sábado, 28 de fevereiro de 2015

Vitamin é o novo shoujo da JBC


A morte de Leonard Nimoy acabou eclipsando, para mim, um dos maiores anúncios de shoujo mangá já feitos aqui no Brasil... Sim, é assim que eu vejo o lançamento de Vitamin (ビタミン) em nosso país.  Enfim, lá pelas três da tarde, descobri ao abrir o Facebook que Vitamin, oneshot de Suenobu Keiko, será lançado pela JBC. Fazia muito, muito tempo, que a JBC não me surpreendia.  Houve duas outras vezes, claro, receber um e-mail no dia 1º de abril comunicando o lançamento de Fruits Basket  (フルーツバスケット) e quando laçaram Shoujo Kakumei Utena (少女革命ウテナ).  No caso de Utena, o Júnior Fonseca (da Newpop) até me ligou, fiquei em choque...

Enfim, Vitamin trata de um assunto muito atual, mesmo tendo sido publicado em 2001, o bullying.  Aliás, a autora é especializada no tema e este seu primeiro mangá funcionou quase como um laboratório para sua obra de maior sucesso, Life (ライフ).  De qualquer forma, é uma história densa que apresenta múltiplos aspectos de um drama que é mundial.  A protagonista passa ao longo da história por várias situações de violência, desde a rejeição simples, o tratamento de silêncio, por parte dos colegas de escola e da ex-melhor amiga, até agressões físicas.  O "vitamin" do título se remete às drogas que ela passa a consumir para continuar funcionando... 



Minha impressão ao ler Vitamin vários anos atrás é que se trata de uma história auto-biográfica.  Se comentar o motivo, entrego parte da trama, então, peço que leiam e, se desejarem, comentem aqui depois.  Sim, vale a pena comprar este volume de mangá.  Sei dos vícios da JBC, detesto esta historia de "veterano (a)" e "senhorita".  Queria uma versão e tradução menos viciadas PORÉM é Vitamin.  Não acho que este lançamento vá abrir grandes portas, até gostaria que a JBC  pudesse lançar outro mangá de Suenobu Keiko, Limit ( リミット), que é igualmente denso e só tem 5 volumes.  No entanto, nunca sabemos o que vai na cabeça dos caras... Eis o link do Henshin on Line falando do lançamento, é lá pelos 6 minutos.  O Cassius com a história de rótulos que a editora não usa, mas fazendo questão de dizer que é shoujo... De qualquer forma, um grande lançamento, muito mais interessante a meu ver do que Ao Haru Ride (アオハライド), mas é, claro, a minha opinião.

GOSTOU?

3 pessoas comentaram:

Uau, quando eu li esse mangá há uns bons anos, a primeira coisa que passou na minha cabeça (além de lágrimas haha) foi em quão importante seria se um título desse gênero viesse pro Brasil. E sim, eu também achei que fosse autobiográfico ! Na verdade, me surpreendeu ao saber, agora, que pode ser que não - mas na real, principalmente no Japão, deve ser difícil não ter sofrido bullying (e em todos os mangás que há essa temática, seja de forma principal, seja de forma secundária, sempre mostra ser algo realmente pesado).
Vou comprar com certeza :)

Yuuki, eu realmente acredito qu há algo de autobiográfico em Vitamin. A questão é que bullying é tema que a autora vem explorando em várias de suas obras.

Um shoujo já seria muito por parte da JBC, mas Vitamin da Suenobu Keiko? É realmente a grande surpresa do anos até aqui.
Espero que isso abra as portas para mais shoujos diferentes.

Related Posts with Thumbnails