terça-feira, 7 de maio de 2019

Filme sobre Samurai Negro terá Pantera Negra como protagonista


Até uns dois meses atrás, não conhecia a história de Yasuke, o primeiro samurai estrangeiro e negro que se tem notícia, fiquei surpresa com os detalhes da história.  Bem, hoje, veio a notícia de que teremos filme sobre sua vida (*essa é mais antiga, mas não tinha visto*) e que ele será interpretado por Chadwick Boseman, o Pantera Negra.  Isso, sim, é uma notícia legal! 

Enfim, não se sabe se Yasuke era originário de Moçambique (*talvez, pertencesse ao povo macua*), da Etiópia, ou de Angola, tampouco sua data de nascimento. Provavelmente, ele nasceu entre 1555 e 1566.  Há discussões sobre seu nome.  Seria Yao + suke?  Os yao são um povo bantu de Moçambique e suke seria um sufixo masculino.  Seu nome também poderia ser uma versão nipônica de Isaque, o que poderia indicar que ele era cristão convertido, ou cristão etíope.  

Retrato de Oda Nobunaga, pelo pintor jesuíta
Giovanni Niccolo, 1583-1590.
Yasuke chegou ao Japão no ano de 1579 como assistente do jesuíta italiano Alessandro Valignano.  O fato de ser negro chamou a atenção dos japoneses e, em especial, de Oda Nobunaga.  Esse daimiô ficou fascinado pelo africano, sua cor, sua altura elevada para os padrões japoneses, e o recrutou como guarda-costas.  Yasuke se tornou fluente em japonês e, em 1581, ele se tornou samurai, corria a lenda de que ele tinha a força de 10 homens.

Nobunaga pretendia unificar o Japão, mas não conseguiu vencer algumas resistências.  Em 21 de junho de 1582, o general Akechi Mitsuhide se revoltou contra seu mestre, como a vitória era impossível, Nobunaga cometeu seppuku – suicídio ritual.  Yasuke se juntou ao filho de Nobunaga, Oda Nobutada. O samurai negro lutou ao lado das forças do herdeiro por um longo tempo, mas ele não conseguiu resistir por mais de um dia, sendo forçado a se matar.  Yasuke preferiu continuar vivo, o que, para mim, aponta que ele era cristão.  Yasuke ofereceu sua espada para Mitsuhide que o recusou, chamando-o de "fera que não sabia nada".  Só que o governo de Mitsuhide durou 13 dias. Yasuke voltou a servir aos jesuítas e nada mais se ouviu falar dele.

Chadwick Boseman é bem talentoso.
Ainda não há datas para o filme, mas eu fiquei bem empolgada.  Espero que seja uma película interessante e que ajude a jogar luz sobre um dos períodos mais conturbados da História do Japão.  Aliás, eu adoro esse momento em que Portugal acha que vai incluir o Japão no seu império colonial e, bem, as coisas não funcionam do jeito que nossos colonizadores esperavam... Fora isso, ainda há o papel da Companhia de Jesus, logo, logo, a ordem também seria expulsa do Japão e os cristãos locais viveriam momentos de grande perseguição.  

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

Esperando ansioso por esse filme.
Uma história diferente, com certeza.

Related Posts with Thumbnails