quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Tokyo Comic-Con proíbe homens de se vestirem como personagens femininas

Rapazes arrasando no crossplay.  (*Mais fotos*) 
Em 2013, a Prefeitura de Osaka proibiu homens - e somente eles - de se vestirem como personagens femininas em um grande evento de anime e mangá na cidade.  Não sabe o que é "crossplaying"?  Veja este post aqui.  OK.  Deu uma confusão dos infernos, acusação de preconceito, transfobia, inconstitucionalidade e o diabo.  Recuaram.  Agora, a mesma proibição esdrúxula aparece na Tokyo Comic-Con.  Daí, vamos explicar a primeira coisinha: quem está promovendo o evento são americanos.

A Tokyo Comic-Con é uma novidade com o intuito de promover produtos norte americanos - os filmes da Marvel, por exemplo - entre os japoneses.  Stan Lee estará presente, inclusive. Quem promove o mega evento é o pessoal que organiza a San Diego  Comic-Con.  Não é coisa dos japoneses.  Foi uma surpresa, a tal proibição, especialmente, quando no evento original, não existem tais limitações.  Para provar, se é que alguém duvida, o povo do Rocket News 24 postou foto do seu repórter no SDCC usando fantasia de Sailor Vênus.

Repórter do RN24.
Enfim, repito, os japoneses não tem parte nessa papagaiada e, espero eu, a coisa seja revertida nos próximos dias, assim como ocorreu em Osaka.  Houve outro caso, pessoal? Allgum que eu não tenha ficado sabendo? De qualquer forma, essas proibições transfóbicas, porque parece que no fundo, no fundo, o medo, o problema é o banheiro, precisam ser ridicularizadas, derrubadas judicialmente, para que o povo comece a pensar 15 vezes antes de colocar por escrito essas bobagens.

P.S.: No dia 27/10, depois de muitas pedradas, eles voltaram atrás.  Leia mais, aqui.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails