quinta-feira, 22 de junho de 2017

Seis animes que foram custeados pelos fãs


O  Goboiano, que é um site especializado em listas, trouxe uma matéria interessante sobre seis vezes que os fãs patrocinaram um anime.  O nome do processo é Crowdfunding e há vários sites que possibilitam esse tipo de coisa, no exterior, o mais famoso é o Kickstarter; aqui, no Brasil, temos o Catarse, o Vaquinha e, certamente, outros que eu não lembro.  De qualquer maneira, é sempre legal descobrir que um grupo de fãs conseguiu levar adiante um projeto como esse e há casos notáveis, eu me surpreendi.  Os seis listados são:


1. In This Corner of the World (この世界の片隅に, Kono Sekai no Katasumi ni): não fazia idéia, descobrir que este longa metragem premiado tinha sido bancado pelos fãs foi surpreendente.  A história se passa durante a Segunda Guerra Mundial.  O filme entrou em produção em 2012, mas faltava dinheiro, e o patrocínio dos fãs veio em 2015.  Os fãs conseguiram levantar 39 milhões de ienes (U$349,575).  Os custos finais do filme foram de 250 milhões de ienes  (U$2.2 milhões) e lucrou 2.5 bilhões de ienes (U$22.5 milhões).  O longa terminou superando o hit Your Name e levou vários prêmios Yokohama Film Festival, Kinema Junpo, Tokyo Sports Film Award, e o Japan Academy Prize.


2. Under the Dog (アンダー・ザ・ドッグ): O projeto começou no final dos anos 1990 sob a responsabilidade de Jirou Ishii e deveria ser uma série de 26 episódios.  Isso nunca aconteceu, mas em 2016, graças ao apoio dos fãs, que levantaram quase 900 mil dólares, foi feito um OVA de 38 minutos.  A história pode ser interessante: Neo Tokyo (*OK, isso é repetição*), 2015, um terrível ataque terrorista marcou com tragédia a Olimpíada de Tokyo de 2020.  Por conta disso, a ONU (*isso não faz sentido*) montou um grupo de anti-terrorista formado por adolescentes com poderes especiais (*sempre adolescentes, clichê*) para impedir novos ataques.  Só que os jovens são forçados a participar do projeto, porque caso desistam serão mortos com suas famílias, que tiveram bombas instaladas em suas cabeças.  Bem, bem, em Sukeban Deka, ou ela ajudava a polícia ou matariam sua mãe.  Não há muita novidade.


3. Gakuen Handsome (学園ハンサム): Começou como um projeto de um grupo de estudantes universitários no Nico Nico Festival.  Ele passou despercebido até que um dos membros do grupo subiu um trailer para o Nionico Douga.  Virou um sucesso e os fãs levantaram 6.92 milhões de ienes (U$62,023).  Já teve visual novel e OAV, além de várias paródias yaoi. No fim das contas, foi produzida uma série com 12 episódios de 3 minutos.  O traço é bem, quer dizer, alternativo.


4. Mayoiga (迷家-マヨイガ): Série sobre um grupo de 30 pessoas que parte em um ônibus para uma vila chamada Nanaki, um lugar utópico, onde poderão esquecer seus problemas.  Se entendi bem o Goboiano, faltou dinheiro e a produção recorreu aos fãs.  Um total de 10.96 milhões de ienes (U$98,238)  foi levantado e a produção dos 12 episódios conseguiu ser terminada.  Um mangá e uma light novel derivaram sessa série.


5. Little Witch Academia: The Enchanted Parade (リトルウィッチアカデミア 魔法仕掛けのパレード): Hoje, uma franquia de sucesso, Little Witch Academia começou com um curta em 2013.  Ele fez sucesso e a produção recorreu aos fãs para uma continuação.  Foram levantados U$625,518 e o Segundo curta foi produzido.  O interesse fez com que a Little Witch Academia se tornasse uma séire de TV, fora outros produtos.


 6. Kick-Heart: Curta-metragem de 2013 de Masaaki Yuasa conta a história de amor de uma freira e um lutador profissional.  É conhecido como o primeiro projeto no Kickstarter feito direto do Japão.  O Goboiano não dá dados de quanto levantaram, nem eu consegui achar informações na internet. 

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails