terça-feira, 9 de outubro de 2018

Dorama com temática BL ganha versão mangá na revista Be Love


Normalmente, a gente fala de mangás que viram dorama, acho que á a primeira vez em tantos anos de Shoujo Café em que eu vejo o inverso, um dorama sendo transformado em quadrinho.  O dorama, neste caso, chama-se Ossan's Love (おっさんずラブ), que foi ao ar entre  21 de abril e 2 de junho deste ano.  Ele estreia na Be Love na edição de 1 de novembro.  A sinopse no Asian Wiki é a seguinte:
Soichi Haruta (Kei Tanaka) é solteiro de 33 anos e trabalha em um escritório imobiliário. Ele quer se casar, mas não é popular com mulheres. Soichi Haruta tem uma vida confortável vivendo com sua mãe. Um dia, sua mãe sai de casa e diz para ele se tornar independente. Soichi tem dificuldade em viver sozinho. Ele não sabe fazer coisas simples como cozinhar ou lavar roupa. Ele passa, então, a dividir seu apartamento com Ryota Maki (Kento Hayashi). Ryota foi enviado da matriz para trabalhar no escritório imobiliário onde Soichi trabalha. Ao contrário de Soichi Haruta, Ryota é ótimo nas prendas domésticas, para o alívio do protagonista.  Enquanto isso, Musashi Kurosawa (Kotaro Yoshida), superior de Soichi no trabalho, é gay e confessa seus sentimentos por Soichi . Ryota também conta a Soichi que tem sentimentos por ele. Soichi é totalmente hetero e seus dias pacíficos estão completamente arruinados.
Definitivamente, isso pode ser interessante. Estavam postando muita coisa no Twitter e a notícia da série veio do Comic Natalie.  Um trechinho do dorama está aí embaixo, ele foi todo legendado e encontrei tudo com legendas em inglês, talvez tenha em português.  Só liberaram uma imagem do mangá até agora e não consegui descobrir quem vai ser responsável pelo mangá.


GOSTOU?

3 pessoas comentaram:

Ah, que ótimo! Eu estou viciado nessa história! Na verdade, o dorama também é produto derivado. O original é um filme de 2016. Quer dizer, eles chamam de 単発ドラマ (tanpatsu dorama), ou seja, dorama de um único episódio. Eu assisti e achei divertidíssimo. A comédia é aquela coisa bem escrachada estilo Nodame Cantabile, sabe? Os atores que fazem o protagonista e o chefe dele são muito, muito engraçados. No dorama mais longo eles desenvolvem melhor algumas questões. Por exemplo, o chefe é casado, mas enquanto no filme ele só comenta que se divorciou, no dorama desenvolvem toda essa parte da história. E o coitado do protagonista que só está fugindo do chefe se enrolando com a mulher deste.

Gostei tanto da história que comprei até o livro oficial do dorama. O ator principal, Tanaka Kei, comenta algumas coisas interessantes, como ter ensaiado a cena final do dorama em segredo, porque teve receio de que ela pudesse ser cortada.

Enfim, recomendadíssimo. É bem fácil de assistir legendado em português tanto para assistir online quanto para baixar. Espero que cada vez mais doramas japoneses tenham a coragem de colocar personagens gays. :D

Olhei no link da Be Love. Não sei se é homem ou mulher, mas o nome do (a) mangaká é Yamanaka Umebachi. Eles usam o termo 新進気鋭 (shinshinkiei) que significa uma pessoa novata, então é alguém novo na área. ^^

Obrigada pela dica de dorama Valeria e Luiz Carlos!

Já encontrei pra assistir e estou morrendo de curiosidade! Vou ver o filme e depois o dorama.

Adoro um dorama de comédia, mas nunca me aventurei em um com temática BL. :)

Related Posts with Thumbnails