quarta-feira, 6 de maio de 2015

Por que ainda é tão fácil chamar a Viúva Negra de Vadia?


Sabe que quando a gente encontra coisa boa em um lugar improvável é necessário dividir?  Este é o caso desse artigo que saiu na Playboy americana.  O título é This Is Why Black Widow Got Slut-Shamed (Este é o motive pelo qual a Viúva Negra foi Humilhada).  Na verdade, slut-shaming é humilhar ou ridicularizar uma mulher por suas práticas sexuais ou sua aparência.  “slut” é gíria a para prostituta, piranha.  Na tradução mantive o termo em inglês. Talvez, você não tenha ficado sabendo, mas o escroto do Jeremy Rennner, o Gavião Arqueiro, e o Chris Evans, o Capitão América, fizeram piadinhas reduzindo a Viúva Negra a uma prostituta.  

Vejam bem, nos quadrinhos, a Viúva Negra usa de sedução para atingir seus objetivos, mas James Bond, o das antigas, fazia o mesmo.  Ela é chamada de piranha, e isso não é elogio, ele é pegador e tem bom gosto.  Essa dupla moral que deriva da forma como nossa sociedade patriarcal organiza os papéis de gênero é repulsiva e, claro, seria de esperar que os atores em questão tivessem um pouquinho mais de reflexão sobre isso, ou que, pelo menos, entendessem que isso poderia enfurecer alguns fãs.  Trocando em miúdos, a Viúva Negra não deveria ser reduzida a sua prática sexual ou seus flertes, porque não se faz isso com os super-heróis ou heróis homens, mas ela é mulher... 


E chamei o Jeremy Rennner de escroto, porque ele não fez nenhuma reflexão e soltou mais essa em um talk show “Mas, se você dormisse com quatro dos seis Vingadores, não importa o quão divertido tivesse sido, você seria uma vadia. Só dizendo. Eu seria uma vadia".”.  Dentro do que parece ser o contexto da conversa, não seria chamado de “vadia”, mas de “viadinho”, o que seria igualmente ofensivo para a lógica de um sujeito assim.  Enfim, deixe Renner para lá, ele representa uma grande parcela da humanidade ainda e fique com a parte do artigo que consegui traduzir.  Queria fazê-lo por completo, queria traduzir mais coisas para o blog, mas o tempo é escasso.  O texto em inglês está disponível e basta clicar.

“Joss Whedon é muito celebrado por escrever personagens femininos fortes, e personagens femininas não costumam ser muito mais fortes do que a Viúva Negra, interpretada por Scarlet Johansson em Os Vingadores e outros filmes da Marvel.

A Viúva Negra chuta com competência, gira e luta como uma super-heroína abrindo seu caminho através de salas cheias de bandidos e monstros alienígenas; ela se infiltra em qualquer lugar que pode ser infiltrado e supera todos no raciocínio do mega-gênio Tony Stark até Loki, deus da trapaça. Ela é durona, inteligente, corajosa, engenhosa, e em Os Vingadores ela basicamente salva o mundo. Whedon não poderia tornar as coisas mais claras: a Viúva Negra é forte, impressionante, tão boa ou melhor do que seus pares do sexo masculino e merece o seu respeito.


E, ainda assim, de alguma forma, Jeremy Renner e Chris Evans, co-estrelas junto com Johansson, não entendem a mensagem.

Em uma entrevista promocional de Os Vigadores – Era de Ultron para a Digital Spy, Renner (que interpreta Gavião Arqueiro) e Evans (que interpreta o Capitão América) foram questionados sobre interesses românticos da Viúva Negra. Vários fãs têm sugerido que ela pode acabar namorando Gavião Arqueiro ou o Capitão América. Em Ultron, no entanto, ela está em um relacionamento com o alter ego do Hulk, Bruce Banner (Mark Ruffalo). A entrevistadora pergunta a Renner e Evans o que eles pensam de ela ter todos esses potenciais parceiros, e Renner responde: "ela é uma vadia", em que Evans desata a rir e acrescenta: "ela é uma prostituta completa."

Evans rapidamente soltou um comunicado com um pedido de desculpas sincero, enquanto Renner emitiu uma nota defensiva grosseira, de desculpas que não é desculpa. O fato de que os atores dizem alguma porcaria estúpida e que pelo menos alguns deles são uns totais idiotas talvez seja menos interessante do que a questão de por que  insultos assim saem com tanta facilidade.


Mais uma vez, Viúva Negra é um heroína. Sim, ela usa uma roupa colante, mas ela não está realmente sendo apresentada como um objeto mais sexual do que o Thor de Chris Hemsworth, e nenhuma das suas aparições envolveu qualquer subtrama romântica ou sexual de verdade. Ela beijou o Capitão América para enganar alguns inimigos; ela teve uma ou duas conversas mais intensas com Gavião Arqueiro.

Não me interpretem mal. A Viúva Negra deve dormir com quem ela quiser, com a freqüência que ela quiser, e ninguém deve se meter na vida dela, assim como ninguém dá a mínima quando Tony Stark usa seus órgãos genitais de forma entusiasmada em seus vários filmes. Mas ela não é Tony Stark; seu relacionamento com Banner será a única relação real na tela que ela terá. Renner e Evans a estão slut-shaming por nada.

Claro, as mulheres não são humilhadas por transgressões reais em primeiro lugar. Eles são humilhadas por serem mulheres. O tratamento dado à Viúva Negra torna isso particularmente óbvio. Ela é tratada com desprezo não por qualquer coisa que ela faz que ela faz, mas por ser mulher – e porque, nos filmes, ser mulher é algo notável, incomum, e marcante.


Pode parecer estranho dizer que o gênero da Viúva Negra é incomum; ela é uma mulher cis [1], heterossexual, com uma aparência feminina glamorosa dentro do padrão de Hollywood. Mas olhe em volta do primeiro filme dos Vingadores, e você vai ver que as mulheres, não importa quão dentro das convenções de Hollywood elas estejam, estão um material muito escasso. (...)”

[1] O termo cis é usado em oposição a trans e significa que o sexo que colocaram nos seus documentos caminha junto com sua identidade de gênero.  Isso nada tem a ver com desejo ou orientação sexual, hetero, homo, bi, etc.

GOSTOU?

6 pessoas comentaram:

Fora isso, muita gente caiu matando no Whedon, por acreditarem que ele "diminuiu/destruiu/descaracterizou" a personagem, com a trama do "namoro" com o Banner e a questão da esterilização.
O filme acabou gerando muita polêmica desnecessária, e o que me dá medo é que a Disney pode pensar em reagir justamente ao contrário e diminuir ainda mais a participação da personagem em futuros filmes.

Eu não vejo em que é que o facto deles terem dito isso pode influenciar o modo como gostamos da personagem.
Quer dizer, eu amo o Black Widow, mesmo. Ela é uma personagem feminina forte, que consegue salvar o dia tal e qual como os outros todos e isso é algo que não vemos todos os dias! Eu adoro a forma como ela derrota os inimigos, e foi por isso que comecei a gostar dela, vendo a sua forma tão fixe de lutar.
However, acho que toda a gente consegue ver que havia um pouco de química com o Capitão América e o Hawkeye, mas isso não tem de influenciar o meu gosto por ela! Eu não gosto dela pelas suas relações amorosas, sim por quem ela é. Não me interessa o que eles dizem da Black Widow porque eu gosto dela na mesma, aliás, eles estavam a falar da personagem e não da colega de trabalho, a Scarlet, porque se fosse isso parece-me que teria sido muito pior. Eles são pessoas na mesma e podem fazer o seu julgamento em relação à personagem, provavelmente foi só um comentário na brincadeira e tudo, sem importância. Acho que isso só cria confusão porque as pessoas se deixam influenciar, eu por exemplo, amo o Capitão América, achei esse comentário correto? Não. Ele pediu desculpas? Pediu. E isso não vai afetar em nada o meu gosto pelo personagem! O mesmo serve para a Black Widow. Acho que as pessoas se sentem atacadas muito facilmente, geez. Quanto ao romance com o Hulk, por favor, ela continua a ser a ótima personagem que sempre foi, forte como sempre, não o deixa de ser por amar.
Continuo a gosta da Black Widow como sempre, não me interessa o que digam dela, é a minha opinião que conta e a de mais ninguém!

Na verdade, é muito irrelevNte quem disse o que, mas o motivo pelo qual as ofensas contra uma mulher, seja ela uma super heroín,a ou qualquer umade nós, podem ser enunciadassem nenhum problema. Machismo estrutural, as desculpas, nesse caso, não mudam nada.

Muito mais do que o comentário do Evans e Renner(mas eles não deixam de ser idiotas, aos meus olhos), eu fiquei incomodado com o diálogo entre a Viúva Negra e o Hulk, em que ela se chama de monstro, na minha opinião, por ter feito cirurgia para se tornar estéril. Tem gente contra-argumentando, dizendo que ela se chama de monstro por ter sido treinada para ser uma assassina fria. Se essa era realmente a mensagem que a personagem queria passar, houve um erro no roteiro ou na edição. Para mim, mesmo depois de ter visto o filme duas vezes e ter lido vários comentários sobre o caso, ela continua se criticando por ter se tornando estéril.
De todo modo, sabemos que uma mulher não é um mostro por não poder ter filhos, nem por não querer. Mas, o machismo leva a crer que as mulheres tem que ter filhos, quase como se fosse a sua finalidade. É absurda a pressão da sociedade em relação a isso. Tenho uma tia que não pode ter filhos, a não ser que faça tratamento e as pessoas sempre perguntam quando ela vai ter filhos ou quando vai começar o tratamento. Se já não bastasse isso, percebo que há pessoas que parecem vê-la um pouco (como eu posso dizer...) "inferior" por não poder ter filhos ou não ser mãe. Parece até que ser mãe dá algum tipo de statos.
Se já não bastasse a burrada da Disney de não produzir produtos da Viúva Negra e Feiticeira Escarlate (de longe, as duas personagens mais legais do filme) ainda temos que ver esse tipo de mensagem em um filme que tem tanta influencia.
O pior, é que se fosse um homem fazendo vasectomia porque não quer ter filhos, seria muito melhor aceito pela sociedade, que uma mulher que faça qualquer procedimento para se tornar estéril.
Percebam também que muitas das piadas sobre o Capitão, nos filmes, são sobre o fato dele possivelmente ser um "virjão" de quase cem anos. Só não vê o machismo quem não quer vê.

Ps.: Fico curioso para ver como é que serão tratados os filmes solo da Capitã Marvel e Mulher-Maravilha. Será que vai ter brinquedos e "merchan" dos filmes?
Ps2.: Se a Viúva é uma vadia/puta por ter flertado com três homens diferente, o Capitão América também é um prostituto, porque ele também flertou com três mulheres diferentes(e beijou uma quarta).


Só queria adicionar algo sobre esse lance polêmico sobre ela não poder engravidar, que incomodou várias pessoas que viram o filme:

Acho que as pessoas optaram por ver a cena da pior forma possível. Não acho que seja um desrespeito com quem não pode engravidar.

Quando a Viúva chama a si mesma de "monstro", não é meramente por não poder gerar filhos, mas por ter aberto mão dessa possibilidade por uma vida que era, até então, destinada a fins nada benignos (ela só virou heroína depois -- na série da Agente Carter fica muito claro que o programa russo que cria as Viúvas Negras tinha as piores intenções possíveis!) Ter mudado de lado foi mérito da própria Natasha, pois ela foi sim criada pra ser "um monstro" -- e a esterilização fez parte desse programa que a criou com esse fim. O fato de ter sido esterelizada sempre será uma lembrança desse passado negro, pra ela.

Pra mim, ficou claro que ela se arrepende dessa decisão, ou que talvez vendo o seu amigo Hawkeye (que conseguiu ser herói e manter uma família ao mesmo tempo), ela tenha visto que não precisava ter aberto mão de uma coisa pra seguir carreira, e se arrepende disso.

Victor, Petra, eu realmente não me incomodei muito com essa questão da Viúva não poder gerar vida. Ela se chama de monstro, eu entendi que ela fez isso, porque o projeto Viúva Negra implicava em manipulação do corpo das meninas (*li que nos quadrinhos só houve um homem que passou pelo projeto*). As meninas não escolhiam estar lá, eram órfãs selecionadas. Aliás, Natasha não escolheu ser esterilizada, ela foi esterilizada. Enfim, ainda que tenhamos cenas "ternas" com Natasha e a barriga da esposa do Hawkeye, não vejo o não gerar vida como a razão da monstruosidade, mas o conjunto da obra.

De resto, concordo com a Petra. O povo fica shippando o Hawkeye e a Viúva e, depois que a coisa nao se concretiza, fica meio revoltado.

E, bem, nenhum herói é julgado pela sua atividade sexual, real, ou imginária.

Related Posts with Thumbnails