segunda-feira, 4 de maio de 2020

Mais um mangá sobre vingança de esposa traída, dessa vez, em formato para celular


O Comic Natalie trouxe um post sobre o mangá Immoral ni Fukushuu Wo (インモラルに復讐を) da mangá-ka Sakura.  O material é em formato Webtoon, este que é pensado para celular, e estreou no Japão agora, no Comico.  Não seria surpresa se fosse um manhwa, quadrinho coreano, que esteja sendo lançado no Japão.  De repente, tem até capítulos por aí.

Enfim, a história é a seguinte, uma mulher encontra o "homem da sua vida", seu chefe e ela aceita se casar com ele.  Cinco anos depois, ela está infeliz, porque o marido, que pouco faz sexo com ela, não mostra interesse em ter um filho.  Ela encontra umas amigas do tempo de colegial que a cobram sobre o assunto, ela precisa ser mãe, porque somente assim será uma mulher de verdade. Olhando os capítulos, acrescentaria que o marido parece ser muito grosso e insensível com a esposa, também.  Daí, ela descobre o óbvio (*pelo menos nesse tipo de série*): ele tem uma amante.  A esposa, então, decide iniciar uma vingança contra o marido e, se entendi bem, contra a amante.  Se duvidar, ela é uma pessoa próxima, mas isso não posso afirmar.  O primeiro capítulo está aberto aqui e dá para olhar mais um capítulo, também.

P.S.: Obrigada, Luiz por corrigir os meus erros e me dar informações que eu não tinha.

GOSTOU?

2 pessoas comentaram:

Acabei lendo os dois capítulos que você colocou e achei bem interessante. Na verdade, o marido era o chefe dela no serviço. Ela não vira dona de casa, não. Depois que os dois casam, ela troca de emprego e passa a trabalhar em um escritório que faz consultoria relacionada a impostos (antes os dois trabalhavam no departamento de contabilidade de uma empresa alimentícia).

No primeiro capítulo ela encontra duas amigas da época do colégio e as duas fazem pressão pra ela engravidar do marido porque só assim ela se tornará uma "mulher de verdade". Incrível como essas coisas são tão universais. A última vez que fui à cabeleireira antes da pandemia, ela estava comentando como havia sido chamada de ingrata pela própria mãe por não querer ter filhos. Enfim, voltando... Era para ir mais uma amiga, mas essa diz que não pode por causa do trabalho.

Eu achei que essa amiga ausente era a amante, mas não. Ela surge no segundo capítulo dizendo que não compareceu ao encontro justamente porque não gosta da pressão que as outras duas colocam em cima dela também para casar e ter filhos. Ela e a protagonista conversam sobre a vida sexual desta e a amiga diz para ela ir em um encontro com o marido para ver se assim eles conseguem voltar a ter interesse um pelo outro. Eles não transam há dois anos, pararam depois que ela disse que queria ter filhos e ele disse que não gostava de ir para cama pensando nisso por ser muita pressão.

O marido concorda em sair quando ela pede, no dia do aniversário de casamento dos dois. Mas depois de deixar a protagonista esperando por uma hora em um parque próximo ao serviço dele, ele manda uma mensagem falando que não pode ir. Ele está com a amante e deu um bolo na mulher porque era o aniversário "da outra". Nos dois capítulos não aparece nada, mas no Comic Natalie está escrito que a amante é subordinada dele. Chama Elena. O segundo capítulo termina aqui, com ele dizendo que a ama.

Ps: aprendi uma expressão curiosa para falar amante com o CN: 泥棒猫 (dorobô-neko). Gato ladrão, literalmente, que entra na casa dos outros e rouba comida. Em português seria a "destruidora de lares".

Poxa! Muito obrigada, Luiz! Essa istória de "gato ladrão" apareceu no tradutor e eu fiquei sem entender nada... "Será que eles tem gatos e na separação vão brigar por eles?" Ainda bem que não escrevi nada.

Related Posts with Thumbnails