terça-feira, 30 de abril de 2013

Algumas palavras sobre o final de Saiunkoku Monogatari



Ainda estou devendo as resenhas de vários volumes de Saiunkoku Monogatari (彩雲国物語), e aviso logo de saída que este texto não é uma resenha.  O fato é que desde a semana passada, quando chegou meu último volume (*e todas as encomendas que eu esperava fazia meses*), estava me roendo para comentar uma ou duas coisas a respeito do final da série.  É meio complicado dizer que amou e, ao mesmo tempo, ficou triste com o fim de um mangá e é meio difícil de explicar os motivos, eu acho.  Saiunkoku Monogatari é, talvez, a série de shoujo mangá adolescente mais feminista que eu já li.  Apesar do humor bobinho que, às vezes, aparece e dos pequenos clichês, Shūrei não é a mocinha típica e extrapolou em sua trajetória qualquer expectativa que eu pudesse ter.

Desde o início da série, sabemos que Shūrei é inteligente, esforçada, trabalhadora, boa administradora das finanças domésticas, ambiciosa e disciplinada.  Além disso, é bonita, mesmo que não se veja assim, e domina todas as prendas femininas, desde o bem cozinhar, até tocar instrumentos musicais típicos.  Não são qualidades muito comuns nas mocinhas dos shoujo mangá padrão, não reunidas todas na mesma criatura. Ela é, também, virgem e inocente, beirando o clueless em algumas situações.  Trata-se, sem dúvida, de um clichê, mas salvo pelos primeiros volumes, quando ela estava no harém do Imperador, sua vida amorosa nunca centralizou as discussões da série.  A questão mais importante de Saiunkoku Monogatari era o sonho impossível da menina em se tornar funcionária pública imperial.  

Ao longo da série, graças ao jovem imperador e seus conselheiros, a possibilidade de que a moça possa chegar ao seu objetivo começa a se desenhar.  É oferecido a ela a chance de ser a primeira mulher a tentar o exame público e, se aprovada, ela poderá abrir caminho para que outras moças possam também chegar lá.  Historicamente, é situação que já aconteceu várias vezes.  A pressão sobre as pioneiras de qualquer área é muito grande e tudo isso é bem discutido dentro da série.

O curioso é que tal não seria possível sem o sacrifício do jovem imperador.  Ryūki se torna um homem melhor graças à Shūrei, tão melhor que abre mão do seu maior desejo: ter a moça como esposa.  Uma imperatriz não pode ser funcionária pública; a mulher do Imperador deve habitar a corte interior e prender Shūrei  em um harém é matá-la aos poucos.  O próprio Imperador é prisioneiro dessa corte interior e de seu dever para com a nação.  O peso sobre ele é grande demais.  Há ao longo da série uma inversão de papéis de gênero no relacionamento dos dois, pois, normalmente, é a mocinha que esquece de si, ou se sacrifica pelo amado.  Vide Black Bird.  

Em Saiunkoku Monogatari sabemos que os dois se amam, mas Shūrei não balança em nenhum momento entre seu sonho e os braços do amado.  Afinal, seu sucesso não será somente dela, mas de todas as mulheres.  Se Shūrei fracassar, as mulheres nunca mais poderão concorrer ao cargo de oficial do imperador.  Como o padrão é a China imperial, não há possibilidade de casamento para funcionários públicos.

Só que quando cheguei ao final, eu queria o melhor de dois mundos, queria que ela atingisse os seus ideais – tão raro uma mocinha de shoujo mangá mainstream que os tenha – mas terminasse também com o Imperador.  É desse tipo de frustração que eu falo.  Fica até sugerido no volume #8 que eles poderiam ser amantes, já que o imperador suplica que ela o trate pelo nome, o chame de você (*Ah, adoro esse tipo de draminha com monarcas solitários!*), pelo menos quando estiverem à sós.  E lasca-lhe um monte de beijos, como no final do anime, dizendo que não se casaria com mulher alguma a não ser ela... Só que, quanto mais Shūrei se aproximava do seu sonho, mais distante do Imperador ela está e ambos sabem disso.


Ainda assim, o volume #9 não termina com os dois em cena, mas com a vitória de Shūrei, que é aprovada em excelente colocação.  Trata-se de um mangá muito curioso, porque conseguiu manter o casal de protagonistas longe um do outro durante boa parte do tempo se, contudo, deixar de construir um romance sólido entre os dois.  Enfim, palmas para as autoras de Saiunkoku Monogatari pela ousadia, por questionar tradições e papéis de gênero, por denunciar a exclusão das mulheres por serem mulheres de alguns serviços (*até os dias de hoje*). Agora, custava muito deixar os dois juntos, custava?  ;___; E, claro, agradeço à VIz por ter publicado este mangá maravilhoso nos EUA.

Será que há algo mais nas 22 light novels do que o que foi contado no mangá?  Acredito que, sim.  Aliás, o mangá poderia ser mais longo, havia espaço para isso.  Eu terminei triste a minha leitura dinâmica do último volume, porque, afinal, o Ryūki merecia ficar com a Shūrei, ou não merecia?  Visitem esta página e babem com as ilustrações da série de Saiunkoku Monogatari em tamanho grande.

GOSTOU?

17 pessoas comentaram:

É uma pena eles não ficarem juntos. Gosto muito de Saiunkoku Monogatari porque é difícil encontrar protagonistas fortes e independentes. Geralmente nos mangás as mocinhas vivem muito em função dos garotos de quem gostam e por vezes eles são mais frios com elas do que o Pólo Norte...

Ah, q pena q eles não ficão juntos >_< ah seria bom se eles publicassem os light novel (haruhi suzumyia publicaram) estou esperando os meus mangas de Saiunkoku chegaram (tbm ta atrasado _ _")

Eu tinha medo que isso acontecesse...nossa...eu acompanho as resenhas como novela...mas eu esperava um final feliz, especialmente para esse casal...para eles eu queria algo bem clichê. Também acho que poderiam avançar mais a história ...ela é tão rica e a heroína me conquistou :D

Conheci o anime e me apaixonei! Infelizmente não li o mangá (só umas xeretadas que o meu inglês permite), muito menos o novel...Mas a história é envolvente, já sabia desse final feliz não tão feliz.....Concordo que a Shūrei deveria ter o melhor final, nunca vi heroína tão merecedora....Que fez tanta coisa, tinha que ter ficado com tudo no final...o cargo e o imperador =/ Isso foi frustrante, queria um envolvimento maior entre eles....Os dois mereciam...

Eu vi o anime, mas não tive acesso ao mangá. Uma das melhores histórias que já vi sobre mulher. Acredito que, como no fim do anime deixou no ar, deve haver mais histórias pelo mangá. Um dia vou tentar ler. Bem.. eu não ia nem comentar aqui pq fiquei triste pelo fato dos 2 não terem terminados juntos(apesar de não sabermos o que acontece no lightnovel) poréeeem... depois de ver o link com as imagens de saiunkoku... estou maravilhada! Já valeu mais do que esperar um final com os dois juntos. Imagens MARAVILHOSAS!

Já ouvi muito de Saiunkoku Monogatari aqui no blog e confesso que nunca dei uma olhada. Um deslize meu que pretendo corrigir em breve. Talvez eu esteja precisando desse mangá para me curar do desapontamento que Vampire Knight andou me provocando devido aos rumos dados ao mangá no encerramento, que o tem tornado chato e repetitivo.
Apesar de nem ter lido o mangá creio já sou do time que queria que o casal de protagonistas ficassem juntos, apesar de que o fato de no final eles terem ficado separados deu uma dose de realismo e coragem por parte da autora. Depois de tanto ler shoujo com garotas que só vivem em função de seus companheiros, shuurei é um bálsamo.

Ahh..esqueci de falar! Que imagens LINDAS, claro que salvei todas heheheh....Também queria perguntar se só eu acho que tem algum mistério em torno da mãe da Shurei, no anime isso não ficou muito claro. Gostaria de saber como é no mangá =]

Claudia, no mangá fica claro que a mãe de Shurei deu a vida por ela. Shurei estava morrendo e a mãe lhe cedeu sua força vital. Há um gaiden sobre isso. Mas nas novels a coisa ganha mais detalhes.

Fim do light novel http://himeyasha.blogspot.fr/2011/08/saiunkoku-monogatari-ending-spoilers.html

Gente, vi um link sobre o fim do light novel, como sendo spoiler, o link é este http://himeyasha.blogspot.com.br/2011/08/saiunkoku-monogatari-ending-spoilers.html

Eu gostaria de saber como chegaram a essa conclusão de final, onde estão os fatos para isso? por favor, qualquer pista ajuda, eu não consegui achar todos os mangás, nem em inglês e nem em português. Ajudem! Eu gostaria de saber muito mais sobre o light novel, deixou algumas lacunas em branco, realmente gostaria de saber o 'verdadeiro' final.

vc viu isso no mangá ou no anime ? pois no anime em ambas a as temporadas os personagens não ficam juntos pois deixam sempre uma possibilidade de futuro.


esse link fala das light novels e do final, eu não gostei. mas caso se interessem.
http://himeyasha.blogspot.com.br/2011/08/saiunkoku-monogatari-ending-spoilers.html

Fiquei torcendo pra ela falar "eu também te amo" e quando ela disse sobre conciliar amor e trabalho, nessa hora eu podia jurar que ficariam juntos, dai no fim quebram meu coração :( mas acho que no futuro eles ficaram, eles se amam então poxa que se casem logo :( sério, muito bad esse fim

Eles não ficam juntos? Mds como assim? Alguém me exlica!

Eu também queria que eles tivessem ficado juntos, achei legal e tão que ela conquistou o sonho dela, mas ela podia ter conquistado o amor também. E no final fica em aberto quando ele faz uma aposta com ela, eu fiquei muito frustada depois de assistir tantos episodios e nada acontecer de definitivo para mostrar que eles iam ficar juntos, queria um final feliz

Related Posts with Thumbnails