quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Para quem quiser ouvir o Shoujocast


Lá em 2009, eu decidi criar um podcast.  Começou de forma bem precária.  Aí, o amigo Anderson sugeriu um nome "Shoujocast".  Vieram companheiras, a Lina Inverse, depois a Tanko e, por fim, a Tabby e, bem, fizemos 52 programas.  Pouco, eu sei, mas as agendas desencontraram.  Sempre penso em voltar, mas ainda não houve como.  Bem, eu queria disponibilizar os programas, mas descobri que não tinha todos. Perguntei se a Lina tinha.  Ela organizou tudinho e disponibilizou para download (*AQUI*).  Tudinho, não, faltou o programa 52, então, coloquei no Youtube.



Eu parei para escutar um dos meus programas favoritos o duplo sobre Orgulho & Preconceito e foi um prazer muito grande ouvir a voz das amigas queridas e da convidada especial, a Adriana Salles.  Que conversa legal foi aquela.  Enfim, se você quiser relembrar, ou conhecer o Shoujocast, esta é a oportunidade.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Quais as personagens estrangeiras de anime mais atraentes para os japoneses?


O Charapedia fez uma pesquisa para saber quais os personagens estrangeiros mais atraentes para os japoneses.  10 mil votantes e o que eu estranhei (*vai que eu não achei*) é que não colocaram, como sempre fazem, o ranking de votos por sexo.  Queria ver o que aparecia mais na lista dos meninos e das meninas, por assim dizer.  Eu fiquei curiosa, porque, bem, como alguém rouba o primeiro lugar do Viktor?  Como?  Como?  


1. Alice Cartelet (Kiniro Mosaic) – 453 votes – Não conheço essa menininha, mas ela deve ser super popular para destronar o querido Viktor.  Pelo que vi, ela é inglesa (*bandeirinha*), fã de cultura japonesa (*otaku?*) e tem um intenso akogare pela protagonista da série.  E, bem, essa criança tem 17 anos.  Deve ser uma série bem moe.


2. Victor Nikiforov (Yuri!!! on Ice) – 400 votes – Como não amá-lo?  O melhor patinador, treinador e marido do mundo da animação, provavelmente.


3. Irina Jelavic (Assassination Classroom) – 294 votes  – Não acompanho a série, que é publicada pela JBC, mas ela é atiradora de elite e professora de língua estrangeira.  Provavelmente, outras coisas, também.


4. Camus (Uta no☆Prince-sama♪) – 255 votes – Sabe uma franquia de shoujo anime que eu deveria para para olhar?  São tantas continuações e uma presença insistente nos mais diversos rankings que deve valer o esforço.  Quanto a esse moço, ser estrangeiro e louro já o qualificaria a estar nessa lista, o cavalo branco deve ter definido a parada.


5. Vermouth (Detective Conan) – 217 votes – Atriz, membro de uma organização criminosa e interessada no protagonista da série.  Ele tem verbete bem grandão na Wikipedia.


6. Kiss-Shot Acerola-Orion Heart-Under-Blade (Monogatari) – 185 votes – Segundo meu marido, ela é a forma infantil de uma poderosa vampira (*e cheia de fanservice*) que sofreu forte dano físico (*foi meio que desmembrada*) e recebe ajuda do protagonista, Ararague.  Enfim, preferi botar a versão fofinha dela no post.


 7. Yuri Plisetsky (Yuri!!! on ICE) – 172 votes – Yuri tem uma expressão sempre meio entre o tédio e a raiva, tsundere, vocês sabem, mas ele merecia melhor lugar no ranking.  De qualquer forma, somente Yuri!!! on ICE e Detective Conan aparecem duas vezes nessa lista.


 8. Jodie Starling (Detective Conan) – 151 votes – É uma agente do FBI que, quando criança, teve os pais assassinados por Vermouth, que aparece em quinta colocação.  Lendo o verbete sobre ela, fiquei imaginando o quanto minha imagem de Detective Conan como série inócua deve estar equivocada.


 9. Ciel Phantomhive (Black Butler) –  135 votes – Conde, órfão, poderoso e, provavelmente, porque não acompanhei a série, um tanto arrogante e mimado.  Faltou o cabelo louro dessa vez. 


10. Alexandra Garcia (Kuroko no Basket) – 128 votes – Professora de basquete e ex-jogadora da WNBA.  De resto, passei a odiar essa série que nunca vi, porque os profissionais envolvidos decidiram estragar o character design de lenda dos Heróis Galácticos.

O Goboiano publicou a lista e eu acrescentei alguns comentários, mas o primeiro trabalho de tradução é deles.  

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Lenda dos Heróis Galácticos já tem trailer e novo character design


Eu odiei esse novo character design genérico moderno do fundo da minha alma, mas tinha que comentar a notícia que está no ANN.   A Lenda dos Heróis Galácticos ou Ginga Eiyu Densetsu, uma das minhas séries de anime favoritas, terá uma novíssima série estreando chamada de Ginga Eiyu Densetsu Die Neue These (銀河英雄伝説 Die Neue These) estreando na TV no ano que vem, em abril.  Serão 12 episódios.  Já em 2019, a série continua no cinema com três filmes com quatro episódios cada.  


A nova adaptação dos romances de Yoshiki Tanaka ficará a cargo do povo que fez Kuroko's Basketball (黒子のバスケ), direção, scripts, design (*horroroso*) de personagens etc. O estúdio é Production I.G.  Já o desenho mecânico, porque não acredito que sejam somente os mechas, como está no ANN, já que são poucos, estão sob a responsabilidade de  Shinobu Tsuneki (Ghost in the Shell: Stand Alone Complex, Psycho-Pass) e Naoyuki Kato (ilustrador dos livros e de Starship Troopers).  Será uma super produção, mas eu aposto que a primeira leitura da obra de Yoshiki Tanaka continuará sendo superior.





Os dubladores revelados até o momento são: Mamoru Miyano (Reinhard von Lohengramm), Kenichi Suzumura (Yang Wen-li), Yuichiro Umehara (Siegfried Kircheis) e Yoshimitsu Shimoyama (Narrador).  Site oficial do anime é este aqui.

Quais são as personagens que melhor usam o fogo nos animes e mangás?


O Gooranking fez uma pesquisa para saber quais personagens se saem melhor usando o fogo.  Achei injusta a colocação da Sailor Marte, mas ela está entre os 10.  O Goboiano traduziu as 15 primeiras colocações, eu estiquei até o 20º lugar com o acréscimo das personagens de shoujo anime/mangá que aparecem entre os 50.  Segue a lista:

1. Monkey D. Luffy (One Piece) – 651 votes
 2. Roy Mustang (Fullmetal Alchemist) – 376 votes
 3. Hiei (Yu Yu Hakusho) – 323 votes
 4. Natsu Dragneel (Fairy Tail) – 237 votes
 5. Recca Hanabishi (Flame of Recca) – 205 votes
 6. Charizard (Pokemon) – 177 votes
 7. Sabo (One Piece) – 174 votes
8. Genryusai Shigekuni Yamamoto (Bleach) – 164 votes
 9. Sailor Marte (Sailor Moon) – 162 votes
10. Sazuki (One Piece) – 154 votes
 11. Dark Schneider (Bastard!!) – 147 votes
 12. Katsuki Bakugo (My Hero Academia) – 145 votes
 13. Sasuke Uchiha (Naruto) – 137 votes
 14. Zetton (Ultraman) – 135 votes
15. Rin Okumura (Blue Exorcist) – 133 votes
16. Mohammed Abdul (JoJo's Bizarre Adventure Part 3 Stardust Crusaders)  - 131 votos
17. Makoto Shishio (Rurouni Kenshin) - 122 votos
18. Shana (Shakugan no Shana) - 114 votos
19. Ikki de Fênix (Cavaleiros do Zodíaco) - 105 votos
20. Fujiwara no Mokou (Touhou Eiyashou ~ Imperishable Night) - 67 votos


Agora as personagens de séries shoujo fora do top 20 e, bem, basicamente é Precure, a franquia de animes shoujo mais bem sucedida dos últimos tempos, quer dizer, franquia para o público mais infantil mesmo.  Segue a listinha:

26. Hikaru Shidou (Guerreiras Mágicas de Rayearth) - 47 votos
30.  Cure Scarlet (Go! Princess Precure) - 34 votos
35. Cure Rouge (Yes! Precure 5) - 29 votos
39. Cure Lovely (Video - Happiness Charge Pretty Cure!) - 22 votos
44. Cure Sunny (Smile Precure) - 19 votos

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Recapitulando a última quinzena de horrores e retrocessos


É chato ter que ocupar o espaço do Shoujo Café para esse tipo de post, mas a situação muito anda tão esquisita que, bem, é preciso escrever alguma coisa.  Estou cansada e um tanto angustiada, não quero contaminar vocês, mas é preciso comentar rapidamente uma lista de notícias.  Atentados ao Estado Laico, á democracia, aos direitos humanos, à igualdade de gênero etc.  Vamos lá, segue a listinha;

1. Exposição Queermuseu é suspensa por pressão do MBL, seus aliados e marionetes.  O caso ainda está repercutindo e fez com que outras ações semelhantes fossem tentadas e conseguidas.  Ainda ouviremos muito sobre isso, porque, bem, o MBL mostrou força e não vai perder essa onda tão boa. 

2. Peça de teatro com Jesus trans é suspensa no SESC Jundiaí por ação judicial.  Imagino que Jesus Cristo Super Star e o Monty Phyton seriam impedidos de existir em nossos dias.  Aliás, o povo do Monty Phyton comentou algo assim em entrevista nos anos 1990... Enfim, pelo menos a peça foi remontada em Rio Preto e tudo vai muito bem.  Nem tudo é treva, mas a lamparina é pequena e pode ser apagada a qualquer momento.


3. Quadro que DENUNCIA pedofilia é apreendido e artista acusada de fazer apologia à pedofilia.  A exposição era sobre a violência contra as mulheres, houve denúncia de três deputados (*homens*) e, mesmo com o parecer do Ministério Público, o delegado continua insistindo que houve apologia à pedofilia.  Queriam, inclusive, criminalizar a artista, Alessandra Cunha.  A exposição tinha classificação indicativa de 12 anos, agora, é de 18.  Não sei se o quadro voltou a ser exposto, só sei que esse tipo de discussão - pedofilia, violência de gênero - precisa ser feita por gente de menos de 18 anos.  Precisa ser discutida nas escolas.

4. Juiz considera "mero exercício de correção" a surra que o pai deu de fio elétrico em sua filha de 13 anos ao descobrir que ela tinha perdido a virgindade. Bônus: o pai também cortou os cabelos da menina para que ela não pudesse ir à escola, por vergonha.  Não estou pedindo que o pai seja encarcerado e joguem a chave fora, a coisa precisa ser vista de forma mais ampla, porém, esse tipo de coisa configura abuso do papel de pai, provavelmente poderia ser enquadrado como tortura por outros magistrados (*crime inafiançável*) e a conotação de crime de honra, sem ser visto como tal, só reforça os papéis de gênero desiguais.  Perdeu a virgindade, é mulher, não presta.  Aliás, nenhuma notícia que vi comentou o namorado, porque se a menina tem 13 anos e o namorado for maior de idade é estupro de incapaz.  Simples assim.  O pai sai salvaguardado para impedir a filha de estudar e espancá-la sempre que necessário.


5. Juiz de Brasília concede liminar que possibilita tratamentos de cura gay no Brasil em nome da liberdade científica e agindo contra todas as evidências científicas atuais e contrariando decisões da OMS e conselhos de psicologia e medicina do Brasil.  Essa foi fresquinha, saiu ontem.  Os psicólogos que estão em desacordo com a lei, entram na justiça alegando discriminação.  Agora, vamos juntar com a notícia de cima e pensem no seguinte caso: se um pai, ou uma mãe, ao descobrir (*ou desconfiar*) que seu filho ou filha é homossexual cometer um espancamento, ou obrigar o adolescente, ou jovem, ou criança, sei lá, a uma terapia de "cura gay", será que encontraria algum magistrado para considerar "mero exercício de correção"?  Aposto que sim.  Parte de todos os problemas acima começaram com o judiciário e outros ainda virão.

6. General quatro estrelas defende "intervenção militar" (*golpe, portanto*) em evento da Maçonaria (*muito apropriado*), no fim de semana, disse ter respaldo de outros oficiais generais (*ninguém apareceu publicamente para endossar o coleguinha*).  Somente de ontem para hoje o Ministro da Defesa, Raul Jungmann, exigiu explicações do comandante do Exército, General Villas Boas, que é repeitadíssimo e muito sensato.  Demorou, até, porque, ele deveria ter sido prontamente chamado a se explicar, mas fez o certo e, pasmem, tem gente questionando o direito do Ministro de repreender o general boquirroto ou exigir alguma punição (*ele é reincidente, aliás*). Acho lindo quando gente que se diz conservadora, questiona as hierarquias, especialmente, no que concerne ao meio militar e/ou eclesiástico, achando que podem tudo em nome de uma suposta liberdade de expressão.  Eles e elas deveriam ser os primeiros a conclamar a sociedade a respeitar as regras, ou não?  No entanto, só vale para os outros, esses a gente cala usando de expedientes dos mais questionáveis.


7.  Um projetinho: Deputado Pastor Franklin do PP de Minas Gerais quer obrigar as rádios públicas a tocarem músicas religiosas nacionais.  Para quem não acredita, projeto aqui.  Um amigo comentou que muito da música erudita pode ser considerada música clássica.  Sim, daí o "nacional" para quebrar.  Será que música religiosa incluiria repertórios da Umbanda e Candomblé?  Duvido.  O fato é que esse povo não entende que Jesus disse "eis que estou à porta e bato" (Apocalipse 3:20).  Querem arrombar mesmo.  E, bem, eu cresci ouvindo lindas histórias de conversão que começaram com alguém ouvindo o cantarolar de um hino (*Maravilhosa Graça, Rude Cruz, Sou FelizO Rosto de Cristo etc.)[1], ou passando em frente a uma igreja e ouvindo um coro, gente que decidiu não se matar, gente que decidiu entrar e foi acolhido.  Agora, temos isso aí.

E, bem, ainda estamos da terça-feira. Nossa semana para o obscurantismo religioso, intolerância e retrocesso só começou.  Pelo menos, Feliciano e sua gangue de deputados evangélicos não conseguiu se criar, aqui, no Museu Nacional, tentaram censurar uma mostra sobre a Ditadura Militar sob denúncia de pedofilia.  Mas foi vitória pequena.  Os tempos são tristes.


[1] Para quem não sabe, eu sou protestante batista e meu gosto musical é arcaico, conservador mesmo.  Detesto a maioria do que ouço da chamada música gospel contemporânea e o que não quero de ruim para mim, não desejo para ninguém.

Lançado um Fanbook de Haikara-san ga Tooru


Este ano Waki Yamato está comemorando seus 50 anos de carreira e sua obra mais famosa (*não a mais elogiada, vejam bem*), Haikara-san ga Tooru (はいからさんが通る), terá dos filmes animados para o cinema.  O primeiro sai em novembro.  Normal é que vários produtos relacionados sejam lançados e, bem, teremos um fanbook (*ÊÊÊÊÊ!!!*).  Ah, adoro esse tipo de material, porque tem entrevistas, FAQ, ilustrações e, às vezes, histórias extras e material que nunca foi publicado.  Parece que este é o caso.   Segundo o Comic Natalie, a entrevista com a autora é longa e fala de outras de suas obras.  Pena que materiais como esse raramente sejam traduzidos e para aproveitá-los integralmente, só lendo japonês.

Idol japonesa é suspensa por não conseguir perder o peso exigido pelo empresário


Não acompanho o universo dos idols japoneses, ou coreanos, na verdade, não tenho tempo, interesse e estômago.  De qualquer forma, tinha que postar sobre o caso da líder de um grupo chamado BIS suspensa por não conseguir perder a quantidade de peso que o seu empresário tinha imposto.  Veja bem, ao contrário do que vi em sites brasileiros, ela não foi suspensa por estar gorda.  Qualquer pessoa com o mínimo de bom senso sabe que esta moça no vídeo-humilhação abaixo não está gorda.
  

Acho irresponsabilidade chamar essa menina de gorda, quando gordura em nossa sociedade se tornou sinônimo de desleixo, feiura, coisa nojenta.  Se uma garota ou mulher mais susceptível lê algo assim, isso pode ter impacto sobre a imagem que ela faz de si mesma.  O excelente canal Não Sou Exposição fez um vídeo sobre como, por pelo menos 40 anos, o ganho de peso saudável das meninas que entram na puberdade foi estigmatizado e tratado como doença, ou, como pontuei, desleixo.  Daí, começa o ciclo de dietas, remédios, culpa e, em alguns casos, transtornos alimentares.  É um sofrimento muito grande e que pode ser evitado.  Sofrimento que é maior, ou pior, em alguns países. Vide este vídeo do canal Coreaníssima.  É coisa séria.  Assistam, por favor:


Resumindo o caso, segundo o site Arama Japan, é que o empresário de Pour Lui (*a moça*) e do grupo BIS tinha imposto o peso de 42 quilos para a garota.  Bem, se alguém for seguir à risca o IMC (*que muitos nutricionistas de bom senso observam com cuidados*), para pesar 42 quilos, ela deve ter mais ou menos 1,42 m.  Não sei qual a altura dela, mas acho que tem mais.  De qualquer forma, segundo a matéria a moça começou a ser pressionada quando estava com 51.5 quilos e 30.7% de gordura corporal.   Foi-lhe imposto um programa forçado de exercícios e dieta.  Ela alcançou 44.6 quilos e 21% gordura corporal, ganhou massa muscular.  Positivo?  Não, afinal, ela não chegou no draconiano peso de 42 quilos.  


O escroto do empresário, Junnosuke Watanabe, suspendeu Pour Lui do grupo até que ela alcance o peso certo, que ele é um homem de palavra, que ele não pode deixar de cumprir uma promessa.  Ao que parece, os fãs não receberam bem a notícia e o vídeo de humilhação, que bom.  O tal empresário, recusou-se a devolver os ingressos do show IDOL is DEAD, porque, bem, o BIS aparecerá, mesmo sem sua líder.  Espero, torço mesmo, que esses padrões de beleza possam ser repensados, revistos, assim como a forma como essas idols são tratadas, mas não tenho muita esperança, não.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Anunciadas as Pullip de Utena e Anthy


Como o pessoal já deve estar sabendo, as comemorações dos vinte anos de Shoujo Kakumei Utena  (少女革命ウテナ) estão a pleno vapor no Japão.  Como parte da festa, Café, muitos produtos, dentre eles, essas duas Pullip bonitinhas.  Você não sabe do que se trata?  Segue  explicação da Wikipedia: "Pullip é uma marca de bonecas de coleção criada por Cheonsang Cheonha na Coreia do Sul em 2003. As Pullip têm um corpo de plástico articulado (à escala de 1:6) e uma cabeça relativamente desproporcional (escala de 1:3), com uns olhos que podem ser movidos de um lado para o outro e pálpebras que podem ser fechadas. ".



Uma amiga tinha me mostrado as imagens na semana passada, mas hoje saiu um post no Comic Natalie.  Achei que o preço, 1600 ienes.  É isso mesmo?  Enfim, elas lançaram todas as sailors, Oscar, Antonieta e André da Rosa de Versalhes (ベルサイユのばら), enfim, lançaram muita coisa.




Agora, a bonequinha mais linda de todas é a Bela.  A inspiração foi o filme da Bela e a Fera e fizeram um trabalho muito bom.  Mais fotos aqui.