sábado, 4 de julho de 2020

Comentando Busu ni Hanataba wo。: Um dos melhores mangás que li nos últimos meses. Valeu a pena ir atrás dele!


Descobri hoje mais cedo no Twitter o mangá Busu ni Hanataba wo。(ブスに花束を。) de Roku Sakura.  É um mangá seinen que já vai no volume #8 e é publicado na revista Young Ace.  A ilustração que apareceu para mim, a garota gordinha e sem atrativos junto com o seu típico garoto popular de shoujo mangá me chamou a atenção, fui atrás do resumo, vamos a ele!

Hana Tabata é uma garota solitária e sem atrativos do ensino médio com pensamentos negativos sobre si mesma. De manhã cedo, na sala de aula, quando ela estava muito cedo de manhã arrumando o vaso de flores na sala de aula fingindo ser uma heroína de seu shoujo mangá favorito.  De repente, Ueno Yosuke, o rapaz mais bonito da turma acidentalmente a viu.  A partir daí, ele se aproxima da Tabata e sua vida começa a mudar, mas não de forma acelerada, porque a garota tem uma autoestima muito baixa e sempre imagina que os outros pensam o pior dela mesma.

Pega de surpresa.
Falando francamente, fazia tempo que um mangá me dava tanto prazer de ler, talvez, por eu ter sido um pouco Tabata durante toda a minha vida escolar e ver tanta sinceridade na forma como a autora retrata a sua heroína.  Eu só não era invisível, porque sempre estive no topo das notas da minha turma, e, bem, eu não me machucava como a menina faz.  Apesar de sites como o Bakaupdates descreverem Busu ni Hanataba wo。como comédia, eu prefiro usar dramédia e pendendo mais para o drama mesmo.

Curiosamente, talvez para não enveredar por um terreno muito sombrio, quando Tabata se maltrata, ela golpeia o próprio rosto.  Acaba parecendo algo cômico e foge do tipo de mutilação, se cortar, por exemplo, que adolescentes como ela se infringiriam.  Ela sofre por ser invisível e o fato de ser uma menina gorda é só um detalhe, Ueno-kun se apaixona por ela por ver suas virtudes e, não, por qualquer fetichização, que era o que eu temia ao me deparar com a série.  Afinal, a autora tinha um mangá shoujo anterior protagonizado por um garoto que tinha um fetiche, usar sutiã.
Eles são muito diferentes... 
No caso de Tabata, ela sempre foi solitária e tímida, alguém na multidão que não tinha nome para a maioria dos colegas de classe.  Seu refúgio?  Ler shoujo mangá e jogar jogos simuladores de namoro.  Ela tem medo de usar coisas bonitas e ser humilhada por causa disso e Ueno a surpreende exatamente quando ela está arrumando as flores na sala de aula e se permitiu colocar uma singela flor no cabelo.  O rapaz vê beleza nela, naquele momento, e aprecia a gentileza que ela faz por todos os colegas.  Ele nunca, em toda a sua vida escolar, tinha estudado em uma sala de aula enfeitada com flores frescas todos os dias.  Já Tabata, a invisível, nunca tinha sido tratada com gentileza por colegas de turma, ainda mais, aqueles que estão no topo da hierarquia da sala.

A partir desse encontro e do medo de Tabata de que o rapaz conte para todos e deboche dela, da presunção de uma menina feia imaginando que uma flor poderia embelezá-la, eles terminam se aproximando.  A autora constrói uma série de cenas ao mesmo tempo possíveis e embelezadas, mas os sentimentos, especialmente, os da menina depressiva, insegura e que sempre se viu como inferior, são muito verdadeiros.  Li tudo o que havia de scanlations, os dois volumes iniciais e, até o momento, Ueno e Tabata não são namorados.  

O pai de Tabata tem medo que algum homem roube sua
 filhinha, já a mãe deseja que a garota
se torne popular e namore muito.
Ueno, apesar de muito popular, de ser um riajuu, o garoto nao tem nenhuma experiência no amor.  Riajuu é uma combinação da palavra em inglês "Real" (japonês: Riaru - リ ア ル) e a palavra japonesa Juujitsu "充 実", que se traduz em algo parecido com satisfeito e abundante. O equivalente em inglês seria "normies".  As scanlations alternam as duas palavras, o riajuu e normie para Ueno e seus amigos.  Já nossa heroína é chamada de "busu" (ブス/ぶす), uma gíria que não se aplica somente para o feio, mas para algo mais, algo que é grotesco e estúpido.

As outras personagens do mangá são os pais de Tabata, que tem função cômica.  A primeira fala do pai da garota é para alertá-la que, apesar de estar no colegial, ele acha que ela é muito jovem para ter um namorado.  A garota simplesmente pensa algo como "pai, me perdoe, mas eu acho que nunca terei um namorado.".  A preocupação dele vai em escalada quando ele descobre que Tabata tem colegas de turma bonitos e que eles são amigáveis com ela.   😁

Tabata se sente muito inferior aos seus colegas tão perfeitos.
Já a mãe, ela fica extasiada com a possibilidade de sua filha querida ser uma garota popular.  O que, obviamente, provoca grandes constrangimentos para a menina.  Quando ela conhece Ueno (*ele trabalha part time em um restaurante*) e Gotanda, o atleta da turma, começa a imaginar que os dois podem chegar a disputar o amor de sua filha.  Quando o pai se mostra preocupado, ela pontua que melhor um bom rapaz, ou um atleta dedicado, do que um homem mais velho ou um explorador de mulheres.  O pai concorda e Tabata só quer se esconder, mas não consegue.  Para piorar, é seu aniversário... 

As outras personagens com destaque na história são a  bishoujoUguisudani; Shinbashi, o garoto que se reinventou no colegial; e Gotanda, que diz que sua vida é o judo.  Gotanda tem um excelente diálogo com Ueno logo no início do mangá.  O rapaz se surpreende dele saber o nome de uma garota como Tabata, que ele, Gotanda, nem tinha percebido ser colega de turma.  "Será que sou eu que presto atenção demais às pessoas, ou você que presta de menos?".  A partir daí, Gotanda passa a tratar Tabata com gentileza e respeito, reconhecendo seu erro em subestimar as pessoas.

Ela imagina que Ueno pode querer chantageá-la.
Uguisudani e Shinbashi têm capítulos especiais para eles contando sua história.  Shinbashi era como Tabata, sem amigos, invisível, sofrendo bullying, gordinho.  Ao entrar no colegial, ele emagrece, muda a cor do cabelo, depila suas sobrancelhas e começa a seguir os conselhos das revistas de como um garoto pode se tornar popular.  Ele gruda em Ueno e seu grupo, ele se esforça para ser um dos populares da sala.  E ele está apaixonado por Uguisudani.  Até o momento, é o mala da série.

Engraçado é que Shinbashi, fingindo ser um expert em assuntos do coração e tentando desviar o interesse (*que não existe*) de Ueno por Uguisudani, termina fazendo com que o rapaz comece a imaginar que gosta de Tabata.  Só que para Shinbashi, que sonha em cumprir tudo o que a revista recomenda para que um garoto se torne popular, sair em um encontro duplo com Ueno levando Tabata seria uma humilhação.  Ainda não dá para saber se Shinbashi vai atrapalhar o romance dos dois, mas quem fez Ueno ter seu primeiro estalo foi ele.

Uguisudani acredita que Tabata é sua rival.
E Uguisudani?  Ainda não dá para saber se ela será a bishoujo do mal, ou vai se tornar amiga de Tabata.  O fato é que ela é um pouco parecida com a Tabata, só que ao inverso.  Ela é bonita, sempre foi vista como tal e é assediada por isso.  Mas ela não quer ser somente bonita, quer parecer agradável, gentil, enfim, a moça perfeita.  E, claro, é apaixonada por Ueno, que a vê somente como amiga, e percebe o que está acontecendo entre ele e Tabata antes que os dois tomem ciência disso.

Uguisudani decide que irá conhecer o inimigo e se aproxima de Tabata, causando estranheza a todo o grupo dos alunos populares. Ajuda Tabata no jardim, mesmo odiando esse tipo de tarefa, de se sujar.  Ela é adepta das flores artificiais. Uguisudani me lembra um pouco a Miyazawa (Karekano) no início da série, sempre se esforçando para parecer agradável.  Ela acaba se fingindo de gentil e gruda em Tabata.  Acaba sem descobrir o que ela teria de especial.  A convida para sair para humilhá-la mostrando como é uma garota mais interessante.  No fim das contas, duas coisas acontecem, a primeira, Uguisudani dá um conselho estético sincero e adequado para Tabata e se culpa por "ajudar" a rival, o segundo, ela é salva por Tabata de dois assediadores.

Uguisudani aconselha Tabata a usar trevos,
que eles são bonitos, também,
se ela tem vergonha de usar flores.
Uguisudani não gosta de ser assediada pelos garotos, mas ela tem medo de recusar e não parecer uma moça agradável.  Na escola, ela se vale dos colegas para fugir, especialmente, Shinbashi, assim, ela não fica com a fama da garota que "se acha" e dispensa todo mundo.  Só que, no shopping, em público, ela não tem como fugir e foi ensinada e se adestrou (*comportamentos de gênero*) a não encarar os homens.  Ela provavelmente seria abusada.  

Tabata tinha saído para jogar lixo fora e, ao retornar, se interpõe e suplica que os sujeitos deixem sua amiga em paz (*Depois, a garota se culpa por usar a palavra.  Quem era ela para ser amiga de Uguisudani?*).  Funciona.  Exatamente por essas oscilações, ainda não dá para saber se Uguisudani vai se tornar a vilã, ou uma amiga que entende os sentimentos de Tabata e Ueno.  E a Uguisudani precisa superar suas próprias limitações, também, parar de fingir para parecer uma menina sempre legal e sempre perfeita.

Os personagens principais da série.
Falando no rapaz, ele é naturalmente popular.  Ele não se esforça para isso, não é o melhor aluno da turma como o Arima (Karekano), ele está entre os melhores, mas não é perfeito, ele é apenas um sujeito de bom coração e que aprecia a beleza das coisas simples (*flores, por exemplo*) e os bons sentimentos.  Aliás, ele tem dificuldades em inglês e Tabata é uma das melhores alunas nessa matéria.  Enfim, lendo o mangá, lembrei de um menino que foi meu aluno no ano passado, este ano continua, e que fazia essas gentilezas mesmo com os alunos fracos e invisíveis, ou mesmo desprezados.  

Sabe aqueles trabalhos de grupo?  Ele chamava a menina mais rejeitada da turma para participar, ela acabava tirando uma nota que nunca tiraria em situação normal.  Raros são os alunos populares, que competem por colocação (*onde eu leciono coisas assim são importantes*), que fariam esse tipo de gentileza.  Olhando o Ueno, lembrei dele imediatamente.  E o último capítulo com scanlations termina quando Ueno pega no braço da Tabata e é como se os dois tomassem um choque.  Eu queria ler mais!

Não sei em qual momento eles se tornam namorados.
São oito volumes até o momento de Busu ni Hanataba wo。, achei scanlations de 9 capítulos, elas estão aqui.  Recomendo muito a série, porque ela é sensível e trabalha muito bem com os sentimentos das personagens, além disso, é simples, sensível, com clichês, mas sem se agarrar neles e com personagens que poderiam estar andando por aí.  E poderia estar em uma revista shoujo, aliás, eu preferiria que estivesse em uma Betsufure, por exemplo, acho bem o perfil dessa revista.

Desejo que a Tabata cresça e supere muitas de suas amarras (*eu acredito que ela sofra de depressão mesmo*), inclusive, se veja no direito de usar coisas bonitas e de ver sua própria beleza.  O que eu não desejo é que a autora reforme a Tabata, a transformando em uma menina perfeita, mas, pelo que eu vi desse início, acredito que esse caminho é muito improvável.  E, sim, há uma cena na qual a questão da obesidade é importante.  

Nossa heroína.
Tabata está no restaurante, é seu aniversário, ela pede uma comida especial, um prato grande, mas ao ver que Ueno é o garçom, tenta trocar por salada.  Ela mesma se questiona se é algo correto, afinal, é um clichê a menina gorda tentar passar uma falsa ideia comendo algo saudável (*e sem graça*).  No fim das contas, a mãe de Tabata interfere e ela termina comendo o prato que tinha pedido primeiro.  Ueno, obviamente, não a recrimina.  Neste momento da história, ele está tentando entender as reações dela e ainda não se apercebeu de seus próprios sentimentos.

GOSTOU?

6 pessoas comentaram:

Parece ótimo. Me lembrou Ore Monogatari, mas com os gêneros invertidos e mais drama. Já segui no MangaDex, vou só esperar acumular mais volumes (ou até terminar) pra ler tudo de uma vez.

Gostei da indicação. Vou salvar aqui para ler.

Amei quase meu shoujo dos sonhos ♡ mas como é seinen deve mudar logo do cenário escolar tomara q seja bom enquanto dure e sem mudanças radicais de aparência

Ué, há montes de seinen que se passam em ambiente escolar. Não há qualquer evidência de que a ambientação irá mudar.

kkkk verdade desculpa eu achei q era algo diferente mas agora q li não parece q vai ser um mangá que vá mudar o ambiente, não to acostumada com seinen achei q seria tipo josei versão masculina desculpa :p

Já devorei os 13 capítulos em scan.
Espero que lancem pelo menos em inglês.
Até o momento, a série é bem simpática.

Related Posts with Thumbnails