sábado, 5 de dezembro de 2015

Fruits Basket terá relançamento nos EUA


A Yen Press anunciou três mangás de Natsuki Takaya nos EUA, Hoshi wa Utau (星は歌う), com o nome de Twinkle Stars (*aqui, no Brasil, a Panini deu o nome de As Estrelas Cantam*); Liselotte to Majo no Mori (リーゼロッテと魔女の森), que está em hiato e se chamará Liselotte & Witch's Forest; e o relançamento de Fruits Basket (フルーツバスケット), que deve ter feito muita gente por lá soltar fogos.  Conforme diz o ANN,  será mantido o formato original de 23 volumes, lançados mensalmente, a partir de junho de 2016.  

Fruits Basket foi publicado nos EUA pela Tokyopop entre 2004 e 2009 com um sucesso sem precedentes.  Foi, talvez, o maior responsável pelo boom dos mangás entre o público feminino por lá.  Aqui, no Brasil, a série foi publicada depois que uma campanha dos fãs, que enviaram cartas físicas para a JBC, comoveram a editora.  Fruits Basket foi o primeiro mangá da JBC com distribuição nacional e há quem defenda um relançamento.  Não se sabe, no entanto, se as vendagens de Furuba por aqui foram condizentes com a força da campanha, ou se atingiram aquilo que a editora esperava, afinal, vendagens não são reveladas pelas editoras brasileiras salvo se atingirem níveis estratosféricos, caso de Dragon Ball ( ラゴンボール), por exemplo.



GOSTOU?

4 pessoas comentaram:

Eu acabei não comprando Furuba na época (não sei porque, não me atraiu o olhar). Depois, cheguei a encontrar ele completo, todos os 23 volumes, mas o preço de mais de 200 reais, me afastou (se bem que eu já gastei até mais que isso comprando coisas na Amazon). Ainda é possível encontrar pra comprar no Mercado Livre a coleção toda, mas provavelmente usada.
Não sei se um relançamento por aqui teria público, mas eu compraria na certa.
Se um dia me deparar com uma oferta irresistível, talvez eu acabe comprando.

Olha, uma garota lá da Campanha Mais Shoujos no Brasil fez algumas perguntas à Jbc sobre demografia ou sobre os mangás em geral para um trabalho. Ao questionar sobre alguns titulos, afirmaram que Fruits Basket vendeu muito bem para a época. Agora Nana foi bem normal, nada extraordinário mesmo sendo tão popular no Japão. Eu acho que é um dos titulos da Jbc que mais merece um nova edição, francamente falando. Séria uma ótima opção para substituir Orange quando ele acabar.

Mauricio, 200,00 pela coleção é um preço bem bom! levando em conta que são 23 volumes por 9,90 cada, acaba saindo barato. E tem gente que tem coleções bem inteirinhas.

Só para atualizar, passei na loja da Comix hoje e não tinha a coleção de Fruits Basket pra comprar, somente alguns volumes avulsos, nem perto de completar a coleção.
Mas dei uma folheada e entendi que o que me incomodou na época (e persiste hoje) é a arte. Pra mim, a Takaya melhorou bastante (tanto que comprei "As Estrelas Cantam"), mas a arte dela no Fruits Basket me incomoda muito. As capas dessa edição da JBC então, são muito feias.
Mas fala-se muito bem da série, então, vou pelo menos tentar ler em scan, ou se pintar alguma pechincha.
Sei que estou sendo pão-duro, mas tem muita coisa que eu quero comprar e pouco dinheiro sobrando (sem falar de lugar pra guardar).
Pra meu desgosto, vi algumas séries que eu não comprei na época em banca e que agora estão em pacote completo por R$ 1.000,00 (isso mesmo: MIL REAIS). O primeiro volume a R$ 100,00. Desse jeito não dá nem pra sonhar.

Related Posts with Thumbnails