terça-feira, 7 de maio de 2013

População infantil cai ao seu mínimo histórico no Japão



Segundo o site IPC Digital, a porcentagem de jovens até 14 anos atingiu a mais baixa proporção dentro da população japonesa desde que começaram a registrar esses dados.  Segundo a nota, essa parcela da população soma hoje 16,49 milhões de pessoas, representando 12,9% da população total.  A prefeitura com a maior porcentagem de crianças em sua população é Okinawa (17,6%) e a com a menor é a de Akita (11,1%).  A população japonesa, segundo dados de julho do ano passado, é de 127.368.088 de pessoas.   Entre os países com mais de 40 milhões de habitantes o Japão é o que tem o menor número de crianças.  


Bem, fui atrás aqui no blog dos meus posts registrando questões referentes à natalidade japonesa.  O último que achei (*o tempo voa!*) foi de 2009 e apontava para um crescimento pelo terceiro ano consecutivo, na época, estava em 1,37 filhos por mulher. Fui atrás de dados do ano passado e achei.  Temos o seguinte quadro: entre 2005, ponto mais baixo com 1,26%, e 2012, com 1,39, há o registro de um aumento sólido, ainda que discreto, da proporção de filhos por mulher.  No entanto, a mortalidade continua superando a natalidade.  São 9,15 mortos por mil pessoas, enquanto os nascimentos ficaram na casa de 8,39 por 1000 pessoas.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails