quinta-feira, 19 de março de 2020

Pochamani chega ao seu final no Japão

Pochamani  (ぽちゃまに), de  Hirama Kaname, é um dos raros mangás com uma protagonista acima do peso.  Faz muito tempo que eu comecei a ler o mangá, mas larguei.  Não consegui achar nem a resenha do início da série que eu fiz.  O resumo do começo da história é mais ou menos o seguinte: 

Mugi é uma garota gordinha com um espírito gentil e um sorriso bonito. Ela está confortável com seu peso, mas pensou que nunca teria a oportunidade de se apaixonar. Quando ela conhece Tagami, um garoto que é um "pochama", alguém que gosta de coisas macias e fofas, o amor tem uma chance de florescer, e Mugi percebe que se ama como é.


Lembro que quando comecei a ler o mangá me incomodou o fetiche do garoto que inclusive pressionava a namorada a comer.  Mas o mangá é tão simpatico, construído para que a gente se sinta bem, que eu torcia para que houvesse uma virada e o comportamento do rapaz mudasse um pouco.

Enfim, achava que o maná já estava terminado, mas ele simplesmente estava em hiato. O último volume, o #8, foi lançado três anos e meio depois do volume #7.  Demorou, mas há casos, claro, muito piores.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails