sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Algumas palavras sobre a (*suposta*) adaptação americana de Hana Yori Dango

 

Fiquei pensando se valia ou não a pena comentar sobre essa tal versão americana live action de Hana Yori Dango  (花より男子), ou Boys over Flowers, como eles chamam por lá.  Enfim, Hana Yori Dango, pelo menos o seu plot central, não é difícil de adaptar.  Primeiro, temos aquele antagonismo entre mocinha e mocinho levemente inspirado em Orgulho & Preconceito.  Sim, este é o núcleo central da coisa; com direito a uma mãe deslumbrada que quer que a filha faça um bom casamento, isto é, conquiste um cara rico, a todo custo.  Depois, temos a mocinha pobre, mas topetuda, que é jogada em um ambiente cheio de adolescentes (muito) ricos e hostis, com destaque para os F4, os quatro moleques que podem te colocar no céu a ou mandar par ao inferno de acordo com seus caprichos.  Acrescente-se aí uma série de tramas menores para empurrar o casal principal e temos Hana Yori Dango.  

Poderia ser novela adolescente argentina, por exemplo, sem nenhum problema.  Só não daria para ser Malhação, porque as tramas juvenis brasileiras tendem a ser muito indigentes mesmo.  Estabelecido isso, é a forma como a autora – Yoko Kamio – conduziu a trama que consagrou a série em seu formato mangá e a feliz escolha de um elenco de atores para a adaptação live action que multiplicou ainda mais o sucesso da obra.  Já houve adaptações na Coréia do Sul, China e Taiwan (*Formosa*).  Eu amo Hanadan.  Passemos agora para a tal adaptação americana...


Segundo o site do Crunchyroll – e há várias outras fontes, já que está todo mundo comentando mesmo – em junho passado um grupo de fãs, o Wazego Collective, lançou uma campanha de arrecadação de fundos via Kickstarter – site tipo vaquinha que tem obtido bons resultados em alguns casos – para a produção da adaptação americana.  Eles queriam 100 mil dólares, conseguiram pouco mais de 1% do valor.  Ainda assim, o estúdio WillKinn Media abriu uma página oficial e correu para anunciar o elenco do que seria a versão americana de Hana Yori Dango chamada Between Boys and Friends.  Um... Sinceramente?  Ainda não acredito que vá sair, ainda que, como pontuei lá em cima, não veja nenhum mistério em adaptar Hanadan, a questão é fazer a coisa funcionar.

Na página da WillKinn Media podemos ver a linha básica da história, que parece se inspirar um pouco  no filme animado de 1997.  Ao invés do colégio, temos uma faculdade de dança para jovens privilegiados em Bervely Hills (*onde mais?*).  Tsukushi Makino, nossa protagonista, se chamará Zoey e é a única personagem que não teve uma atriz escalada.  Veja a complicação, você escala todo mundo menos a protagonista... Bom sinal?  Sei, não... de resto, temos um elenco multirracial e há fotinhos de todos os atores e atrizes circulando por aí. O moço aí embaixo, Joseph Almani, será Liam Montgomery, ou o Tsukasa Domyouji da versão americana.  É isso.  Estou fazendo o dever de casa, afinal, o Shoujo Café precisa falar dessas coisas...


Se tiver interesse, dê uma olhada no site do Shoujocast e ouça os programas sobre Hana Yori Dango  (*1-2*) e Orgulho & Preconceito (*1-2*), porque foram dos melhores que fizemos.  Se aparecer mais alguma notícia sobre a tal adaptação, eu comento aqui. ;-)

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

Já foi escolhida a atriz que viverá a versão americana da Makino: http://www.dramafever.com/news/american-remake-of-boys-over-flowers-has-a-jan-di/
Agora, se o projeto vai seguir em frente e se será bom, já é outra questão...

Related Posts with Thumbnails