quinta-feira, 12 de março de 2020

"Mulher Atum": Isso nada tem a ver com gostar de comer peixe


Nova edição da revista Muteki Renai S*Girl Anette, uma revista josei erótica que, normalmente, tem umas capas bem explícitas.  Essa é a primeira capa comportada dela que vejo, certeza que esse peixe tem algum sentido escondido nele. Tipo rapazinho levando lebres de presente para um "amigo" em vaso grego.  


Exemplo.
Acabei de conversar com uma amiga e localizei a referência, porque ela tinha lido o mesmo artigo que eu.  Uma vez, li um relato de uma norte americana que teve um relacionamento no Japão e como houve desacordo entre ela e o parceiro, porque ele esperava que ela se comportasse como um "atum" na hora do sexo.  O termo existe e pode ser "tuna onna" ou "maguro onna" (マグロ女), mulher atum.  


Excitante, não é?
A ideia é que a mulher ideal deveria se deitar e ficar silenciosa durante o ato sexual deixando para a atividade para o parceiro.  Lembrando que o atum é frio, mas é um peixe suculento.  Enfim, outra ideia machista presente na cultura japonesa e que, é bom dizer, existia na nossa, também, até não pouco tempo atrás.  Uma mulher decente não deveria gostar de sexo, mas aceitar o sexo como uma obrigação, afinal o marido tinha desejos, e era a única forma de ter filhos.

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

Mulher atum.
Essa é nova pra mim.
Tem o nome dessa série?

Related Posts with Thumbnails