segunda-feira, 22 de maio de 2017

Shounen Oujo pode ser um mangá interessante


Estava passando pelo Goboiano, um site que sempre tem alguma coisa interessante para se ver, e me deparei com uma lista (*eles adoram fazer listas*) de 8 mangás que são subestimados. Enfim, no meio da lista, dois eram shoujo, um deles, Shounen Oujo (少年王女), me chamou a atenção.  

O mangá, que sai na revista Sylph, tem 5 volumes até o momento, todos com scanlation (!!!), e conta a história de um rapaz chamado Albert que é sequestrado por traficantes de escravos.  Obviamente, estamos em um mundo que não é o nosso, OK?  Ele termina sendo comprado pela princesa Alexia, uma jovem que, para a surpresa do rapaz, é seu sósia.  A princesa compra Albert para que ele seja seu escravo particular e assuma o seu lugar (*trata-se de um kagemusha*), para que ela possa sair pelo mundo incógnita.  Ela promete libertar o rapaz assim que atingir sua maioridade e assumir o trono.  Só que, em uma dessas escapadelas, a princesa é morta e Albert, para evitar uma crise política, assume o lugar dela.


Bem, não tive tempo de ir atrás das scanlations ainda, mas me pergunto logo de cara: será que a princesa morreu mesmo?  Outra coisa é saber se mais alguém conhece o segredo.  Parece um mangá feito na medida para virar anime, mas é shoujo, então... De qualquer forma, a arte de Utako Yukihiro parece ser interessante.  Está na minha lista de futuras leituras.

P.S.: Consegui lugar para baixar as scanlations em inglês (*AQUI*) e passei os olhos pelo primeiro capítulo.  Albert é sequestrado e comprado, junto com um amigo, o pequeno Theodore, por sujeitos mandados pela princesa, que é uma menina mimada e arrogante.  A sociedade onde a história se passa é dominada por mulheres, elas comandam, os homens, obedecem.  Albert se recusa a obedecer no início.  A princesa se enfurece e pega uma espada, se ele não obedece, não merece viver.  Theodore acaba ferido, a princesa parece mortificada, um de seus auxiliares, Guy, o moreno da segunda imagem, lhe toma a espada e diz que pode matar Albert.  O garoto pede clemência pelo amigo, pede que o curem e ele se submeterá.  O tom cômico não consegue disfarçar que a história é meio tensa, não.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails