terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Será que Argo leva o Oscar? Eu estou torcendo!



Não comentei nada sobre as últimas premiações, tampouco sobre as indicações para o Oscar. Não sei, mas estava desanimada, ainda continuo um pouco... Essa onda de “já ganhou” para Lincoln me irrita um pouco, ainda que já tenha vivido o suficiente para ver (pré)vencedores caírem aos montes. Só que os triunfos seguidos de Argo, um filme que gostei bastante, me obrigam a alguns comentários.

Achei uma bruta sacanagem não indicarem o Ben Affleck para o prêmio de melhor diretor. Aliás, acho complicadíssimo indicarem o filme e não o seu diretor. Mas Affleck não foi indicado e isso fez com que os apostadores desviassem totalmente a atenção de Argo. Eu não vi nenhum dos filmes cujos diretores foram indicados ainda. Tentarei ver Amor, ainda que tenha medo dos resultados sobre o meu humor depois disso, devo assistir O lado bom da vida antes da entrega do Oscar. Os Miseráveis, assisto na estréia sem falta. Então, não vi muita coisa... Mas, até o momento, torço por Argo.


De qualquer forma, o filme de Ben Affleck tem triunfado em todas as premiações. Levou o Globo de Ouro por melhor drama. Como o prêmio é dividido, Os Miseráveis levou comédia/musical. Argo ganhou o prêmio dos produtores (PGA) e o do sindicato dos atores (SAG). Eu acho legal o prêmio do sindicato, porque premia “melhor elenco” e, bem, o elenco trabalha muito bem em Argo, sem  grandes estrelas se destacando muito das demais, o forte é o trabalho de equipe. Só comentando, em TV levou Downton Abbey (*fotinho aí em cima*), que teve uma terceira temporada de altos e baixos (*ainda não terminei de ver*), mas tem um trabalho de elenco fabuloso.

Como o texto da Folha de São Paulo bem ressalta, isso não garante vitória, só que dá um tremendo fôlego para disputar o Oscar. E eu, até o momento, torço por Argo. Parece, pelo menos, que há prêmios que estão certos, como o de melhor ator para Daniel Day-Lewis. Mas voz do povo, não é voz de Deus nesses casos e já vi interpretações incríveis, como a de Colin Firth em A Single Man, serem deixadas de lado. Já melhor atriz... Eu acho que melhor atriz só tem duas competidoras realmente sérias, Jessica Chastain ("A hora mais escura"), que era a favorita, e Jennifer Lawrence ("O lado bom da vida"), que tornou-se favorita com as últimas premiações. Eu acho Chastain muito boa, mas tomei asco do cinema de Kathryn Bigelow, especialmente, depois que ela recebeu o oscar de melhor direção que já poderia ter ido para mulheres diretoras muito melhores. Estou torcendo pela Jennifer Lawrence, tão novinha, mas em sua segunda indicação. É isso, vamos esperar. Não sei se vou fazer postas este ano.

GOSTOU?

3 pessoas comentaram:

Valéria, você não acha que a atriz principal de Amor, Emmanuelle Riva, tem chances? Porque pelo que ando lendo, o trabalho dela está excepcional. E não sei se ela concorre nas premiações dos sindicatos por ser estrangeira...

Valéria, você não acha que a Emmanuelle Riva, de Amor, tem chances? Parece que ela está excepcional no filme. E não sei se ela concorre nestas premiações de sindicatos, já que é estrangeira... Daí fico sem saber se ela está no páreo; mas gostaria muito que estivesse.

Fael, acredito que tanto a mais jovem, quanto a mais velha só estão concorrendo para dar mais brilho para a festa. Não devem ganhar, não.

Related Posts with Thumbnails