Comentando o Primeiro Episódio de Suki-Tte Ii Na Yo。ou “Say I Love You。”

As Personagens Masculinas Tipo dos Shoujo Mangá: (Mais) um Esboço

Quais são os tipos de garotos mais comuns nos shoujo mangá? Que tal fazer uma lista?

Irene Adler é a grande injustiçada nas recentes adaptações de Sherlock Holmes

Irene Adler, a mulher que enganou Sherlock Holmes, ganhou uma nova roupagem no século XXI. Infelizmente, ela parecia muito melhor no séculos XIX...

Comentando “Detona, Ralph!” (Wreck-It, Ralph)

A Disney revisitou os vídeo games dos anos 1980 em um filme muito divertido e bem executado.

As Personagens Femininas Tipo dos Shoujo Mangá: um Esboço

Personagens centrais nos shoujo mangá, assim como na vida real, as meninas não são todas iguais, mas podemos tentar organizá-las em tipos. Vamos tentar?

Histórias em Quadrinhos: um Levantamento Bibliográfico

Uma ajudinha para quem está começando a pesquisar sobre quadrinhos.

sábado, 20 de setembro de 2014

Uma amostra da espetacular exposição comemorativa dos 50 Anos da Margaret


Assim, qualquer coisa que eu escreva não conseguirá retratar o meu espanto e deslumbramento frente às fotos da Exposição Meio Século de Margaret que abriu ontem, no Japão.   O Comic Natalie e o ANN postaram links e fotos.  Começando com o painel que deve estar na entrada da mostra. Aqui, estão em evidência os sucessos atuais da revista:


Conforme prometido, estátuas de Oscar e André em tamanho natural.  Eu amo esta ilustração.


Aqui, em detalhes.  Verdade que não está tão fiel ao traço original, mas está magnífico do mesmo jeito.


E, como não poderia faltar, roupas usadas em montagens da Rosa de Versalhes (ベルサイユのばら) do Teatro Takarazuka.


Agora, um painel com Hana Yori Dango  (花より男子).  Como esquecer de Tsukushi e dos F4?


Ore Monogatari!! (俺物語!!), a série que logo, logo, deve virar anime e que é um dos grandes sucessos da Betsuma.


Hot Road (ホットロード), sucesso nos anos 1980 e com filme no cinema atualmente. A autora, Taku Tsumugi, é conhecida pela sua arte minimalista.


Um painel homenageando os mangás de Ballet.  Quase certeza de que é Swan.


E se você tiver uns dinheiros, passa na lojinha e compra umas lembranças... Muitas lembranças, se eu estivesse por lá e com grana no bolso.  Mais amostras aqui, só postei um exemplo.


E tem os lanchinhos!!!!!!  Attack Nº1 (アタックNo.1), Ace Wo Nerae! (エースをねらえ!), A Rosa de Versalhes, Hana Yori DangoOre Monogatari!!, Kimi ni Todoke (君に届け), Ookami Shoujo to Kuro Ouji (オオカミ少女と黒王子).


Ufa!  Não sei se alguém que está no Japão e foi ou irá à mostra passará aqui no blog.  Se você for uma alma caridosa e quiser fazer uma review do que viu por lá, eu ficarei eternamente grata.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Ainda falando em bonecas… Oscar da Takara Tomy


No mesmo dia que saiu a notícia da Pullip, o Comic Natalie (*e o ANN*) publicou as imagens da boneca de Oscar, protagonista da Rosa de Versalhes ( ベルサイユのばら), feita pela Takara Tomy.  Trata-se de uma boneca no sentido pleno da palavra, mas parece realmente bem feita e a primeira que me deixou deslumbrada.


A boneca veste o uniforme vermelho – na série Oscar vestiu as três cores da bandeira da França, no início o uniforme era branco, o do final da série, azul – e ainda tem a roupa que a personagem costumava usar em casa, em seus momentos de folga.  Só me pergunto se eu teria coragem de tirar essa boneca da caixa...


A boneca de Oscar tem 27 cm e a pré-venda no Takara Tomy Online Mall começa no dia 29 de setembo e vai até 4 de novembro.  O preço é 12.960 ienes, o que dá, aproximadamente,  281,27 reais.  Há ainda um blog (*em japonês*) que mostra a produção da boneca.  Ficou muito legal.

Mais uma Pullip! A vez de Sailor Vênus!


Depois das  Pullip (*bonecas colecionáveis criadas na Coréia do Sul, em 2003, por Cheonsang Cheonha*)  de Sailor Moon e Sailor Mercury, achei que a ordem de aparição das senshi seriam mantidas, assim, eu esperava Sailor Marte e Júpiter.  Qual nada!


Sailor Vênus foi anunciada hoje.  E, bem, ela ficou lindinha tanto na sua versão Minako, quanto na versão senshi. Há várias fotos da Pullip no Comic Natalie.  


Se entendi bem o CN, a boneca á pode ser encomendada no site Bandai Premium.  Trata-se de uma edição limitada e as Pullip serão postadas em novembro.   O preço é 20.520 ienes, pelos valores de hoje aproximadamente 443,442 reais. 

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Card Captor Sakura ganha lojinha virtual


Você é fã de Card Captor Sakura (カードキャプターさくら)?  Pois é, esta talvez seja a série mais amada da CLAMP e está bem próxima de completar os seus 20 anos.  Por conta disso, eu acredito, foi aberta uma loja oficial da série.  Segundo o Comic Natalie, trata-se de uma página na qual os fãs poderão comprar itens oficiais de CCS.  é tanta coisa fofa... Enfim, a página da loja é esta aqui.  Podem ir babar. ^_^  Em nosso país, Sakura foi publicado duas vezes pela editora JBC.

Exposição de aniversário da Margaret terá sessões de eutógrafo


tinha falado da exposição Meio Século de Margaret que estará aberta no Roppongi Hills Mori Tower a partir do dia 19 de setembro.  Pois bem, o Comic Natalie noticiou que, além da mostra com mais de 300 ilustrações de artistas da revista, haverá sessões de autógrafo com algumas das principais autoras da Betsuma e da Margaret do momento.  A lista é a seguinte, coloquei ao lado uma das obras de cada uma delas:

05 de outubro – Shiina Karuho – Kimi ni Todoke (君に届け) 
05 de outubro – Kawahara Kazune – Ore Monogatari!! (オレモノガタリ!!)
11 de outubro – Sakisaka Io – Ao Haru Ride (アオハライド)
12 de outubro – Yamamori Mika – Hirunaka no Ryuusei  (ひるなかの流星)
13 de outubro – Morishita Suu – Hibi ChouChou (日々蝶々)

Na página do evento há um videozinho engraçado sobre a exposição. Dêem uma olhada. É curtinho.

:)

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

FEMEN vira quadrinho na França


O controverso grupo feminista FEMEN virou quadrinho na França.  Trata-se de um álbum de autoria de Michel Dufranne, especializado, segundo ele mesmo, em tratar de questões ligadas a grupos marginalizados ou “nas bordas”.  El já tratou, por exemplo, do drama dos homossexuais sob as leis nazistas.  Dufranne queria escrever sobre a Ucrânia e terminou esbarrando no FEMEN.  Começou sua pesquisa e teve contato, já na França, com Inna Shevchenko.  


Shevchenko, que pediu asilo político na França em 2013, é uma das fundadoras do FEMEN.  Ela saiu da Ucrânia fugindo de suposta perseguição do governo de seu país e de tentativa de intimidação pela polícia.  Curiosamente, é na França que o FEMEN tem mais militantes e grupos de ação.


O quadrinho de Dufranne é o Diário de uma militante de uma célula fictícia do FEMEN, a “Apolline Femen”.  O autor diz que se tomasse uma das células reais do FEMEN teria que ser absolutamente realista, criando uma, ele daria liberdade a si mesmo e aos seus leitores e leitoras.  O título do quadrinho é Journal D’Une FEMEN e começa com a protagonista e narradora sofrendo bullying dos colegas no trabalho e sua tomada de consciência de como a situação das mulheres é injusta.  Depois disso, se entendi bem, somos convidados a assistir as reuniões e treinamentos do Apolline FEMEN e as ações do grupo.


A arte do álbum é de Severine Lefebvre.  A entrevista de Dufranne é recheada com várias amostras do traço da artista.  Esteticamente é bem interessante, eu diria.  Agora, apesar de parecer ser um trabalho de primeira linha – pesquisa, narrativa, arte – trata-se do olhar masculino sobre um movimento de mulheres... Quer dizer, sim e não, afinal, segundo várias ativistas e o documentário "Ukraine is not a brothel", de Kitty Green, por trás do FEMEN está um homem, Victor Svyatski.  Eu, particularmente, tenho meus dois pés atrás com o FEMEN, mas vejo uma coragem muito grande em suas militantes.  Alguns de seus protestos, a maioria deles, são justíssimos, ainda que seus métodos e a ideologia por trás do grupo possa e deva ser discutida e criticada.


Agradeço ao Pedro Bouça por ter me passado o link para a entrevista do Michel Dufranne.  Quando o assunto é BD, ele é a grade fonte do Shoujo Café. :)

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Windeck e o Sexo e as Nêga


Estou fazendo este texto meio que às pressas, então, devo mexer nele depois.  Estou atenta ao protesto contra o seriado da Globo.  Sei que os argumentos são legítimos, trata-se de outro material que reforça estereótipos a respeito das mulheres negras e as objetifica de certa forma.  Não vou negar que gosto de Pé na Cova.  Brincar com estereótipos, neste caso, do suburbano e além, não é problema, desde que não fiquemos somente no estereótipo.  Talvez, O Sexo e as Nêga - e não gosto deste último termo - pode até ser legal, ainda que ofensivo.  Assistirei o primeiro episódio, depois, tendo tempo, comentarei.  Por agora, deixo o vídeo feito pela Dr.a Ludmila Cruz.  Trata-se de uma negra falando de si de um lugar de fala privilegiado.


De resto, o primeiro capítulo da tal novela angolana que vai passar no Brasil, Windek, e, sem querer diminuir sua importância, dois pontos:

1. Todas as mulheres tem cabelo alisado. Quem lê sobre essa questão sabe que as mulheres africanas são pressionadas a alisar cabelo e clarear pele para serem mais bonitas no entanto, não se trata da celebração de estereótipos todas as atrizes estarem de madeixas alisadas?
2. Mulherada tentando se destruir logo na abertura... uma vez... duas vezes... três vezes... Um... preciso falar de estereótipos de novo?


Ainda assim, se tiver tempo, vou dar uma olhadinha.  

Tudo que você sempre quis saber sobre o Takarazuka em um mangá


Segundo o Comic Natalie, será lançado no dia 30 de setembro pela editora Shinchosha um mangá chamado Takarazuka Handbook (タカラヅカ・ハンドブック).  As autoras são Amemiya Mami e Haruna Lemon.  Se entendi bem, elas falam da magia da Revue, dos motivos pelos quais as fãs são tão fiéis.  Deve ser um material interessante, mas parece ser mangá essay, ou seja, só dominando muito bem o japonês para desfrutar plenamente do material.  Se  vocês prestarema tenção à capa, verao Oscar e André lá embaixo em detalhe. ^_^

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Autora de Black Bird lança one shot


Segundo o Comic Natalie, Kanoko Sakurakouji, conhecida no Brasil por Black Bird  (ブラックバード), publicou um one shot na última edição da revista Betsucomi.  O nome do mangá é ETC.  O CN trouxe um pequeno resumo, mas eu realmente não consegui entender bem a história em linhas gerais... Enfim, peço desculpas por isso.  Sakurakouji terminou recentemente o sua série chamada Last Notes (ラストノーツ).  Imagino que esse one shot possa ser um aperitivo para um novo trabalho mais longo.  A capa da revista traz o novo mangá da autora de Dengeki Daisy (電撃デイジー), Motomi Kyousuke, que se chama QQ Sweeper (QQスイーパー).


domingo, 14 de setembro de 2014

Contagem regressiva para a estréia de Ookami Shoujo to Kuro Ouji


Bem, 5 de outubro estréia o anime de Ookami Shoujo to Kuro Ouji (オオカミ少女と黒王子), baseado no mangá de Ayuko Hatta.  Daí, a Betsuma, revista que publica a série, está focada em promovê-lo.  O Comic Natalie noticiou que a última edição da revista, além de trazer a série na capa, dá de presente um DVD com vídeos promocionais do novo anime.  Só que não é um DVD sobre Ookami Shoujo to Kuro Ouji, mas um brinde que fala das produções animadas – recentes, imagino – baseadas em séries d revista. Daí, o CN avisa que há material de Ao Haru Ride (アオハライド) e Kimi ni Todoke (君に届け) no disco.  


O tal DVD faz parte ainda das comemorações dos 50 anos da Margaret.  Agora, além do DVD há um brinde de Ookami Shoujo to Kuro Ouji.  Não entendi direito, mas é um cartão que deve trazer alguma informação para baixar ou configurar um aplicativo de celular que tem as vozes dos dubladores dos protagonistas do novo anime.  Confuso, eu sei, mas não consegui entender nada além disso... :(