sábado, 29 de novembro de 2014

Ainda não é a resenha de Mockingjay


Com essa história de assistir Catching Fire (Em Chamas) e a primeira parte de Mockingjay (*tordo????  Sério que as pessoas que leram em português chamam o mockingjay assim?*) voltei a dedicar algo do meu tempo a pensar sobre a trilogia de livros e tetralogia de filmes.  Escrevi que não gostei de como tentaram encaminhar o filme para um triângulo entre Peeta-Katniss-Gale como se o importante em Jogos Vorazes fosse isso.  Até a Anita Sarkeesian caiu nisso ao analisar Jogos Vorazes em seu canal do Youtube.  Quando fui ao cinema na segunda passada, um bando de adolescentes - os piores, acho, que já vi em uma sessão vazia de cinema, pois entraram atrasados, aos pouquinhos, eram barulhentos e desrespeitosos - fizeram inclusive a associação entre Jogos Vorazes e Crepúsulo em alguma das cenas entre Gale e Katniss... O objetivo de quem montou o filme era esse mesmo.  Leiam os livros, também, por favor.

Agora cedo me deparei com uma colagem de imagens de uma entrevista dada pela atriz Willow Shields, que interpreta Prim, a irmã de Katniss na série de filmes, e ela respondeu magnificamente para uma repórter imbecilizada que lhe perguntou se ela era "Time Peeta" ou "Tima Gale". E menina foi direto ao ponto "Eu sou time Katniss.  Todo mundo pensa que existe um triângulo amoroso e quando eu olho para isso, quando eu leio os livros com minha irmã, eu apenas penso mais em como Katniss se ofereceu para participar dos jogos por sua família.  Então, eu sou time Katniss".

Apesar de todo o sucesso da série, que fez muito dinheiro e tem uma heroína de ação, ainda há muita gente que deseja reduzir Katniss a somente isso, a mocinha dividida entre dois "gatinhos lindos", ou levar a discussão para isso, "time Peeta ou Gale?".  O que eu espero é que Katniss, eu espero, se torne uma heroína modelar, no meio de uma mídia, o cinema, tão pouco generoso com as mulheres em filmes de ação, para toda uma geração de meninas.  Uma garota normal, jogada em uma situação limite por amor a sua irmã (*uma outra mulher, como ela*), que erra, que acerta, que sofre, que ama, mas que não se deixa tutelar ou se reduzir à donzela em perigo.  É isso.  Queria dividir com vocês essa montagem.

GOSTOU?

3 pessoas comentaram:

O problema é que a katniss é uma donzela em perigo e sempre tem alguém por trás pra salvar ela né. Não acho que ela seja um exemplo de personagem feminina forte.

Nos filmes? é uma leitura muito limitada, eu diria. Nos livros? de forma alguma.

Katniss donzela em perigo! sendo sempre salva por alguem ! Desculpe Larissa estamos falando da mesma estoria ? do mesmo livro?

Related Posts with Thumbnails