quarta-feira, 10 de novembro de 2004

Por 'engano', Globo exibe filme impróprio


Para que toddos possam ler a matéria da Folha.

Por 'engano', Globo exibe filme impróprio
DANIEL CASTRO
COLUNISTA DA FOLHA

O mesmo controle de qualidade da Globo que censurou o beijo gay de "América" cometeu um vacilo: por suposto engano, deixou exibir na faixa livre (das 16h15 às 18h de sábado) um filme considerado violento e inadequado para antes das 21h (impróprio para menores de 14 anos).

"O Vingador do Futuro" ("Total Recall", 1990) foi a arma da Globo para ofuscar a estréia do novo programa de Márcio Garcia na Record. Deu certo. O longa registrou 19 pontos (contra 6 do SBT e 5 da Record e Band). A média da Globo no horário foi de 15 a 18 pontos de janeiro a junho.

Segundo o Ministério da Justiça, "O Vingador do Futuro" foi classificado em 1992 como inadequado para antes das 21h por conter "tensão e violência". A Globo, que há muito tempo não descumpria a classificação indicativa, afirma que o longa "foi programado por engano". Oficialmente, afirma que o filme é dela desde 1996 e que "sua ficha foi confundida com a de títulos similares como ‘Viajante do Futuro’ e ‘De Volta para o Futuro’".

No filme, Arnold Schwarzenegger vive um operário que, no final do século 21, após implante de memória, viaja a Marte e lá se une a um grupo de rebeldes que lutam contra o domínio da Terra. Como a classificação indicativa não é impositiva, a Globo só corre riscos de sofrer sanções se for condenada em eventual ação movida pelo Ministério Público.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails