terça-feira, 13 de março de 2018

A Rosa de Versalhes: a edição que espero que não seja a da JBC


Ontem, tive um desentendimento com uma moça no Facebook e decidi que tinha que começar cedo com os posts sobre A Rosa de Versalhes (ベルサイユのばら).  Resumindo, ela me acusou de estar espalhando boatos em relação ao lançamento da JBC, porque eu disse acreditar que a editora optaria pela edição em 5 volumes.  Ela também disse que A Rosa de Versalhes estava em hiato.  Não sei de onde saiu essa história de hiato, mas, enfim, não será um post longo. 

Volume 1: 960 páginas.
Se vocês forem procurar informação, descobrirão que Berubara foi publicado entre 1972 e 1974 contando com 10 volumes normais.  O décimo volume já tem um gaiden, uma história de vampiros, inspirada na lenda de Elizabeth Bathory, e contando com a participação da sobrinha de Oscar LouLou, que é um diabrete e uma criaturinha totalmente cartunesca.  Entre 1984-85, quando da republicação do mangá, Ikeda lançou novos gaiden que, na Itália, foram apelidados de "Histórias Góticas".  Em 2013, Ikeda começou a lançar novos gaiden.  Não parou mais.  As coletâneas dessas novas histórias seguiram a numeração do mangá e, no dia 23 de março, teremos o volume #14.  Não acredito que a JBC lance esses novos gaiden, nem acho necessário.  

Volume 2: 912 páginas.
Olha, coloquei no título "a edição que espero que não seja da da JBC", porque dentre todas as opções de publicação, isto é, no formato original em 10 volumes, em cinco volumes, que é o formato da minha edição italiana (*falar das edições italianas, exige um post a parte*) e o formato que foi prometido nos EUA (*e ainda não saiu*), há ainda outra opção, que é a edição de luxo em 2 volumes, 3 com os gaiden antigos.  Foi esta, linda, grandona, com ilustrações coloridas, que saiu na França.  De todas as possibilidades, espero que não seja a escolhida, porque será cara e difícil de carregar.  Se um dia tiver recursos para queimar e/ou for até a França, eu tento comprar.  Agora, eu aposto que a edição da JBC será em 5 volumes, mas é aposta, não certeza.

Volume 3: 364 páginas.
Eu não tenho informações privilegiadas de fonte alguma.  O Shoujo Café é um site independente e que só publica  que eu acredito ser interessante e que está dentro das minhas condições de produção.  Usar verbos como "achar" e "acreditar" não me torna uma passadora de boatos.  Talvez, com a publicação da Rosa de Versalhes, vocês encontrem sites que tragam mais informação que o Shoujo Café, agora, não acreditem, porque não procede, que A Rosa é um mangá em hiato desde os anos 1970.  Riyoko Ikeda, ao contrário de alguns mangá-kas que tem grande sucesso avassalador na carreira, nunca parou de produzir e está ativa até hoje, escrevendo, desenhando, dirigindo óperas e cantando.  De resto, não sou dona da obra, nem funcionária da JBC, nem, provavelmente, a maios conhecedora de Lady Oscar no Brasil.  Aliás, minhas primeiras leituras sobre a Rosa começaram em um site que pertencia à jornalista Sandra Monte, ela criou a primeira página da Rosa de Versalhes no Brasil.  Agora, eu conheço bastante da série e não vou ver informação errada sendo passada e ficar olhando a pessoa passar por entendida.

GOSTOU?

4 pessoas comentaram:

Eu tenho essa edição francesa e entendo seu ponto de vista. É um material bonito, must-have para qualquer fã, mas é pesado e cansativo de manusear :( Na França sai por uns 20 e poucos euros, média de uns 90 reais, ou seja, ficaria realmente caro aqui. Também torço que venha a edição de 5 e com um bom tratamento :)

Eu li pela edição francesa. É uma edição bonita, mas desconfortável e também frágil. Sinceramente, preferia que “Versailles no Bara” chegasse por aqui pela quantidade dos volumes originais ou edição dupla, e com tratamento impecável.
Beijos, Valéria!

E vai ser mesmo em 5 volumes ao que parece. O Del grecco disse (ou deixou escapar) no henshin online de ontem (30/3)

Eu li pela versão espanhola e não gostei muito - a edição era até bem-feita, mas foi publicado em formato de "pocket book", ou seja, o mangá era minúsculo em tamanho. Eu não sei qual edição a JBC vai escolher, mas se tiver um tamanho maior do que a edição espanhola, com certeza eu compro.

Related Posts with Thumbnails