sábado, 22 de fevereiro de 2020

Mangá sobre a vida com um pai alcoólatra e abusivo causa comoção no Japão


O jornal japonês The Mainichi trouxe uma matéria longa sobre o mangá autobiográfico de Mariko Kikuchi chamado You to Bakemono ni naru Chichi ga tsurai  (酔うと化け物になる父がつらい).  Com um único volume, ele conta a história de como a autora cresceu com um pai alcoólatra e abusivo, mas só tomou consciência de que ele era doente e que isso não era normal e aceitável quando já adulta.  


"Espero que isso ofereça às pessoas a chance de rever as relações entre pais e filhos. Quero quebrar o mito de que qualquer coisa é aceitável entre os membros da família, não importa o que se faça.", diz a autora.  Ao que parece, os capítulos publicados on line (*pelo que eu entendi*) despertaram comoção com o primeiro capítulo derrubando a página da revista por causa dos acessos.  Muitas pessoas escreveram comentando que a experiência da autora falava aos seus corações e que tinham vivido coisas semelhantes e sofrido muito.


A história do mangá começa na adolescência de Mariko, quando ela estava no segundo ano ginasial.  Seu pai era gerente de uma pequena empresa, ele reunia os amigos todo fim de semana para jogar mahjong e beber chegando ao ponto de cair no banheiro e ficar em contato com seu próprio vômito.  Nunca tinha tempo para a família, ou para sair com suas filhas, a autora tem uma irmã mais nova, mas o final de semana de bebedeira nunca falhava.


A mãe, que era obcecada por uma seita religiosa, cuidava dele com toda dedicação, sem recriminá-lo, mas termina por cometer suicídio.  Mariko, então, acreditando que era seu dever (*olha o dispositivo amoroso em ação*), assume o lugar da mãe, cuidando do pai até sua morte, aos 72 anos.  Ela nunca saiu da casa dos pais, mesmo depois de se tornar mangá-ka  só conseguiu compreender que seu pai era doente quando fazia pesquisa para um mangá.


O mangá, que foi publicado em 2017, fez tanto sucesso que uma adaptação para o cinema estreia em 6 de março.  Honoka Matsumoto faz o papel da protagonista e Kiyohiko Shibukawa é o pai alcoólatra.  Aposto que esse mangá vai sair nos Estados Unidos.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails