sábado, 3 de abril de 2010

Newsrama entrevista a roteirista do comics de Razão & Sensibilidade



O site Newsrama publicou uma entrevista com Nancy Butler, escritora da versão em quadrinhos da Marvel de Razão & Sensibilidade (Sense & Sensibility). Não vou traduzir, mas comentarei algumas coisas. Poderia passar, claro, sem a ponte entre o livro de Austen e a série Crepúsculo, mas hoje isso é quase impossível. Sabiam que existe uma edição de Morro dos ventos Uivantes com a camadinha na capa “Livro favorito das personagens de Crepúsculo”? Amazing! Mas se isso ajudar o pessoal a ampliar seus horizontes, está valendo...

Enfim, Nancy Butler também escreveu a versão (podremente desenhada) de Orgulho & Preconceito e diz na abertura da entrevista que ela foi um grande sucesso e ficou por 13 semanas entre os mais vendidos da lista de Graphic Novels do New York Times. Segundo a autora, o quadrinho ajudou a reavivar as vendas do livro original... Um... Estou acreditando nisso! O&P precisou da Marvel para vender mais. Logo este livro da Austen... Logo em seguida a própria autora diz que em qualquer pesquisa do Dia dos Namorados Orgulho & Preconceito aparece em número #1 e, também, nas pesquisas do livro mais romântico em língua inglesa é o mesmo. Agradeçam, claro, ao Colin Firth, ao Matthew Macfadyen e ao Elliot Cowan, que ajudaram em excelentes adaptações, a manter o livro em evidência nas últimas duas décadas. O quadrinho da Marvel? Me poupe!

A autora pontua logo em seguida as dificuldades em condensar o texto de Austen em formato quadrinho. É algo muito complicado, realmente, e exige muito talento da roteirista. Como o ilustrador é o Sonny Liew, talvez eu arrisque comprar. Em seguida, a roteirista e o entrevistador dizem ter lido o livro várias vezes e comentam como colocar em quadrinhos Elinor se apaixonando por Edward sem saber e só confessando isso lá pela página 300. É trabalho duro! Por isso, estou doida pelo mangá, a Ohzora tem que lançar isso logo!!!!!!

Agora, chamar o filme com a Emma Thompson de recente? O filme é de 1995! A roteirista critica o filme por cortar cenas e refazer diálogos deixando algumas partes sem sentido. De novo, adaptar não é um trabalho muito simples, aliás, longe disso, e criticar o trabalho alheio deveria levar isso em conta. De resto, ela prefere o filme de Orgulho & Preconceito. Nenhuma menção às séries da BBC, por exemplo. Em seguida, ela acerta, na minha opinião, ao estabelecer que Razão & Sensibilidade não é um livro romântico, mas sobre o relacionamento entre duas irmãs. O afeto que as une, a necessidade de tentarem compreender uma a outra.

Parte favorita da entrevista: ela elogia o Sonny Liew dizendo que ele tem “feeling” para retratar a Regência, enquanto o sujeito que desenhou Orgulho & Preconceito é um artista convencional (e ruim) de comics, com homens musculosos e mulheres ousadas. Já Liew deve agradar às fãs de Austen. Ela fala de como as amostras da arte de Liew estão distribuídas em vários sites de fãs de Austen e sendo elogiadas (*eu fiz isso aqui no Shoujo Café*), além de ele ter muitos fãs de seu trabalho.

Depois ela fala que a recepção dos fãs aos livros de Austen em formato comics pela Marvel foi boa, após um susto inicial quando a notícia se espalhou. Ela termina ressaltando (o óbvio) que as pessoas não esperem pelo livro fielmente, mas por uma adaptação para os quadrinhos. Enfim, serão 5 volumes finos, um a mais que no caso de Orgulho & Preconceito. O lançamento é para maio e, pelo que eu vi da arte, vale uma olhadinha, sim.

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

Encantadora!!! *w*
Gracias por esta nota.
No sabía que ambas novelas de Austen tenían versiones cómic por Marvel, o que Harlequin en Japón las hubiese llevado al manga.

Saludos.

Related Posts with Thumbnails