quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Vamos chamar o Chase, da Patrulha Canina!


Ontem, assaltaram meu pai por volta das 15h no Centro de São João de Meriti. Ele está bem, tinha acabado de deixar mamãe na igreja, mas colocaram arma na cabeça, o revistaram, enfim, e levaram o carro. Ao chegar em casa com mamãe, achei que tinha morrido alguém.  Mamãe estava bem impactada.  Aí, entra Júlia na história: “Cadê o carro do vovô?” “Levaram o carro dele”, diz minha mãe e começa a chorar.  “Ah, vovô, mamãe empresta o carro dela para você!” Todos se entreolham, meu carro está em Brasília.  “Se preocupa não, vovô.  Vamos lá buscar o Chase (*um dos cães da Patrulha Canina*), ele vai atrás dos bandidos e vai buscar o seu carro.”.  Todos riem.  Júlia conseguiu dar leveza a uma situação tão trágica, não pelo carro em si, mas pela violência mesmo.

Júlia foi pegar o cofrinho para dar para o vovô, ele poderia ajudar na compra de um carro novo, não poderia?  Mais tarde, ela ficou sabendo que sua cadeirinha e CDs tinham ido junto.  Quase chorou, mas para cada um que ligava para casa ela falava ao fundo “Levaram o carro do vovô, e minha cadeirinha e meus discos”.  Enfim, Júlia teve medo e pesadelos, mas, também, tiradas muito legais. Foi um dia ruim, com alguns pontos a se lembrar com carinho.  Filhinha estava lá para conferir certa ternura a uma cena tão desagradável, para dizer o mínimo.

Enfim, se você avistar um Grand Siena Vermelho, placa LSV6252, avisem a polícia. Se não retirarem, haverá uma cadeirinha preta e vermelha nele. Ainda temos esperança, mas o seguro foi acionado.  O carro foi o primeiro Zero Km que meu pai, mecânico, comprou na vida.  Estava quitado, pelo menos isso.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails