terça-feira, 6 de setembro de 2016

Dentre todas as homenagens à Rosa de Versalhes, esta é a mais estranha...


Já escrevi mais de uma vez que havia uma "homenagem" hentai à Rosa de Versalhes (ベルサイユのばら), no entanto, tinha esquecido o nome do anime totalmente.  Hoje, passando por um site francês especializado na clássico de Riyoko Ikeda, finalmente, descobri o nome.


Bem, não vou colocar nenhuma imagem pornográfica do tal anime, nem a capa eu acho adequada ao Shoujo Café, mas há algumas ilustrações inócuas.  O nome do anime é Inma Youjo (淫魔妖女), cujo título internacional é "The Erotic Temptress".  Foram ao todo 5 episódios lançados entre 1994-97, o de Lady Oscar é o de número 4.  Assisti, porque apareceu na locadora perto aqui de casa (*muito, muito tempo atrás*) e foi bater o olho na capa e reconhecer a referência, não pude resistir.


Segundo a descrição do My Anime List, a protagonista da série se chama Maya e cada episódio a coloca em um cenário diferente.  No episódio 4, temos um conde que perdeu a esposa e seu filho no parto.  No mesmo dia, ele encontra um lindo bebezinho na sua porta.  Ele pega a criança e leva até uma cartomante que lhe avisa que há algo de terrível no futuro da menina.  Decidido a criá-la, ele acredita que, educando-a como menino, a criança poderá evitar seu destino.  


Tudo acontece em um mundo medieval like no qual um outro nobre cruel e poderoso caça bruxas e comete toda a sorte de atrocidades.  Ele tem como aliada a amante do rei e, juntos, eles torturam sexualmente mulheres em suas masmorras.  Crescida, Mayatola, esconde o fato de ser mulher e se torna capitão do rei.  Ela e seu melhor amigo (*que é a cara do André*) descobrem as crueldades do vilão, mas se sentem impotentes para impedi-lo.


O vilão, no entanto, se incomoda com a oposição e passa a espionar Mayatola, descoberto o segredo da moça, ela é acusada de bruxaria.  Junto com sua criada pessoal, ela é levada às masmorras, estuprada e torturada, querem que ela admita que é mulher e se submeta.  O que o vilão e sua aliada não imaginam é que Mayatola efetivamente é uma bruxa e sua sexualidade, ao ser desperta, libertaria um poder terrível, sem limites, ou piedade. O jogo vira no final e o resultado não é nada bonito... 


É isso.  Agora , o nome está arquivado aqui no blog para a eternidade.  Não esquecerei mais. 




GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails