não há caminho seguro para percorrer.  Mas fandom é aquilo, as pessoas se matam por seus ships, por suas crenças, pela necessidade de representatividade e afirmação.  Eu posso até entender, mas daí a concordar, apoiar, ou me calar para não ferir a pessoa, há uma distância muito grande.  O fato é que há gente gastando muito tempo na internet e brigando por bobagem, ou usam as brigas por bobagem como uma forma de catarse, para despejar os sentimento represados que não podem liberar sobre quem merece, um chefe, por exemplo.  É a minha teoria.

Alberto (Fagundes) e Paloma (Grazi) discutiram o
assunto no capítulo de quinta-feira (12) de ‘Bom Sucesso,
mas acho que os primeiros comentários apareceram antes.
De qualquer forma, uma amiga me contou que realmente Bom Sucesso, a novela das 19h da Globo, discutiu Dom Casmurro.  Queria ver a cena, basta olhar nos vídeos do capítulo e vou procurar quando chegar em casa.  Parece que a telenovela continua levando a proposta de falar de literatura à sério, eu achava que a coisa iria se desmontar rapidamente, e tudo que eu li sobre a trama até agora é positivo.  Acredito que o capitulo da novela deve ter alimentado a discussão nas redes, mas os primeiros comentários apareceram para mim antes do dia 12 de setembro, ou assim eu acho.  Quanto à minissérie da Globo, eu recomendo bastante e, bem, ela plantou em mim outra certeza, isto é, pouco importa se Capitu traiu, ou não traiu o marido, porque Bentinho amava mesmo era o Escobar, seu melhor amigo. 

"Como não pensei nisso antes?"  Fácil responder, quando li Dom Casmurro (*por vontade própria, porque a obra de Machado obrigatória no meu colégio foi Esaú e Jacó*), eu era muito jovem e nem sabia o que era yaoi ainda.  Agora, por causa da minissérie, sei que Dom Casmurro daria um excelente BL, o roteiro está quase pronto, por assim dizer.  A abordagem da minissérie lembrou-me o material de Keiko Takemiya, enfim, daria um mangá bem elegante. E, bem, sei que não estou sozinha nesse delírio, pois há muitas fics BL de Dom Casmurro para reforçar minha percepção.  Terminei achando um post interessante sobre o tema chamado Será que ele é? Uma análise do homoerotismo em Dom Casmurro.  O texto discute a tensão homoerótica entre Bentinho e Escobar sem afirmar, claro, que o narrador não amaria, ou desejaria Capitu.  Sabe bissexualidade?  Pois é, ela existe faz muito tempo.
Uma das versões em quadrinhos de Dom Casmurro.
E para quem quiser ler Dom Casmurro em quadrinhos, o livro é um dos mais adaptados exatamente por ser importante obra da nossa literatura.  Há pelo menos três versões no mercado nesse momento (*1 - 2 - 3*).  Se não me engano, a mais elogiada é a que tem os olhos de Capitu na capa.

GOSTOU?

3 pessoas comentaram:

Só um comentário sobre um trecho do texto, que fala "(...) Capitu, descrita por ele como tendo "olhos de ressaca" (*seja lá o que isso signifique*)"

Machado explica no parágrafo o que são os olhos de ressaca: é uma comparação com a ressaca do mar. " Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro, como a vaga que se retira da praia, nos dias de ressaca."

Me "acusam" muito de ver yaoi em tudo... mas, gente, Bentinho e Escobar é muito escancarado.

Também sempre achei que havia uma coisa entre os dois! E olha que nem consumo yaoi/BL! Eu achei que Bentinho só teve a idéia da traição porque: 1- Ele se sentiu atraído e tentado pela Sancha antes dos acontecimentos que o levaram ao delírio, ele projetou na Capitu aquilo que ele alimentava. 2- Ele se sentia tão atraído por Escobar quanto por Capitu e, dado sua insegurança e adoração ciumenta pelos dois, ele projetou Capitu e Escobar juntos. 3- Me parece que para se considerar plenamente feliz ele precisava de ambos vivos e ao redor dele. Como se parecesse errado viver o amor da Capítulo sem viver o de Escobar. Essa é a minha teoria. Mas o meu delírio de fã, meu momento fandom, é imaginar que Capitu não traiu Bentinho, mas amava mesmo Escobar. Eles eram muito perfeitos pra aquele banana. É isso XD

Related Posts with Thumbnails