sábado, 17 de janeiro de 2015

Taxas de suicídio no Japão mantém queda pelo quinto ano seguido


Ainda que o Japão tenha a maior taxa de suicídios  no mundo, o governo japonês soltou as estatísticas de 2014 e a taxa se mantém em queda.  Boas notícias, sem dúvida!  Foram 25.374 casos registrados e as razões listadas foram as seguintes:

Problemas de saúde (15,000)
Causa desconhecida (7,000-10,000)
Problemas Econômicos (5,000-8,000)
Problemas Familiares (4,000)
Problemas no Trabalho (2,000)
Problemas de Relacionamento (1,000)
Problemas  na Escola (400)
Outros (1,500)

Quando os números são desmembrados, temos 17.354 (68.4%) masculinos e 8.020 (31.6%) femininos.  No entanto, não é surpresa, por razões várias, todas de ordem sócio-cultural,as mulheres tendem a compensar os problemas de outras formas.  Da última vez que chequei, o único país com taxas de suicídio entre mulheres superiores às encontradas entre os homens era a China.  Segundo o Rocket News 24, minha fonte, somente em 1990 as duas taxas se aproximaram com 61,6% dos suicídios sendo masculinos

Há uma campanha do governo japonês para diminuir as ainda muito elevadas taxas de suicídio.  O ápice foi o ano de 2003, com 34.427, em 2007, ano de lançamento do programa de nove passos para prevenir o suicídio, houve 33.093 mortes.  O objetivo é diminuir em 20% as taxas a partir dos números de 2007 até 2017.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails