quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Fusako Kuramochi lança autobiografia focando em sua carreira como mangá-ka


Fusako Kuramochi é uma mangá-a experiente e que começou sua carreira em plena revolução do shoujo mangá, em 1972, ano de lançamento da Rosa de Versalhes  (ベルサイユのばら).  Sua obra-prima, um dos shoujo mais celebrados dos anos 1980, é Itsumo Pocket ni Chopin  (いつもポケットにショパン) sobre uma menina maltratada pela mãe e cujo único consolo é seu piano.  Estimulada pela avó, ela acaba competindo e encontrando um rival que acaba se tornando alguém importante em sua vida.  A capa da autobiografia é a ilustração mais famosa de Itsumo Pocket ni Chopin.


Segundo o Comic Natalie, o livro é dividido em quatro partes: 1. A autora fala de seu processo criativo e a experiência de criar cada um de seus trabalhos; 2. Ela fala da relação do mangá com sua vida pessoal (*se entendi bem*); 3. A importância das palavras e o talento para usá-las; 4. Ela fala de cada um de seus trabalhos em ordem cronológica.  O livro traz um posfácio de Shiina Ringo que é uma cantora, compositora e produtora japonesa.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails