domingo, 1 de abril de 2018

As pessoas andam muito loucas mesmo...


Ri com vontade agora. Pessoinha posta famosa foto de 1936, você certamente já viu, é aquela com todo mundo fazendo a saudação nazista e um resistente (August Landmesser) para ilustrar sua condição diante de adaptações de Austen como Orgulho, Preconceito e Zumbis e Orgulho e Paixão. Realmente, é preciso tanta coragem quanto a do sujeito lá nos anos 1930 que enfrentou "a onda" nazista para não assistir as adaptações "livres demais" de Jane Austen. Está todo mundo com uma arma na sua cabeça, no mínimo. Muita autoestima, eu diria, ou aquela vontade irresistível de passar vergonha, enfim...  De resto, há um resumo sobre a história dessa foto aqui

Fomos para uma caçada aos ovos de Páscoa
em um Shopping aqui perto.
Eu passei um feriado bem enrolada com Júlia e provas.  Não pude postar nada hoje, não consegui fazer a resenha que pretendia de um filme israelense que assisti na madrugada.  O que me levou até ele foi a resenha do filme Maria Madalena, por conta de uma atriz israelense que estava na película e porque as resenhas do filme o comparavam com Jane Austen.  O trailer está aí embaixo.  Se tiver como, resenho amanhã.  O filme é muito bom, entendi o motivo das comparações com Austen, mas a última cena, em particular o close no rosto da mocinha parecia coisa de filme de terror... Explico depois.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails