terça-feira, 21 de novembro de 2017

Autor de Rurouni Kenshin culpado por possuir pornografia infantil


Passando pelo Manga Mag, vi essa matéria, Nobuhiro Watsuki, autor de Rurouni Kenshin (るろうに剣心), foi considerado culpado (*pelo que entendi não se trata somente de acusação*) por possuir inúmeros  DVDs com aquilo que a legislação japonesa considera pornografia infantil.  Na verdade, quando a gente fala infantil, a gente esconde que são meninas, porque segundo a matéria do site francês e o que eu encontrei em japonês (*Yahoo*), ele tinha inúmeros DVDs com meninas que não deveriam ter 10 anos até adolescentes.  

Ele admitiu em juízo que gostava de ver meninas, foram encontrados mais de 100 DVDs em sua casa e escritório (*Goboiano*).  E pode ser somente ver, mas para que ele pudesse assistir seus DVDs, meninas reais (*não se trata de quadrinhos ou desenhos animados aqui*) tiveram que ser exploradas e abusadas em algum lugar.  Possuir pornografia infantil no Japão passou a ser crime desde 2015 e o país é acusado de ter leis muito frouxas em relação à pedofilia e exploração sexual de crianças e adolescentes.  Não sei qual será a pena para o autor, que tem 47 anos, o caso foi tornado público pela polícia de Tokyo na quarta-feira passada.  E só terminando, Watsuki é casado.  Quem acha que pedófilos são celibatários, engana-se, a maioria são homens, heterossexuais, não raro casados, as vítimas, em sua maioria, meninas.

ATUALIZAÇÃO 1:  Passei pelo ANN e vi que eles linkaram vários sites japoneses: Yomiuri Shimbun, Asahi, Sankei News via Hachima Kikō.  Além disso, estabeleceram que a pena é de até 1 ano de cadeia ou multa de 1 milhão de ienes (cerca de 28.650 reais).  Para um mangá-ka como ele é coisa nenhuma, prisão, sim, o dinheiro é mole.

ATUALIZAÇÃO 2: O mangá de Nobuhiro Watsuki na JUMP SQ, Rurouni Kenshin: Meiji Kenkaku Romantan: Hokkaidou Hen (るろうに剣心 -明治剣客浪漫譚- 北海道編), continuação da sua série mais famosa, entrou indefinidamente em hiato.  Era o mínimo que podiam fazer.  Eu, de minha parte, espero que as obras anteriores do mangá-ka não sejam banidas.

ATUALIZAÇÃO 3: A história chegou até o G1: Nobuhiro Watsuki, criador do mangá 'Samurai X', é preso por posse de pornografia infantil.  Espero que não vire arma na mão dos hipócritas que pululam em nosso país.  Afinal, Samurai X é uma série conhecida no Brasil e já tem gente (*fãs de anime e mangá*) vendo indícios de pedofilia em Rurouni Kenshin.  Eu não lembro de nada, pelo menos, nada excepcional ou indicador de pedofilia em Kenshin que destoasse da média dos mangás shounen que não tem como foco o conteúdo sexual.

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

Independente das preferências por pornografia do autor, Rorouni kenshin vai continuar sendo um bom mangá, espero que ele se arrependa, procure um tratamento, e volta a fazer mangás (necessariamente nessa ordem)

Related Posts with Thumbnails