sábado, 21 de novembro de 2015

60 Anos de Nakayoshi em 60 Capas

1975, arte inconfundível de Machiko Satonaka.
Estamos comemorando os sessenta anos da revista Nakayoshi e a Kodansha lançou uma seção especial na sua página comemorativa.  Todas as capas das edições #1 com informações sobe os brindes que elas traziam estão lá.  É uma fonte muito rica de informação mesmo.  Há duas matérias sobre o site, uma no Comic Natalie e outra no ANN.

Edição #1 de 1955.
O ANN, por exemplo, destacou a questão do preço.  A edição #1 da revista em 1955 custava 110 ienes, já a última edição custa 580 ienes.

Primeira da seqüência de capas com mães e filhas, 1964.
É possível, acompanhar, também, a mudança no estilo da revista.  Nos seus primórdios ela tinha muito material escrito e menos mangá, tratava-se daquele momento de transição entre a revista literária, predominante até a Segunda Guerra e o novo formato que começa a amadurecer nos anos 1950.

Edição #1 de 1968, mangás da edição em destaque na capa.
Outra questão a pontuar é o tipo de capa.  As primeiras capas traziam sempre uma menina-modelo em trajes típicos.  Em 1964, começou uma seqüência de capas com mãe e filha, ou, pelo menos, é o que sugere.

1970, mangá na capa pela primeira vez.
A primeira capa a anunciar claramente os mangás na capa foi a edição de 1968 e as modelos sumiram na edição de 1970.

1972, agora já "parece" mangá.
Agora, as ilustrações com os olhões típicos que associamos aos shoujo e ao mangá em geral só em 1972.  A partir daí, é possível observar as transformações no estilo da arte.  

1982.
E vamos chegar, claro, nos grandes hits que todo mundo costuma conhecer, como Sailor Moon ((美少女戦士セーラームーン) e Card Captor Sakura ( (カードキャプターさくら).

1993.
Somente a partir do ano 2000 é que os brindes vêm exibidos na capa.  E, claro, as capas se tornam cada vez mais estreladas, coloridas e, diriam alguns, poluídas.

1997.
Enfim, se você seguir o Twitter comemorativo da revista (@nakayosi60th) e retwittar as capas concorrerá à prêmios especiais.  Haverá, também, a republicação de dez clássicos da Nakayoshi com possibilidade de leitura parcial on line, se entendi bem o CN.

2015.
O chato do site é que não dá, ou pelo menos não consegui, para clicar e salvar.  Tive que usar o Photoshop e dar print screen.  Fazer isso sessenta vezes é chato.  Vamos ver se eu consigo.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails