quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Censura: Desembargador determina que Netflix retire do ar o especial do Porta dos Fundos


Eu esperava que algo assim pudesse acontecer, mas como passou Natal com direito à atentado de grupo de extrema-direita e criminoso foragido na Rússia, e eu acreditava que iria ficar por isso mesmo. Não ficou, um grupo fundamentalista católico (Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura) conseguiu um operador do direito que endossasse o atentado, esquecendo a Constituição, que a rigor vivemos em um Estado Laico e que homofobia é crime. A ordem é que a Netflix tire o especial da plataforma para "acalmar os ânimos", sim, nesses termos.  É a tal agenda moral em ação.  Como não se trata de uma empresa brasileira, o que seria ruim, mas um problema doméstico, a coisa vai virar notícia no mundo inteiro, de novo.

 Para quem nunca ouviu falar desse grupo, eles foram os responsáveis pela tentativa de obstrução de uma missa afro realizada no Dia da Consciência Negra do ano passado. Como o padre não se dobrou, afinal,  a celebração acontecia fazia vários anos (*na matriz da minha cidade natal, elas acontecem desde a minha adolescência*) e não é proibida por quem realmente tem autoridade na Igreja Católica, eles provocaram uma confusão (*porque é o tipo de gente conservadora que não respeita hierarquia*).  Deu polícia,  porque o povo que lá estava, que frequenta a paróquia, não se curvou. Daí vocês imaginam que tipo de desembargador pegou esse caso é concedeu essa liminar.


Enfim, é meio repeteco do que aconteceu no caso da censura ao quadrinho na Bienal do Rio. Essa liminar será derrubada pelo Supremo, imagino que bem rápido, mas o estrago já está feito. Estou muito, muito cansada hoje, então, vou sugerir a leitura do texto Leonardo Sakamoto. Lá está tudo explicado direitinho. É, claro,para que quiser minha opinião sobre a confusão, ela está aqui.

P.S.: O mesmo desembargador tinha absolvido, tempos atrás,  o atual presidente em um processo por homofobia sob alegação de que era um ato de censura e que ele era contra qualquer tipo de cerceamento a livre manifestação do pensamento. Deve ter mudado de ideia sobre a questão, ou, talvez, quem pede e o que pede pensem muito na leitura de um caso. (08/01).

GOSTOU?

2 pessoas comentaram:

Bom esse tema foi bem polêmico. Eu, sou católico, do Piauí, e frequento uma paróquia cuidada pela Ordem dos Frades Menores (Franciscanos), que é bastante "de esquerda". Enfim, muitos paroquianos, incluindo eu, apesar de não sermos engajados, apoiamos a luta contra o machismo e racismo e principalmente contra medidas que visem privilegiar ainda mais quem já é privilegiado e ao mesmo tempo marginalizar quem já é marginalizado. Uma amiga da paróquia, jovem negra, bem consciente e que luta contra o racismo e o machismo foi a favor dessa ação contra o Porta dos Fundos, já outra que prefere militar pelo direito dos pobres, e que pertence a uma geração que deveria ter mais preconceito contra gays, foi contra. Mas essas coisas estão acontecendo e enfim, o importante é que seus textos sobre isso são ótimos e bem, a polêmica toda foi pelo fato de Jesus ser apresentado como gay. Mas eu também acredito que eles fizeram já contando com a polêmica, pois já houve várias polêmicas a esse respeito, muitos cristãos não aceitam obras que liguem o cristianismo a homossexualidade de forma positiva. Infelizmente, eles fazem essa baderna e o que conseguem é afastar homossexuais e os héteros que apoiam os direitos deles da religião. Nem que para isso tenham que passar por cima da hierarquia, como você bem pontuou nesse texto. Digo isso porque, como católico, eu acho que o grande problema da igreja católica no Brasil atualmente é que, os padres das últimas décadas do século passado lutaram para que os leigos tivessem acesso a conhecimento a cerca da própria igreja e hoje em dia, vários leigos, ignoram isso, e quando atingem um pouco de conhecimento acham que podem passar por cima do padre, do bispo e até do Papa. Hipocrisia, enfim!

Esse pessoal está fazendo o Porta dos Fundos ficar conhecido no mundo todo. Marketing grátis.

Related Posts with Thumbnails