segunda-feira, 13 de julho de 2020

Mangá-ka retorna ao ventre materno em mangá autobiográfico

O mangá 70-Nen-me no Kokuhaku ~Doku to Pen~  (70年目の告白~毒とペン~) estreou na última edição da Mystery Bonita e parece ser uma história bem densa e incômoda, também.  Se entendi bem o Comic Natalie e o site Manba Japan, trata-se de uma série autobiográfica que trata da relação muito ruim entre uma filha, a mangá-ka Takashina Ryouko, e sua mãe.  


Enfim, o que entendi foi o seguinte, quando a mãe da mangá-ka falece já em avançada idade, a autora se sente aliviada, afinal, sua relação com a mãe foi ruim desde quando ela tem memória.  Na noite depois dos funerais, Ryouko parece sair do seu corpo.


Ela volta em espírito ao ventre da mãe durante o terror dos bombardeios norte americano na 2ª Guerra.  Ela presencia seu nascimento, a fome, as doenças, as duras condições de sua primeira infância e revive a relação com a mãe que ela considera tóxica.


Coisas que eu não entendi é se teremos vários capítulos (*é o que pareceu para mim*) e se a autora, que debutou em 1964, pretende que este mangá seja sua obra final.  De resto, não sei, também, se o objetivo é fazer terapia, colocando para fora suas mágoas, ou refletir sobre a dureza da vida da mãe.  Só lendo e eu, bem, não tenho como ler.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails