terça-feira, 30 de dezembro de 2014

E se Oscar e André se casassem? Riyoko Ikeda desenha essa história para as fãs japonesas


Uma das coisas que muito me alegra é ver que a Rosa de Versalhes  (ベルサイユのばら) está sempre aparecendo em diferentes sites de notícias sobre o Japão e/ou japoneses.  É uma demonstração da importância da série.  Foi interessante ver novos gaiden publicados na Margaret, isso reaviva a minha esperança de ver uma nova série animada seguindo moldes semelhantes ao de Yamato.  Só que o forte da Rosa no Jpão nunca foi animação, mas mangá e Takarazuka.  Enfim, este post é para comentar uma historinha alternativa feita por Ikeda para a revista de noivas chamada Zexy.  

O Rocket News 24, que deve ter entre seus redatores e redatoras um ou mais fã extremado da série de Riyoko Ikeda, fez uma ampla cobertura do “casamento” de Oscar e André.  Impossível, para mim, não considerar uma brincadeirinha, já que não faz sentido nenhum imaginar os dois casando, ainda mais seguindo os procedimentos do mundo moderno.  Segundo o RN24, trata-se de uma espécie de folheto didático cobrindo tudo o que os noivos precisam fazer para que as coisas funcionem bem neste dia que é um dos mais importantes da vida da maioria e um dos mais estressantes, também.


Primeiro, o RN24 explica que a tal revista Zexy (*Que nome...*) é um calhamaço enorme, um guia completo sobre casamentos no Japão.  Ikeda fez uma ilustração especial para a capa do booklet da Rosa de Versalhes.  Ao contrário dos gaiden da Margaret, ela não tenta combinar o seu traço clássico com o atual, parece o seu estilo mais contemporâneo mesmo.

Em seguida, o site diz que a historinha do casamento de André e Oscar tem 18 páginas com dicas úteis dadas pelos especialistas da revista e por leitoras que passaram pela situação. Coisas do tipo “reserve hora no salão e no spa com grande antecedência.  


O título – tradução da tradução aqui – seria “A Rosa de Versalhes Amor e Drama ~Manual de  Preparação para o Casamento~".  O RN24 comenta que não se trata de uma história regular, não há muito desenvolvimento, é a parte manual com o bônus de ver Oscar, André e outras personagens em ação e em belas, para quem curte o traço atual de Ikeda, ilustrações.

É um material para fãs, sem dúvida, mas não sei se é algo que os aficionados pela Rosa de Versalhes sonhem em ver.  Oscar e André não se casam oficialmente no final da história e isso é importante para o desenrolar do drama.  Eu até os considero casados, afinal, seu amor foi consumado, mas essa coisas de cerimônia, papel, família e bolo não rola nos meus sonhos.


Falando na Rosa de Versalhes, ainda há tempo de concorrer ao calendário.  É só seguir os passos descritos no post que está em evidência aí em cima.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails