terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Celebremos as pirralhas no Dia dos Direitos Humanos


Hoje, 10 de dezembro, é dia dos Direitos Humanos, fechamento dos 16 dias de combate à violência contra as mulheres.  A data é uma homenagem à aprovação pela assembleia da ONU, neste mesmo dia em 1948, da Declaração dos Direitos Humanos.  Na época, o mundo queria criar travas de segurança para que ideologias genocidas como o nazismo nunca mais causassem uma tragédia como fora a 2ª Guerra.  Hoje, já distantes do conflito, temos que conviver com o revisionismo histórico e a indiferença em relação aos nossos semelhantes. Queria ter feito um post por dia sobre o tema, mas não consegui e, bem, é muito desgastante ficar relatando violências e mais violências.  Pois bem, a ONU fez uma postagem destacando o papel dos jovens na luta pelo planeta, já que o tema deste ano é “Juventude em Defesa dos Direitos Humanos”.
Por qual motivo usei "pirralha"?  Porque a jovem ativista Greta Thunberg, de quem nunca falei no blog, se pronunciou sobre o assassinato de lideranças indígenas no Brasil.  Aliás, já temos um recorde este ano.  O desdobramento foi uma fala de nosso presidente chamando a menina de pirralha.  Thunberg colocou "pirralha" no seu perfil do Twitter e os jornais internacionais repercutiram a fala do supremo mandatário do país.

Enfim, o que eu posso dizer?  A nova geração de ativistas é composta por uma grande quantidade de meninas muito corajosas e cheias de esperança.  Que o mundo possa ter mais pirralhas como Greta Thunberg, MalalaAhed TamimiAna Júlia RibeiroAnna Luisa BeserraMahira Miyanji, que elas possam tentar tornar esse mundo um lugar melhor, apesar da indiferença e do ódio que muitos homens lhes dedicam.

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

O presidente do país batendo boca no twitter com uma "pirralha". E tomando uma sova, diga-se de passagem. Que vergonha!

Related Posts with Thumbnails