quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Black Bird vai para o teatro


Sim, eu sei que Black Bird (ブラックバード) de Kanoko Sakurakoji é bem trash, lida mal com uma série de temas (*assédio, estupro, e outras coisas mais*), mas eu gosto da série e enfatizei várias vezes nas minhas resenhas dos volumes do mangá (*até hoje não terminei a leitura dos dois últimos volumes, calhou de bater com nascimento de Júlia e tudo mais*), eu vejo potencial na autora.  Enfim, foi anunciado hoje que teremos peça de teatro de Black Bird ano que vem.  Vi primeiro no Twitter, mas está no Comic Natalie, também.

O anúncio está na edição de Betsucomi que sai no dia 13 de dezembro.  A peça terá apresentações entre 27 e 31 de março no Ginza Hiroshima Theater em Tokyo.  Black Bird contou com 18 volumes e foi publicado no Japão entre 2006 e 2012.  A série gira em torno de uma adolescente chamada Misao que atrai toda sorte de youkai e monstros.  Ela termina por descobrir que ela é a noiva da profecia.  Sua carne literalmente dá poder aos youkai, o clã de criaturas mágicas que a tiver em seu poder e cujo líder se casar com ela (*sexo, é disso que estamos falando aqui*) será mais poderoso que os demais, mas há um preço a pagar e o livro que conta a profecia está desaparecido.  Ela cai sob a proteção de Kyo Usui, líder do clã dos tengu, e que termina se apaixonando por ela.  

Enfim, maiores informações devem sair nos próximos dias.  E se você procurar, encontra as resenhas que eu fiz para o Shoujo Café.  Aqui, no Brasil, a série foi publicada pela Panini.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails