quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Enquanto Precure inova, a gente tem isso aqui no Brasil...

Eu sei que estamos andando para trás, que, como disse Julinho em um episódio recente do Choque de Cultura, no Brasil o certo não é estar 40 anos no futuro, mas, sim, estar 40 anos no passado (*acho que foi no episódio do filme Bemblebee, não lembro direito*), mas a indignação desse vereador do Rio realmente merece ficar eternizada em um post. 



Pois bem, um ilustre vereador carioca indignou-se com o boneco de um Ken merman (*tritão, sereio, whatever*).  O legislador, repleto de fúria divina, postou um vídeo no qual clamava contra a desconstrução da figura masculina (!!!) e que que estão fazendo (*Quem?  Quem?  Quem?*) uma covardia com nossas crianças em nome da  (*ficção chamada*) ideologia de gênero.  O que poderia ficar escondido, claro, ganhou mega proporções quando o tal vídeo foi repassado por um famoso pastor homofóbico gritalhão e que anda em maus lençóis com a Justiça.

Há outros "sereios" no filme, esse parece ser mais padrãozinho, não é?
Enfim, eu me engasguei de rir com o vídeo, mas, claro, deixar que esse tipo de pessoa ocupe lugar de mando e poder é muito perigoso.   Muito mesmo.  Vejam como o sujeito é obcecado por ver homossexualidade em todo lugar, mesmo no namorado da Barbie.  E, ao que parece, eles nunca se fizeram tão presentes a política e em outras áreas estratégicas, como a educação e os direitos humanos.  Esses tarados é que deviam deixar as crianças brincarem em paz.  Deveriam, mas não vão.  Engraçado é que eu estava vendo esse desenho da Barbie com Júlia dia desses, não vi tudo, mas sei que havia vários merman, esse lourinho se bem me lembro não era o namorado da Barbie, se é que tinha namorado.  Achei tudo desagradavelmente forçado e colorido demais.  A Júlia largou pela metade.  

Rei Tritão e suas muitas fraq..., quer dizer, filhas.
Agora, é preciso ser muito bobo para não lembrar de outros merman, ou tritões, de outras animações.  Tem um episódio com tritões em Dora Aventureira e, claro, tem o pai da Ariel em A Pequena Sereia.  Se bem que podem desconfiar da masculinidade dele, porque, bem, ele só deu fraquejadas, já que todos os seus filhos são mulheres.  E não as educou direito, afinal, Ariel entra em acordo com uma feiticeira para poder ir atrás de um macho na superfície... Enfim, de repente, os jovens sereios realmente tem algum problema... 

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails