domingo, 20 de novembro de 2016

O que significa ser chamado de yankii nos animes e mangás?

Garotas yankii
Por algum motivo, o post sobre a menina discriminada por ser loura acabou chamando a atenção e é o mais visitado da semana aqui no blog.  Enfim, pessoal, a maioria absoluta dos japoneses não é loura, quer dizer, não naturalmente.  Casos de exceção devem existir, anos atrás, passei por uma notícia de uma garota que foi obrigada pela escola a tingir seus cabelos, porque eles eram naturalmente ruivos e, bem, para a escola isso ia contra as regras da instituição.   Há uma série famosa, Juuni Kokuki (十二国記), Twelve Kingdons, em que a protagonista do anime era discriminada por ser ruiva.  

Em Peach Girl  (ピーチガール), a personagem é loura e que ficava facilmente queimada de sol, morena, isso, à época, fazia com que a menina fosse discriminada, porque era época das Gals (*neste caso, ela era associada às ganguro*) e, em muitos casos, à prostituição, para conseguir recursos para pagar o bronzeamento artificial e outros produtos da moda.  Em Super Gals!  Kotobuki Ran  (超ギャルズ!寿蘭), a autora fez até campanha alertando sobre isso.

Peach Girl
O fato é que em uma sociedade muito homogênea, o diferente se destaca.   Agora, a gíria yankee em japonês tem um ponto de origem e eu encontrei um artigo do Japan Times falando disso.   Segundo a autora do texto, a gíria surgiu faz 40 anos (*50, agora, já que o texto é de 2002*), e estava associada aos adolescentes e jovens japoneses que queriam imitar as estrelas do cinema americano e do rock ‘n’ roll.  Tingiam o cabelo de louro, usavam topetes e coisa e tal.  Com o tempo, no entanto, desenvolveu-se toda uma subcultura juvenil que juntou outras características ao visual.  Muito forte nos anos 1980, ser yankee passou a ser associado às gangues de motoqueiros, sujeitos que abandonam a escola, fumam demais e casam cedo (sokon). 

Segundo a autora, normalmente um/a jovem se torna yankii por volta dos 14 anos e se insere em uma rígida hierarquia dentro da gangue, descolore ou pinta o cabelo de louro, alguns meninos e meninas raspam as sobrancelhas, os meninos usam muito gel no cabelo (anpan), passa a usar uniforme customizado.  Lembram da Arisa de Fruits Basket (フルーツバスケット)?  Esse é o visual.  Os yankii costumam fumar muito, normalmente, dividindo o mesmo cigarro (moku), não raro no terraço da escola (okujo).  Os mais jovens devem falar com seu senpai usando de linguagem polida (keigo) e seu código de honra se baseia em três pilares: konjyo (coragem), seii (sinceridade) e nyukon (dedicação extrema).  A autora brinca dizendo que com esse tipo de atitude, não é estranho que muitos yankii cresçam para se tornar sujeitos de direita.  Ela diz, também que não se deve confundirm yankii com hikikomori, mas tanto um, quanto outro, comportamento faz os pais chorarem (oya o nakaseru).


Exemplo de Fruits Basket
E, como coloquei lá em cima, espera-se que os yankii abandonem a escola e se casem cedo.  Não raro, nas cerimônias tradicionais de maioridade, rapazes e moças yankii apareçam já levando um ou dois filhos. A autora brinca dizendo que enquanto muita gente reclama no Japão que os homens e mulheres não querem se casar, os yankii nunca têm esse problema. Há uma gíria para as jovens mães yankii, yan-mama.  Eu tinha visto essa gíria antes em um artigo sobre um mangá josei sobre a cultura das mães de parquinho (*o ritual diário de levar os bebês e crianças pequenas para passear e todas as interações sociais decorrentes*) e que a mãe yankii era discriminada pelas outras mulheres e acaba fazendo amizade com outra mãe marginalizada, a que tinha tido seu primeiro filho depois dos 40 anos.  Era um mangá do final dos anos 1980, início dos 1990.

De resto, tropecei em um outro artigo, do site Kotaku, falando de "yanki zuwari" (ヤンキー座り), isto é, sentar como um yankii.  Agora, vejam bem, essa forma de se sentar dos rapazes de gangue é considerada agressiva e mal educada – ou era, nos anos 1970 e 1980 – porque é a posição típica usada nos banheiros japoneses para defecar.  Obviamente, pelo menos para mim, é que ao assumir essa posição em público enquanto dividiam o cigarro, os jovens delinquentes queriam chocar os mais velhos.  E, bem, deviam conseguir.  A pose é vista com frequência em animes, mangás, games e outros produtos japoneses, sendo, também, reproduzida por celebridades, já que acabou entrando para a cultura popular mesmo.


Yanki zuwari
É isso.  Um artigo cultural rápido para marcar este domingo.  Espero que, agora, esteja claro o motivo da associação de cabelo louro, em um japonês, com delinquência juvenil.  Também sugiro a leitura de um post antigo chamado Os Japoneses não preferem as loiras.  Se der, publico mais alguma coisa.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails