sábado, 27 de agosto de 2016

Mangá-kas homenageiam a Editora Viz pelos 30 anos de existência


Hana Yori Dango (花より男子) de Kamio Yoko.
A VIZ, editora americana, foi uma das pioneiras na publicação de mangás nos EUA.  Verdade que eles demoraram um pouco a perceber que publicar material em formato americano não era legal e que espelhar mangá muito menos, mas a VIZ teve  e tem importância gigantesca na vida de um monte de gente, inclusive na minha.  

Ore Monogatari!! (オレモノガタリ!!) de Aruko.
Já vivi de migalhas da revista Animerica e a primeira edição de Shoujo Kakumei Utena (少女革命ウテナ) em língua que eu pudesse ler é da VIZ, minha primeira leitura de Hagio Moto (They Were Eleven fracionado em formato americano e A'A), eu agradeço a eles, e, hoje, se tenho Ōoku  (大奥) em minhas mãos é por causa da VIZ.  

Nana (ナナ) de Ai Yazawa.
Não tenho nenhum problema em dizer que devo mais à VIZ e outras editora norte americanas do que qualquer uma das nossas aqui, afinal, eles publicam shoujo e josei com mais constância.  Só lamento que não me permitam comprar o material digital.  Quem sabe um dia?

Momochi-san Chi no Ayakashi Ouji  (百千さん家のあやかし王子)
de Shouoto Aya.
De qualquer forma, a editora está publicando os shikishi (artboards) comemorativos enviados por 75 mangá-kas, Kamio Yoko, de Hana Yori Dango (花より男子), foi uma delas.  Parte do material foi exposto na Anime Expo e outra parte na San Diego Comic Con.  São uma beleza, não é mesmo?  Espero ficar atenta para quando publicarem mais.  Por enquanto, há dois posts (*1-2*) no blog da VIZ.  Outros virão.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails