terça-feira, 5 de dezembro de 2006

De Burgh Mangá




Comprei três volumes da saga De Burgh, O Lobo Domado (Taming the Wolf - Ookami wo Aishita Himegimi), O Anel de Noivado (The De Burgh Bride - Masei no Hanayome) e Coração de Guerreira (Robber Bride - Kishi to Onna Touzoku), e foram eles que chegaram, o último que saiu por lá, Um Lorde para Amar (My Lord De Burgh - Majo ni Sasageru Chikai) deve chegar em janeiro ou fevereiro.
Os livros da família De Burgh são de autoria de Deborah Simmons e todos foram lançados no Brasil... menos o último, na verdade, e a autora não terminou a saga ainda, faltam dois livros.

As histórias se passam na Inglaterra, século XIII, governo de Eduardo I, um dos melhores períodos para usar em romances de qualquer espécie. Os De Burgh são sete irmãos (Dunstan, Simon, Stephen, Geoffrey, Robin, Reynold e Nicholas), mas o pai deles, o Conde Campion. São histórias com romance, alguma aventura, um pouco de sexo e humor. Invariavelmente terminam com o casamento de um dos rapazes, a ponto de um dos irmãos começar a pensar que alguém enfeitiçou a família. Como os livros valem a pena, decidi comprar os mangás. E estou comentando com vocês.

Bem, aos comentários agora: não tive muito tempo para ver com calma, mas folheei os três volumes, o Lobo quase duas vezes e com mais vagar, e tive uma boa impressão geral. Os livros foram bem retratados, também pudera, usaram cerca de 250 páginas para cada um, tudo dividido em três capítulos grandes, assim, poucas cenas foram excluídas, e somente duas transições de cena no Anel de Noivado (*quando Elene e Geoffrey vão visitar o Lobo e Marion, a cena simplesmente pula para lá*) e no Coração de Guerreira (*o tempo que Bethia e Simon passam na cabana se resume a uma cena... quem leu o livro imagina qual e logo voltam para a mina*) deixaram realmente a desejar, mas de resto tudo flui bem. O Lobo Domado parece ter sido o melhor retratado em termos gerais.

O traço de Nanao Hidaka, a desenhista de quase tudo da Simmons que saiu em quadrinho no Japão, é mediano, se ela fosse melhor desenhista o resultado geral seria excepcional. Dos três, o Lobo parece ser o mais bem desenhado seguido de Coração de Guerreira, já em O Anel de Noivado, a arte fica muito fraca às vezes. É pena, de todos os livros, acho que é o mais gosto. Geoffrey não é retratado tão bonito quanto deveria, Simon e o Lobo estão muito melhor, em especial Simon que nos livros era descrito como o menos bonito dos irmãos. Os outros rapazes aparecem rápido e só Stephen, que é o mais belo da ninhada, além de garanhão, preguiçoso e quase alcólatra, tem algum destaque, só que parece saído de um mangá yaoi dos mais lascivos.

Já a Elene da capa do mangá é muito diferente da que aparece no interior, onde ela fica estranhamento "parecida" com a Marion em alguns momentos. Fora que seu cabelo deveria ser bem mais longo... E isso é coisa que em mangá é normal fazer, não sei porque a autora encurtou os cabelos da mocinha. As imagens coloridas ficaram muito, muito boas, é um dos pontos altos do volume. Espero agora pelo Um Lorde para Amar, pois este foi dividido em dois volumes... Se seguir o modelo, teremos cerca de 500 páginas de quadrinho. Não sei se há para tanto, talvez os volumes sejam mais finos.

Agora a minha dúvida: Por que a Harlequin lança material inferior nos EUA quando poderia lançar este tipo de mangá Harlequin? No Competition e Holding on to Alex - este com uma desenhista muito boa - são fracos, fraquíssimos comparados com a adaptação dos livros da Deborah Simmons. Parece estranho, pois são escolhas, em especial o No Competition da coleção ginger que podem afastar o público mais velho, porque o material é água com áçucar demais. Para se ter uma idéia, o material que sai nos EUA tem em média 100 páginas, o que obriga muita coisa dos livros originais a sr descartada, e tem um preço similar aos dos mangás lançados por lá, mesmo sendo bem mais finos. Já vi fãs e resenhas reclamando disso. Já os De Burgh têm em média 254 páginas divididas em três capítulos, cerca de 1/4 ou 1/3 dessas páginas são coloridas e o resto em tinta púrpura, padrão seguido nas impressoes feitas nos EUA, que são desta cor ou rosa. Só a aparência já é "luxuosa" comparada com volumes bunko comuns, pois estes normalmente não trazem ilustrtações coloridas e quando o fazem, são bem poucas.

Enfim, queria muito poder ler esse material em inglês ou português, afinal, nem furigana tem para ajudar na leitura, muito embora eu conheça todas as cenas. Iria ficar caro, ou teria que ser dividido ao meio, mas vale a pena. Só de olhar gente sabe. Fiz alguns scans com muita pena de magoar os mangás, só do Coração de Guerreira por enquanto e para baixar, é só clicar aqui. Quando tiver mais tempo, faço scans dos outros.

GOSTOU?

5 pessoas comentaram:

pelo amor de DEUS
quem tiver esses mangas entre em contato comigo
ou souber aonde eu posso comprar
serenaluabranca@yahoo.com.br

Serena, não precisa tomar o nome de Deus em vão. ^_^ Os mangás são meus, comprei na Fonomag, tem o endereço no blog. É preciso encomendar e estão em japonês. Eu não resenhei mais, mas já tenho Um Lorde para Amar e A Noviça De Burgh em mangá. Não sei se tem Uma Visitante Inesperada nesse formato. Eu fiz alguns scans dos volumes, nada muito bom, porque corria o risco de detonar meus mangás. Se quiser baixar, eles estão aqui: http://www.shoujohouse.clubedohost.com/Harlequin

hunão consegui abaixar os volumes
* pc desgraçadooooooooooo sniff snifff*
tem como me passar o endereço do site aonde eu possa compra-los?
só que eu não tenho dolares...
tem como ser em reais?

A livraria é brasileira. Tudo é pago em reais. eu estou conversando com seu irmão no Orkut. Você faz parte da comunidade "Clube do Lobo Domado"?

Onde econtro esses mangas do irmãos de burgh ?? Podem ser em ebooks ou livrinhos ,quem souber por favor me ajudem meu email é fla-oliveira18@hotmail.com . Obrigada

Related Posts with Thumbnails