quinta-feira, 15 de março de 2018

Apresentando minha edição italiana da Rosa de Versalhes (Vídeo)


Ontem e hoje de madrugada, fiz um vídeo apresentando a minha edição italiana da Rosa de Versalhes  (ベルサイユのばら, Berusaiyu no Bara).  Como a JBC anunciou o mangá da Rosa de Versalhes no Brasil, decidi fazer o máximo de posts sobre a questão, já que é, sim, um marco histórico.  Por conta disso, escolhi apresentar a minha edição italiana com o intuito de mostrar como deve ficar a nacional.  Descobri que minha memória anda falhando, não é uma edição em 5 volumes + gaiden, na verdade, ela teve seis volumes mais dois com os gaiden antigos.  Sendo assim, não teremos uma edição parecida em nosso país.  Enfim, é um vídeo bem tosco e que ficou longo demais.  Se você não conhece minha voz, é uma chance de ouvi-lá.  Agora, como tudo que eu coloco no Youtube é derrubado por argumento de direitos autorais, não sei quanto tempo isso ficará no ar.  Um dos motivos pelos quais me desanima fazer um Shoujocast no Youtube é isso, além, claro, do fato de não saber usar programas de edição de vídeo.  Enfim, o que pretendo fazer é subir para o Vimeo quando voltar para casa.


O estudioso de quadrinhos que não lembrei o nome durante o vídeo é Scott McCloud.  O autor da biografia de Maria Antonieta que inspirou Riyoko Ikeda é Stefan Zweig.  Ah, e a editora italiana da minha edição (*já saiu outra na Itália*) é a D/Books.  Acho que ela nem existe mais.

GOSTOU?

5 pessoas comentaram:

Curto vídeo? A senhora chama 13 minutos de curto vídeo? Mas a coleção é muito linda! As ilustrações da capa são muito belas, eu revelei muito tempo algumas fotos em tamanho grande com as ilustrações belíssimas das capas para desenhar, pois estava fazendo curso de desenho mangá na época e eu sou muito fan da Maria Antonieta, coleciono qualquer coisa dela. Revelar fotos é o mais próximo que eu posso ter de Rosa de Versalhes, pois não tenho dinheiro para comprar esses belos mangás importados rsrsrrrsrs, nem os artbooks, que devem ser belíssimos. Eu gosto muito da art de Lady Oscar.

"(...) é um vídeo bem tosco e que ficou longo demais". Onde está escrito que é curto?

Oi, Valéria! Ter “Versailles no Bara” no Brasil é muita emoção (^_^) (mangá deveras importante para mim (li em francês)). Quanto ao vídeo, que maravilhoso! Por mim poderia durar uma hora... Falar / Ouvir sobre “Versailles no Bara” nunca é demais. Que linda a edição italiana (achei mais bonita que a francesa). O artbook que você cita qual é?
Eu espero que a JBC dê um tratamento impecável para “Rosa de Versalhes”. Afinal é um clássico influente e memorável.
Beijos!

Em lugar nenhum. é que eu só li o início do post e fui para o vídeo sem terminar de ler tudo e a senhora começa o vídeo assim: "decidi fazer um pequeno vídeo mostrando minha edição italiana", então eu achei isso estranho e comentei aquilo
eu não achei tosco o vídeo, ele é legal, é informativo, diz coisas com propriedade, pois é fan. eu gosto da voz da senhora, é uma voz que transmite sensatez, prudência

Related Posts with Thumbnails