segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Vendas de mangás digitais batem recorde no Japão


O Manga Mag publicou o resultado de uma pesquisa feita pelo Instituto Japonês de Pesquisa sobre Publicações (*acho que é isso*) divulgou que, pela primeira vez, as vendas de mangás digitais superaram as vendas em papel.  Em 2017, as vendas atingiram 171,1 bilhões de ienes.  Em comparação com 2016, isso representou 17,2% de crescimento.  Se somarmos as revistas, e várias antologias agora só tem formato digital, as vendas chegaram a 174,7 bilhões de ienes, registrando o mesmo crescimento de 17,2%.

Já os números do mercado de mangás de papel representaram 166,6 bilhões de ienes, com uma queda de 14,4% em relação a 2016.  Se as revistas forem acrescentadas, o lucro é de 258,3 bilhões de ienes, uma queda de 12,8%.  Somando mangás de papel e digitais, o volume de negócios foi de 337,7 bilhões de ienes, isso representou um declínio geral de 0,9% em relação a 2016.  Com as revistas, chegamos a 433 bilhões de ienes e recuo de 2,8%.  

O Instituto explica que ano passado muitas séries de peso terminaram e isso empurrou as vendas para baixo, porque, comparativamente, não tivemos outros grandes sucessos para substituí-las.  De qualquer forma, percebe-se a importância dos mangás digitais para o mercado japonês e que isso parece ser uma tendência.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails