quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Rumiko Takahashi receb o 46º Grand Prix do Festival de Angoulême


Foi anunciado hoje, o vencedor do 46º Grand Prix, o grade prêmio, o principal, do maior festival de quadrinhos do mundo, o de Angoulême, na França.  A escolha foi firmada sobre os votos de 1.672 cartunistas. Taakahashi tem mais de quarenta anos de uma carreira deslumbrante, mais de 200 milhões de cópias vendidas em todo o mundo. Aqui, no Brasil, Takahashi é conhecida, principalmente, por seus mangás Ranma 1/2 (らんま1/2) e Inuyasha (犬夜叉), ambos publicados pela JBC.

Bom lembrar que, em 2016, a direção do festival sofreu forte reprovação e foi acusada de machismo quando um dos organizadores do Festival então, decidiu explicar a ausência de mulheres premiadas e indicadas ao Grand Prix, dizendo "[...] o prêmio consagra autores de carreira, com maturidade em suas obras. E há muito poucas mulheres na história dos quadrinhos [...]".  Aquilo gerou tanta aversão que o festival vem tentando se retratar a respeito e, bem, basta reconhecer que a fala do cidadão citada acima é absurda, matando a cobra e mostrando o pau.

GOSTOU?

2 pessoas comentaram:

Adorei a notícia! A imperatriz do mangá merece toda forma de premiação !

"o prêmio consagra autores de carreira, com maturidade em suas obras. E há muito poucas mulheres na história dos quadrinhos"

As japonesas iriam rir demais dessa barbaridade dita.

Related Posts with Thumbnails