segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Adultização e Erotização Infantil ou a Pior Propaganda do Dia das Crianças de Todos os Tempos


Eu nunca tinha ouvido falar dessa grife de sapatos, a Courofino, mas jamais esquecerei da campanha nojenta que a empresa veiculou no Dia das Crianças.  Enfim, considera-se normal que crianças – meninos e meninas – imitem os adultos.  Faz parte do processo de aprendizado.  Daí, uma imagem recorrente na propaganda é a da menina (*Menino não pode, OK?*) com os sapatos, roupas, esmaltes e maquiagem da mãe.  


Há diversas discussões que podemos fazer em cima da perpetuação dos estereótipos de gênero, mas não é este o motivo do post.  A tal grife Courofino colocou no Facebook (*e já tirou*), e não sei se em outros lugares, uma campanha com uma menininha, pouco mais que um bebê, com pesado photoshop, fazendo poses sensuais.  Enfim, uma criaturinha erotizada e adultizada como se fosse a coisinha mais fofa do mundo.  E como encontrei três cartazes diferentes, trata-se de uma campanha mesmo.  E, detalhe importante, usando somente uma menina.  Até aonde pesquisei, a Courofino produz sapatos masculinos, também.


O que esse pessoal fez foi pegar algo visto como “bonitinho” pela maioria das pessoas, a menina imitando a mamãe, e juntou com a recorrente erotização do corpo feminino, sua objetificação para vender toda sorte de produto.  Resultado?  Essa campanha grotesca.  Fico satisfeita que a rejeição tenha sido em massa e que muita gente tenha denunciado.  O site da Courofino parece estar fora do ar, provavelmente, por excesso de acessos.  Agora, é espantoso – ou não, dado o machismo estrutural que permeia a nossa sociedade – que um publicitário tenha achado que tal campanha fosse de “bom gosto” e que os diretores da Courofino tenham aprovado.  Enfim, espero que tomem uma grande multa, já que parece que uma propaganda com esse teor é, sim, contra a lei.  Melhor ainda seria a rejeição dos produtos da empresa.  Eu nunca comprei nada deles, nem pretendo comprar.

GOSTOU?

9 pessoas comentaram:

Aqui no nordeste essa marca é bastante conhecida (sou de Fortaleza). Sou estudante de publicidade e propaganda e fiquei enojada com essa campanha. Uma das primeiras disciplinas no curso (pelo menos aqui na UFC) é justamente de Ética e moral na publicidade. Infelizmente, teremos mais um case nas aulas de como não fazer um anúncio.

Triste.

Chega a ser constrangedor porque você bate o olho e repara que ela está só de calcinha...a nudez dessa criança incomoda, e geralmente quando a gente vê uma criança nua nem repara, porque é normal e aceitável, e não erotizado. Realmente nojento.

Só com a 3ª imagemos pedofilos do platão poderam usar como 'desculpa' para o que fazem. "Vê? Foi ela quem me seduzi, por isso fiz o que fiz."

Às vezes pergunto-me o que vai na cabeça de algumas pessoas. No outro dia encontraram um potencial pedofilio que passava os dias a ver os perfeis de jovens meninas no Facebook. Como não dá para ver quem vistiou o nosso perfil, muito aproveitam-se disso. mas o pior é que muitos pais (sem ânimo de ofender ninguém) postem fotos dos filhos - emesmo dos bebés - sem pensarem se algum pedofilio irá vê-la.

Numa conferencia, a policia dos EUA disse que graças às novas tecnologias era possivel encontrar uma criança atravez da iluminação ou mesmo de uma simple sombra que possa haver lá (de edificios sobretudo). depois, ficam todos espantandos quando saem noticias que mais uma criança foi abusada sexualmente. É claro que foi, já que nós praticamente a expos. Por isso que não ponho fotos da minha irmã (8 anos) no Facebook. Todo o cuidado é pouco.

Desculpa se me desviei do tema do post. :/

Pior do que o publicitário e da empresa, que imaginaram e aprovaram essa campanha, são os pais dessa menina, que permitiram que a filha fosse exposta dessa forma. Estes também deveriam sofrer algum tipo de repreensão da Justiça, para aprenderem que a filha deles não é uma boneca de plástico.

Livia, concordo. Os pais deveriam ser responsabilizados, também. Conselho Tutelar deveria fazer uma visita.

Concordo que os pais deveriam ser responsabilizados. É de um mau gosto (para não citar os aspectos pesados da coisa toda) ofensivo. Tenho sobrinhas, vi todas elas brincando com as roupas ou sapatos das mães, maquiagens, etc, mas não da forma que aparece nesse material, MUITO MENOS alguma das minhas irmãs deixarem as filhas vestidas de tal forma diane de visitas, por exemplo...que tipo de pais deixam esse tipo de imagem das filhas circular na mão de qualquer um? Lamentável.
Inclusive, essa propaganda nojenta me lembrou uma outra situação,tambem envolvendo a moda (neste caso, a Alta Moda e a principal revista deste setor em Paris): Carine Roitfeld, na época editora-chefe da Vogue Paris, até saiu da revista - por um motivo que não ficou muito claro - depois de publicar um editorial de extremo mau gosto com crianças também:
http://www.fatorestilo.com/vogue-paris-publica-editorial-polemico-com-criancas/13027/

Francamente...Adulto é Adulto, Criança é Criança...

Depois vai achar ruim q a filha foi abusada.. vai entender essa sociedade..

Campanha NOJENTA. E ainda associa à prostituição infantil. Vergonha. Veja: https://pbs.twimg.com/media/BWrijyqIEAAK9Da.jpg:large

Related Posts with Thumbnails