segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Autor de One Piece parabeniza Demon Slayer por ter se tornado o mangá mais vendido de 2019

Quando postei semana passada o ranking da Oricon apontando os mais vendidos do ano no Japão e que Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba ( 鬼滅 の 刃)ultrapassou One Piece (ワンピース) em vendagens.  Houve gente que veio falar "Ah, bobagem!  Isso já aconteceu com ZZZ e com YYY antes."  Eu, que acompanho esses rankings e os publico no Shoujo Café faz muitos anos, sabia que não procedia, mas não queria estender a conversa.  O que normalmente ocorre é que One Piece é o mais vendido como série e seus volumes individuais encabeçam as vendagens com vantagens que oscilam entre 2 e 4 milhões.  Os mangás muito bem sucedidos ficavam ali brigando pelo segundo, terceiro e quarto lugares.

Pois bem, o ANN publicou uma matéria apontando que One Piece foi o mais vendido por DOZE anos.  Foi essa sequência que Demon Slayer rompeu.  Então, não cabe fazer pouco caso.  E eu nem estou defendendo mangá algum, não leio nem um, nem outro, mas acho importante acompanhar esses termômetros de vendagem.  OK.  Mesmo assim, como aponta o ANN, os quatro volumes individuais mais vendidos são de One Piece.  Seguidos por três volumes de Shingeki no Kyoujin  (進撃の巨人).  Nenhum volume de Dragon Slayer chegou a vender 1 milhão de cópias e o melhor colocado aparece em 8º lugar.  Agora, todos os seus 18 volumes aparecem entre os 50 mais vendidos e isso fez toda a diferença.  É só.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails