domingo, 19 de maio de 2019

Shoujo Café em crise? Algumas ponderações.


Faz mais ou menos um mês que estou mapeando as visitações do Shoujo Café e tenho percebido uma queda considerável, mais ou menos 1/4 em média, do número de cliques que o site tem.  Como não ganho dinheiro com meu blog, isso não significa propriamente um problema, no entanto, preciso me indagar sobre o que está ocorrendo.  Primeira coisa, sei que não se trata de retaliação dos minions.  Se eu tivesse que perder visitas por questões ideológicas, isso teria acontecido ano passado, não no último mês e meio.  Tenho que buscar explicações em outro lugar, não em uma rejeição às opiniões que expresso aqui.

Normalmente, os picos de visitação nos últimos tempos acontecem nos posts políticos.  Se eu escrever alguma coisa que se remeta às desgraças que acontecem no país, e meu último post do gênero foi sobre o corte nas verbas das universidades, a acusação de balbúrdia, o número de visitações é alto.  O último boom por aqui foram os posts (*1-2*) que fiz relacionados à Game of Thrones, série que vocês sabem que não assisto. Pois bem, será que as pessoas estão visitando menos o Shoujo Café, porque querem mais política e mais GOT?  Talvez, mas no caso de GOT só escrevi mesmo, porque a questão era pertinente.  Não ficaria fazendo isso para ganhar visitas, ainda que talvez tenha que comentar novamente a depender do que ocorra hoje.  Aliás, nem resenhei A Rosa de Versalhes, ou Fruits Basket ainda, coisas que deveriam ser prioridades por aqui.

Natsuki Takaya postou essa
 ilustração no Twitter ontem.
O fato é que sempre falei de questões políticas que tivessem alguma ligação com os temas do blog, basta procurar, mas não quero transformar o Shoujo Café em um blog sobre política.  Conheço canais do Youtube que deram uma guinada para esse lado depois das eleições.  Falando em Youtube, muitos blogs morreram e deram lugar a canais nessa plataforma (*me lembraram do Instagram, também...*).  Eu não tenho como fazer vídeos e postar, não gerenciando tudo sozinha e trabalhando ao mesmo tempo.  Por exemplo, estou pensando em fazer um vídeo sobre material da Rosa de Versalhes faz mais de um mês e venho protelando isso. O fato é que novas linguagens podem substituir as antigas e muita gente não tem paciência para textos longos e eu não pretendo encurtá-los por causa disso.  Eis um impasse.

Este ano, minha carga de trabalho aumentou consideravelmente, faltam professores de História no Colégio Militar de Brasília (*mas não vai ter concurso*), fora, claro, que a própria profissão docente tornou-se motivo de tensão.  Professor, para muita gente, virou sinônimo de bandido, os de Humanas, então... Além disso, ainda não digeri a "ordem", que não veio por escrito, para que nossos alunos e alunas se retirassem da Olimpíada Nacional de História do Brasil.  Fomos pegos de surpresa pela decisão, e não falo só dos civis, mas dos militares, porque uma das coisas que o Sistema mais valoriza é a participação em olimpíadas do conhecimento.  Eu tenho vontade de chorar só de estar relatando o ocorrido.  E não me tomem por dramática, para alguém que ama o que faz, esses golpes são duros.  E nem tenho como mergulhar em um mundo paralelo e me entupir de filmes, seriados, livros, novelas e outras coisas que eu gosto para tentar amenizar as coisas.


Porque é uma situação muito muito doída, especialmente, quando penso no potencial de nossos alunos e que eles e elas sempre chegam nas finais. Para além do aprendizado em si, para muitos a participação nas olimpíadas tinha uma função prática, criar um currículo para concorrer à bolsas de estudo no exterior. Se a Olimpíada não mudou, se a proposta pedagógica dos Colégios Militares não mudou, o que mudou?  Enfim, ando muito cansada para postar com a frequência e a profundidade que costumava fazer.  Espero que entendam.  E não é somente a carreira, tenho família.  Uma criança de 5 anos que precisa de mim e eu dela, aliás.

De qualquer forma, gostaria de receber um feedback dos leitoras e leitoras.  Há algo de errado com o blog?  Em que posso tentar melhorar?  O que trazer de novo?  Não me peçam para falar de música, já até pedi que quem quisesse contribuir com textos sobre o assunto, seria bem-vindo.  Eu sou um ZERO à esquerda em música contemporânea.  De qualquer forma, podem sugerir e eu vou ponderar, claro, sobre o que é viável, ou não.  Pode ser somente um momento, que pode passar, ou não...


Resumindo, as pessoas podem estar se cansando do Shoujo Café e buscando fontes melhores, ou linguagens que lhes agradem mais. Isso quer dizer que vou fechar o blog?  Não, mas se realmente se comprovar o esvaziamento, talvez, precise repensar a forma como trabalho, ou me acostumar com menos visitas.  Lembro que o site foi subindo até chegar em uma média diária de 2 mil visitas, pendendo para mais que isso, com picos de até 6 mil, e um dia enlouquecido que chegamos a 100 mil.  Enfim, tenho quatorze anos de postagens e, bem, é um arquivo enorme. Vocês não sabem o quanto me emociono quando alguém diz que cresceu lendo o blog.  Não me sinto velha, ainda que eu seja, sinto-me feliz.  Por isso mesmo, sempre haverá gente descobrindo posts antigos, comentando e até reclamando de coisas que aconteceram dez anos atrás.  É isso.  Enquanto acreditar que o Shoujo Café é útil e puder escrever, continuarei com o blog.

GOSTOU?

32 pessoas comentaram:

Eu acompanho há uns 5 anos ou mais o blog
Gosto quando fala de algum shoujo novo
Seja no Japão ou no Brasil
E quando se fala das pesquisas relacionadas a mangas no Japão
São as matérias q costumo clicar pra ler desde anos atrás

Eu sou uma das leitoras que cresceu lendo o shoujo café.
Gosto de todos os assuntos que vc aborda, mas ando lendo mais os textos que você mencionou serem mais acessados. Em geral acho que o que causa isso é o comportamento dos usuários na rede. As redes mudam nosso comportamento

Normalmente, eu acompanho os artigos sobre política e feminismo no blog. Também gosto de sua opinião sobre atualidades porque te considero muito sensata. Comentários de filmes tb me agradam muito. E, claro, História. Nem precisava falar. Só estou meio distante de anime e mangá no momento, então esse tema não me atrai mais. Eu acho que você deve manter seu espaço da forma que sempre fez. Visitações caem ou sobem. O que faz subir mais as visitações é polêmica e, não acho que você esteja com disposição para aguentar um monte de gente falando abobrinha no seu ouvido. Então... talvez seja melhor assegurar a paz, mesmo que o preço seja a queda de visualizações. Até porque, os professores estão sendo muito visados por uma certa turminha do mal e seus asseclas...
Força, Valéria! Não desanime!

Eu também conheço/leio o seu blog há bastantes anos e adoro Valeria, nunca deixei de passar aqui para ler suas impressões sobre novelas, filmes, mangás, livros, indicações, política, e o universo relacionado ao shoujo (mangá, publicações, novidades, produtos, doramas, animes etc).

Creio ser bastante pertinente abordar o momento político pelo qual estamos passando, mesmo que você pontue não querer transformar este espaço em um "spot" político, e te entendo, mas como SERES políticos, é difícil não se importar. Como historiadora, sei disso também.

Comecei a seguir o canal LEITURA OBRIGAHISTÓRIA por indicação sua, a LOUIE PONTO e o ALEXANDRISMOS eu já conhecia, além do blog ESCREVA LOLA ESCREVA. Mais recentemente descobri aqui o TESE ONZE. Achei tudo maravilhoso.

Pensei em mais indicações de livros/artigos feministas para dialogar com o material que você posta, não necessariamente ligando aos posts sobre shoujo. Podcasts também são sempre bem-vindos!

Traga para nós sim as resenhas de Fruits Basket e A Rosa de Versalhes quando puder!

Estou ruim de ideias rs porque o conteúdo que você explora/aborda já é bem rico dentro do universo que você se propôs a escrever, e sempre achei ótimo ler suas opiniões e impressões sobre tudo, inclusive sobre maternagem e o universo com a pequena Julia.

É isso! (^_~)

Oi Valéria. Acompanho o teu blog já a alguns anos, vou tentar dar algumas sugestões que quem sabe lhe auxiliem.
Acho bacana a variação de temas que você faz. Eu, particularmente, continuo seguindo o blog mesmo que atualmente eu deva reconhecer que não tenho mais o mesmo interessante por shoujo do que já tive antigamente. Acho que acabo acessando mais em posts de resenhas e opinativos sobre outros temas, pois as suas opiniões me parecem muito bem construídas, ponderadas, e sempre me sinto interessada em lê-las. Mas acabo acessando pouco aqueles posts mais sobre notícias do universo shoujo, mangás, etc. porque, no geral, não são assuntos que eu me envolvo tanto nessa fase da minha vida.
Existe mesmo uma queda geral no acesso dos blogs escritos, o que eu lamento muito; já vi muitos blogueiros (esse termo mesmo parece que teve seu sentido transformado nos últimos anos) falarem do mesmo.
O que penso que, talvez pareça bobo, mas que de repente poderia te ajudar a dar um "up", é uma renovação visual para o blog. Sem ofensas, por mais que o conteúdo seja bacana, o design está um tanto "ultrapassado". Talvez dar uma modernizada e um visual mais limpo ajude o blog a se tornar mais atrativo para novos leitores. Por exemplo, tem alguns "sites parceiros" e "sites recomendados" em que a gente clica e já leva para um "site não encontrado", sites que aparentemente já não existem mais, ou seja, são elementos que tornam a sua página visualmente mais poluída e que não acrescentam nada de relevante para quem visita.
Entendo sua dificuldade em fazer vídeos, eu também passo por isso apesar de ter vontade de criar coisas nesse sentido. Uma alternativa, quem sabe, possa ser aproveitar os Stories do Instagram e o IGTv. Por exemplo: você posta algo no site e faz uma pequena série de stories no Instagram anunciando, dando só uma geral sobre o que fala o post, e convidando o pessoal a acessar.
Acho que seria isso. Abraços, espero que siga com seu ótimo trabalho!

Nossa, faz muito tempo que não escrevo nessa caixinha, preferia ler aqui e comentar no Facebook.
Falo por mim e minha rotina mudou bastante nos últimos tempos, você sabe, tem o que aconteceu com meu pai e finalmente entrei numa graduação. E a danada da graduação me come todo o tempo que o trabalho não consumiu. É difícil estar numa sala de aula onde todo mundo parece mais esperto, jovem e disposto fisicamente. Então tenho deixado várias coisas de lado, inclusive o desenho. Mas do Shoujo Café eu nunca abri mão. Estou com ele desde o comecinho. Tenho três coisas que me foram norteadoras: uma professora de história no fundamental, outra professora de história tocando o Shoujo Café e a graduação em história da arte. :)
Arrisco a dizer sobre os outros o seguinte: a quantidade de informação disponível hoje muitas vezes parece mais bagunçar do que ajudar quem procura algo. Naquela aula infernal em que eu estava na sexta, a turma de calouros nunca tinha ouvido falar sobre o Santo Sudário de Turim e usavam Dan Brown como referência pra algumas coisas (risos) mas não sabiam que a esposa dele era historiadora da arte, coisas que, sei lá, sempre ouvi a respeito mas, para essa nova geração passam batido.

Oi Valéria,
Eu acompanhava o blog por muito tempo, e não sei bem porque parei, voltei por causa da entrevista da Hagio Moto, e desde então comecei a voltar a ler o blog semanalmente, confesso que sobre mangá e anime tenho focado mais no YouTube, e lugares que indiquem leituras novas, acho que o blog continua relevante mas seria bem legal mais indicações ou reviews de josei e shoujo.

De todo modo obrigado

Voltei a acompanhar seu blog neste ano, costumava visitar muito quando adolescente e lia mangá e assistia animes com maior frenquência do que faço hoje, mas ainda assim acho que sempre tomei por garantia que seu blog estaria sempre atualizado e poderia sempre contar com o shoujo-café pra me inteirar pelo que acontece no mundo shoujo. Confesso que às vezes eu não chego a clicar nos posts, mas sempre entro pra pelo menos dar uma olhada no que tá escrevendo.
Então é importante dizer o quanto aprecio o trabalho que você tem em sempre postar, os mais variados assuntos, política, jane austen, filmes - adoro suas resenhas, principalmente as de filme históricos.
E agora que sou adulta passei a valorizar ainda mais o fato de vc ser uma mulher também adulta que mostra que nós também consumimos quadrinhos e que sim ocupamos espaço nesse ambiente que ainda é muito dominado por homens ou por adolescentes. Suas resenhas e críticas pra mim são muito importantes pra mostrar que fazemos parte da conversa sim - parte de mim até hoje pensa que o fato de não ter tantas obras josei quanto seinen trazidas pra cá tem muito a ver com o apagamento dessa parcela que representamos, quando garota leitora de shoujo por falta de títulos acabava consumindo mangás shounen e depois que cresci os poucos shoujo que são trazidos pra cá já não fazem tanto sentido afinal já tem praticamente dez anos que não sou estudante do ensino médio, acabo lendo alguns shoujo que tem aqui mais por apreço e pela importância ou até nostalgia do que pela identificação com as histórias, mas essa já é outra conversa...
Tenho procurado seguir mais o trabalho de mulheres que produzem conteúdo mesmo, pois minha adolescência foi muito dominada e pautada pela opinião masculina em relação ao que lia e assistia, o que me deixava na maioria das vezes insatisfeita pois eles passavam batido por certas questões que achava relevante. Então acompanhar o shoujo-café na adolescência foi muito importante pra mim entender quanta diferença realmente faz ouvir a voz de mulheres como eu e atualmente devo dizer que me influenciou sim em buscar conteúdo que me representasse tanto como mulher quanto como bissexual.
Ainda mais nesses tempos tão dominado por discursos conservadores, retrógrados e ignorantes, ter vozes de mulheres e pessoas lgbt+ que falem contra tudo aquilo, ou que simplesmente falem pra mim é muito importante, então aprecio muito o que faz por aqui e espero que continue na medida que puder continuar.

Oi, Valéria. Acompanho seu trabalho desde os tempos de sua coluna no Anime Pró. Lembro que toda semana aguardava ansiosamente tanto a sua coluna como a do Lancaster(por onde anda?). Não sou exatamente o fã mais hardcore de shoujo, mas tenho eles em meu coração pois tenho alguns títulos shoujo entre meus preferidos, como Sailor Moon e Fushigi Yuugi. Atualmente não consumo mais animes e mangás, como alguns outros leitores aqui, mas o blog consegue manter sua qualidade com sua abordagem coerente sobre temas atuais, como cinema, atualidades e feminismo. O que realmente tá pegando, como disseram acima, é que há queda no interesse do conteúdo em texto, na internet, a geração mais jovem, que já nasceu com as redes sociais dominando a web(que as más línguas chamam de "nutella") não estão acostumadas ou não gostam de ler, só gostam de consumir conteúdo audiovisual, isto é, correm para todo dia ver vídeos novos no Youtube e similares, mesmo quando o conteúdo é copiado na cara dura de sites, blogs e fóruns(outro tipo de site que também perdeu muito espaço nesta década). O hábito(ou a falta dele) de não gostar de ler infelizmente chegou à web, diversos blogueiros , famosos ou não, estão ou desistindo de seus sites, ou migrando seu conteúdo para Facebook, Youtube, e/ou outras Redes Sociais, onde o alcance é muito maior e o retorno é mais rápido. O Google já acabou com o Orkut, com o Google Plus(bem, esse não fez falta). Se continuar assim, logo logo ele vai encerrar com o blogger antes do que a gente imagina. E esse será o dia mais triste da internet para mim.

Não desista!

Eu nem sei desde quando acompanho o blog, mas sigo mais pela página do facebook e quando ela me mostra postagens que me interessam eu venho ler. Pessoalmente, apesar de consumir vídeos na hora do almoço por questões práticas, ainda prefiro os blogs escritos para qualquer outra coisa que eu vá fazer, especilamente ler sobre a opinião de outras pessoas sobre obras que eu conheço ou tenho interesse em conhecer.

Gosto muito da forma como você analisa o conteúdo das coisas e coloca suas opiniões, logo, apesar da preferência por resenhas e opiniões, acabo vindo também pra ler sobre as postagens políticas. Talvez seja o clima de tensão política no país agora que esteja fazendo com que as pessoas tentem se informar mais pelo assunto, não sei. Eu particularmente gosto mais das indicações e reviews de obras e acho o seu trabalho incrível nesse ponto.

Abraços

Por mais que eu não goste de comentar, acompanho o blog desde 2011 eu acho, e, primeiramente, visitava o blog apenas pelas postagens de rankings para ver as posições dos mangás shoujo, mas acabei ficando para ler sobre outros assuntos que eu não me interessava na época (como feminismo, algumas críticas de filmes, críticas aos mangás shoujo que eu lia na época e etc). E eu tinha uns 14 anos. Acho que posso falar que o meu primeiro contato com feminismo foi aqui no blog.

Hoje com 22 anos, como estudante de universidade pública (inclusive, estudo na Unicamp, e essa notícia sobre a olimpíada foi assustadora) da área de exatas (onde existe MUITO machismo ainda), vejo muitos assuntos abordados aqui no blog serem debatidos no meu dia a dia. A leitura do blog me ajudou muito a criticar imposições que me eram feitas como mulher e a criticar como elas são retratadas na mídia. Então, muito obrigada pelo trabalho =)

Bom, contei como o blog me ajudou porque se isso te deixar nem que um pouco feliz, acho que já valeu a pena hahahah
Agora, sobre o feedback, sinceramente, eu tenho gostado muito dos últimos assuntos do blog (adorei o texto sobre o último vingadores e a recomendação do mangá Machida-kun). Imagino que a diminuição seja por conta de o que faz sucesso hoje em dia é youtube? Eu, sinceramente, não gosto tanto desse formato. Seus textos são ótimos!!

Espero que continue o blog. Forças, Valéria!

Acompanho o blogue a um bom tempo, e gosto muito de tudo que escreve, mas confesso que tenho uma crítica muito simples mas que atrapalha muito (!): eu sempre achei a fonte muito pequena e difícil de ser lida, já desisti d eler simplesmente por isso!!!

Outra coisa é que o layout poderia ser atualizado, talvez atrairia mais pessoas/jovens.

Quanto aos textos, você é inrível!

PS: vi pessoas falando que está se imigrando ao Youtube, eu destesto assistir vídeos no Youtube.

Eu gostaria de ver mais resenhas de shoujo/josei mangas. Adoro quando você resenha histórias com mais de um volume, como fez com Black Bird, Orange, Anatolia Story etc.

Quanto à diminuição de visitas, acho que as pessoas estão realmente migrando para o youtube e instagram mesmo, então talvez a queda se deva a isso.

Uma dica que eu tenho: não teria como você criar uma aba com os principais textos que produziu sobre Shoujo Manga (aqueles que você resgatou do Shoujo House e da Anime Pro) e os principais mangas e animes que resenhou? Acho que isso ajudaria a segurar o interesse das pessoas que conhecem aqui por acaso. Como acompanho o blog há muito tempo, consigo navegar por ele e procurar textos do meu interesse, mas acho que uma pessoa nova se perderia porque realmente há muito conteúdo. Isso daria bastante trabalho, mas acredito que compense a longo prazo.

Valéria,
Acompanho o blog há quase 10 anos e foi por meio dele que conheci obras incríveis e amadas como Rosa de Versalhes, Ace wo Nerae, Oniisama E e Utena.

Sinceramente não entendo pq as visitas estão diminuindo. Mesmo depois de todos esses anos, eu continuo gostando mto do blog. Eu sei que vc não tá postando mais como antigamente, mas isso não é um problema para mim.

Se fosse pra te dar uma sugestão, eu diria: NÃO mude o tema do blog para política. Eu lembro que há um tempo atrás, o blog da Lola era bem diversificado: tinha reviews de filmes, posts feministas, posts sobre política... De uns tempos pra cá, o blog dela SÓ fala de política - o que é uma pena, pq eu continuo gostando do blog, mas eu sinto falta da diversidade de assuntos de antes. Eu acho que vc deveria continuar focando nas reviews - pode até ser por escrito mesmo. Eu devo ser realmente um ponto fora da curva, mas eu não curto taaaaanto review de YouTube.

Enfim, eu acho seu trabalho incrível e torço imensamente para que vc continue com o blog do jeito que ele é mesmo.

Acompanho o blog a alguns anos, cinco ou seis, mais ou menos. Através das resenhas, anúncios e comentários do Shoujo Café, tomei conhecimento de diversas novels, mangás e animes que acabei consumindo, comprando ou correndo atrás de scans. Se não fosse o blog, provavelmente teria já me afastado desse universo, e deixado de conhecer inúmeras histórias que me encantaram e me deram tanto prazer.
Seus posts políticos tb são muito pertinentes, e foi através do site que me aproximei do feminismo.
Mas se posso dar uma sugestão, só recomendo mesmo uma melhorada mo visual do blog. Algo mais claro, moderno, faria muito bem. De resto, só posso esperar que continue.

Confesso que diminui os acessos por mudança da minha rotina, inclusive de blogs, acho que o seu é único no qual lembro de entrar. Daí é mais uma questão pessoal do que de problemas na qualidade do blog. Se serve de estímulo, estou finalmente ouvindo os podcast que viver disponibilizou pra download e tô amando o conteúdo, mesmo com o tempo passado, muitas discussões ainda soam atuais pra mim. Espero que haja uma resposta pra essa mudança de acessos, porque seria uma grande perda pra nós a descontinuidade do blog :/

Cheguei ao Shoujo Cafe graças as suas postagens na Neo Tokyo e nas colunas que você tinha num site sobre animes em geral (que não lembro o nome, pra variar). Aprendi muitas coisas sobre shoujo e josei, feminismo, comprei livros e assisti muita coisa por causa das suas recomendações. Sinto falta dos podcasts, mas tem os antigos que ouço de vez em quando. Continuo entrando no seu blog quase todos os dias e espero continuar a fazer isso por muito tempo.

Sou suspeita para falar pois gosto das postagens politicas, não gosto de manga, apenas respeito quem gosta, mas suas postagens politicas incluindo as que falam sobre mulheres são ótimas.

Por favor, continue. Seu trabalho é muito bom e necessário. Você é uma referência sobre material shoujo aqui no Brasil.

Olá,
Bem, acompanho o Shoujo Café já faz mais de 10 anos, e amo demais o site. Procuro entrar ao menos uma vez ao dia, para ler as novidades... embora eu goste de todo e qualquer conteúdo, sempre fico mega animado quando tem resenhas de mangás, pois adoro saber suas opiniões sobre determinada obra.

Enfim, só queria dizer que leitor fiel sempre terá, dependendo de mim. Espero que sempre continue com o site.

Acompanho o blog desde o início, por causa do shoujo mesmo, das suas opiniões no universo do animê/mangá. Eu comprava muitas revistas sobre o assunto nos anos 2000, mas agora o mercado minguou. Sempre gostei muito do universo dos blogs e fico muito triste em ver que trabalhos que eu amava têm, sistematicamente sidos substituídos pelos canais no YouTube. Não que eu não goste dos canais, mas perde-se muito em conteúdo migrando o escrito para o vídeo. Também acompanho e gosto de suas postagens sobre política e sobre conteúdo do mundo pop. Mas acho que com o fim dos fabsubs, das scanlations e dos blogs desse conteúdo de cultura pop japonesa, vai ficar cada vez mais difícil encontrar coisa atualizada e alternativa em português. Só me entristece. Da minha parte, continuarei te seguindo por aqui por quanto tempo continuar.

Não posso falar pelos outros, mas se o que se passa comigo for de alguma forma similar com o que acontece com as outras pessoas, me parece que os os problemas que você relatou são muito comuns.
Me parece que todo mundo está mais cansado, estressado e desanimado.
Está difícil ter ânimo com tanta coisa horrível e ridícula acontecendo.
Minhas visitas ao seu blogs diminuíram sensivelmente nos últimos tempos. Mas não só no seu. Blogs que eu seguia ansiosamente estão praticamente intocados há meses.
Para mim, soa como um sinal dos tempos sombrios em que vivemos.

flor, visualizações por email contam? pergunto pois sempre recebo as notificações por email e leio as postagens ali mesmo, adoro todos os seus textos, (meus favoritos são os q envolvem história e anime/mangá/filmes, sempre há umas sacadas maravilhosas que me fazem refletir e aprender mais)

seu blog é unico! vc traz assunstos tão diversos e sua escrita é incrivel (traz ilustrações belíssimas, textos traduzidos de sabe lá Deus onde mas que ainda bem que existem, sempre leio ávida por suas reviews pq sei que são "fora do padrão", como historiadora vc traz topicos importantes, novidades de mangás, artigos, livros, isso sem falar da política... ufa! tanta coisa)


e me ajuda a entender e ver um pouco sobre o oriente pois, nos meios tradicionais digamos assim, não há esse tipo de preocupação (quer dizer, a não ser que vc manje do idioma - o que não é meu caso- ou pesquise por conta propria) fora que fui querer ler A Rosa de Versalhes (e outros mangás) por sua causa ahaha


já pensou em fazer podcast? poderia realizar um teste com isso, sei lá gravaria enquanto dirige indo pro trabalho ou fazia caminhada, falando como se fosse uma conversa informal... o importante é ter um bom gravador e bom conteudo :)

Oi, Valéria!
Faz muito tempo que não comento aqui, na verdade, devo ter dado uns 5 comentários no blog, no máximo em toda minha vida. Penso que não tenho nada a acrescentar, acho seus textos ótimos, então acabo no "silêncio".
Às vezes, os textos mais longos me desanimam a ler tudo, mas se for de um assunto que gosto mais, nem ligo. Normal, né?!
Antes, eu entrava e lia sempre os textos, depois fui espaçando os dias até que ficava dias sem ler, hoje, eu fiz uma "assinatura" (pra não perder nada!) que manda todos os seus textos pro meu e-mail, então lá eu seleciono o que me interessa e leio. Acho que isso acaba diminuindo minha "participação"/presença numérica aqui.
Não sou muito de ligar para os rankings, mas adoro indicações de mangás e novidades sobre eles, além de algumas resenhas (mangás, novelas, filmes) com todo aquela discussão boa que você faz!
Li alguns comentários anteriores com algumas sugestões e gostei. Pra mim, talvez seja o caso de "dividir e conquistar". Indicações rápidas em um meio simples como Instagram (e deixa um link/caixa com imagens desse Instagram no site) com uma imagem/foto e os motivos da indicação. Alguma discussão média ou algum tema específico em podcast seria legal (a volta do ShoujoCast!). Adoro te ouvir no Café com Jane Austen! Estando no Spotify é fácil (pra mim) de ouvir rapidinho enquanto lavo louça, por exemplo, ou faço outra coisa manual. Se for uma gravação rápida, nem precisa de muita edição (creio eu).
Para os textos com mais discussão ou com necessidade de imagens/vídeos/exemplos, o blog seria interessante. Daí uma imagem mencionando o texto em Instagram/twitter/etc, já é um bom chamativo.
Bom, joguei algumas ideias que tive... seria interessante se todos que comentaram estivessem juntos porque acredito que mais ideias surgiriam!

Espero que continue com esse trabalho maravilhoso! Vejo aqui que muitas pessoas são "silenciosas/tímidas" como eu e ficam sem comentar, mas continuamos seguindo seu trabalho (no meu caso, via site, Insta e Café com Jane Austen), lendo/ouvindo e adorando!

Um abraço quentinho! Até mais!

Olá Valéria... Eu acompanho o seu blog a mais de 10 anos e me lembro bem o quanto ele foi importante pra mim em determinado momento da minha vida. Foi aqui que conheci mangás que amo muito, aqui que me aprofundei um pouco mais nesse universo dos shoujos e josei. Gosto quando vc resenha um mangá/anime assim como gosto das suas opiniões políticas.
Eu sinceramente parei durante um tempo de passar aqui ou em qualquer outro blog, por questões pessoais. Me afastei um pouco do mundo dos mangás e estou voltando agora. Acredito que o número de visitas tenha abaixado por conta das outras mídias tipo YouTube mas não acho que vc tenha que parar com o seu trabalho porque ele é referência na rede...

Oi Valéria!
eu sou uma das meninas que cresceram seguindo o shoujo café desde os tempos da coluna no animepró.
É difícil dar um feedback nesse sentido que você gostaria, porque eu sou da parte dos números fiéis a quase todos os posts, tudo o que você escreve ainda me interessa.
Tenho 29 anos e muito menos tempo para consumir conteúdo japonês do que tinha antigamente, e o meu filtro é assistir o que me é recomendado por você! Alguns exemplos que me veem à memória agora são o mangá de Utena (difícil de encontrar, mas consegui), Sakamichi no apollon, natsuyuki rendezvous, chihayafuru (que se nao me engano voce não assistiu, mas conheci por aqui e eu amei).
Como uma das muitas pessoas que estão mais doentes por conta do cenário político atual, não gostaria que o blog se transformasse em mais um blog que eu precisasse assistir a 10 videos de gatos para continuar a viver depois ler (lembro de a Lolla ter dado essa dica uma vez, recomendo também), mas aprecio seus posts políticos pertinentes.
Na época do seu podcast eu não conhecia a plataforma, mas hoje escuto alguns no spotify, principalmente em trânsito... talvez republicar os antigos no spotify? E se tiver resposta, reaviver as discussões em áudio? Acredito ser mais sua cara do que vídeos no youtube.
Mais recentemente eu assinei o crunchroll, a netflix dos animes... pago 20 reais por mês e assisto no celular antes de dormir, pra mim, tem coisas mais gostosinhas de assistir do que os seriados da moda. Talvez voce também goste e traga para o blog quem consome animes "em tempo real". Por exemplo, assisti "my roommate is a cat" semana passada, lançou em março no japão e, depois de terminar, busquei alguma resenha na internet, com alguma discussão ou só para me confortar que mais alguem tinha gostado tanto quanto eu, e achei apenas coisas muito superficiais, tenho certeza que uma resenha sua teria me feito mais feliz hahaha
Não tinha pensado nisso, mas depois de ler os comentários, concordo com alguém que disse que o visual do blog é um tanto retrô, o que pode passar uma mensagem de ser mais um dos muitos blogs abandonados perdidos pelo blogger, e não um blog cheio de conteúdo atual e relevante como de fato é.
Espero ter ajudado um pouquinho!
beijão!

Oi Valéria! Sou uma dessas pessoas que cresceu com o blog, inclusive lembrei muito de você ao ouvir essa notícia sobre a olimpíada de história na CBN, como você sempre fala do seu trabalho no colégio militar e dos seus alunos isso contribuiu muito pra moldar a minha percepção sobre a importância do trabalho que vocês fazem lá, desejo a você a eles sorte nesses momentos difíceis. Sobre os acessos da minha parte parei de usar o Facebook com tanta frequência, lembro que via muito mais seus conteúdos quando passava mais tempo por lá. Imagino que o twitter que é o que mais uso acaba desfavorecendo que a gente veja um conteúdo publicado em certos horários já que a timeline é contínua, talvez um esquema de republicação e agendamento dos materiais do blog dispersos durante o dia ajudasse talvez. No instagram um dos perfis sobre quadrinhos e cultura pop que acompanho e gosto do formato é o Fora do Plástico (https://www.instagram.com/foradoplastico/). Eu sou daquelas que gosta dos seus textos longos, especialmente porque você tem um arquivo enorme muitas vezes um artigo leva a outro e isso é um legado que poucos sites têm hoje em dia, mas talvez o layout do blog merecesse uma reformulação pra valorizar mais o conteúdo em si, mas é só uma sugestão. Me formei recentemente em comunicação e faço alguns trabalhos com designer gráfico, se puder ajudar você em algo me coloco à disposição. Abraço e boa sorte!

Li vários comentários aqui e fiquei feliz pelo blogue ser tão amado. É triste essa preguiça de ler que o povo tem. Prefiro muito mais ler um texto bem escrito e inteligente como os do Shoujo café a assistir canais de YouTube. Tenho dificuldade em concentrar minha atenção por muito tempo quando tem alguém falando.

Eu acompanho seu blog desde 2012. É o único que acompanho religiosamente. Não sei explicar o porquê de gostar tanto do Shoujo Café. Mas eu particularmente prefiro mil vezes texto do que vídeo. Mas sinto que sou exceção, a cada dia o povo prefere mais vídeos. Por favor, continue escrevendo. Adoro seus textões. kkk *----*

Acompanho desde a época que vc comentava desejo proibido e continuo aqui acompanhando os posts sobre literatura, cinema e novelas bjs

Querida Valéria, sou mais uma que acompanha o blog há anos, desde que era adolescente (estou com 28 anos). Nem lembro como cheguei aqui, possivelmente através do site da AnimePró que eu lia muito. Lembro de ficar até tarde na casa da minha avó lendo suas matérias, aprendi muito sobre anime e mangá com elas.
Ainda visito sempre seu blog, é um dos poucos sites que sei o endereço de cor. Minhas postagens favoritas são suas resenhas (de animes, mangás, filmes, novelas... Sinto falta das suas sobre novelas porque sou super noveleira rs) e comentários sobre casos contemporâneos. Acho suas falas pertinentes, ponderadas e sempre me fazem pensar, perceber outros ângulos que eu não notava. Acho incrível você conseguir criar esse efeito, pensar, que é tão raro nesses tempos estranhos que vivemos. Adoro os textões rs Sempre gostei de ler e na internet não é exceção.
Li os comentários e acho que principalmente a parte sobre a parte gráfica no site é verdade, eu sinceramente não me incomodo, mas o site tem a mesma cara há anos e fica um pouco datado mesmo. Pra mim pode continuar assim eternamente, mas eu já conheço, já sei que o conteúdo é ótimo, pra leitores novos pode criar algum afastamento a cara de blog mais antigo que o site tem.
Enfim, gosto muito do que você escreve, espero que continue assim. Como não sigo muito outros sites de anime e mangá, aqui também serve pra eu me atualizar de muita coisa. Mas meus posts favoritos são matérias mesmo, as análises, as histórias com a Júlia que acho incríveis também (se bem que até nas notícias você sempre coloca um comentário bacana, não é só noticiar e pronto).
Espero que continue com seu trabalho, pois o considero muito importante. Lendo você e a Lola mudei muitas ideias pré concebidas que eu tinha quando mais jovem e acho que pessoas como você ainda podem mudar pra melhor muitas mentalidades. De minha parte, te agradeço muito.
Bjo grande.

Eu adoro seus textos longos, especialmente as resenhas e artigos de opinião! De shoujo mesmo já não sou muito fã, mas isso não me impede de visitar o blog esporadicamente desde a adolescência... Eu tentei comentei no post sobre o aniversário do blog, mas acho que deu erro, então repito aqui: não lembro se conhecia o Shoujo Café antes, mas ele se tornou referência pra mim com um post sobre romantização de relacionamentos abusivos em shoujos e BLs. Eu amava esse tipo de história na época, tinha uns 14 anos, e nunca tinha parado pra pensar em como a mensagem era tóxica. Não mudei de opinião ou hábitos de leitura imediatamente depois de ler, isso infelizmente levou tempo, mas sou muito grata ao blog por me fazer refletir sobre essa e outras questões.

Enfim, o Shoujo Café ajudou na formação do meu senso crítico, e continua me fazendo refletir, além de dar algumas boas recomendações de leitura, então eu não mudaria nada por aqui =]

Related Posts with Thumbnails