quarta-feira, 22 de julho de 2020

Você decide: Sou complacente com estupro ou uma mente suja que vê maldade em tudo?


Dessa vez, não resisti, eu decidi não publicar esses dois simpáticos comentários, um deles, anônimo e cheio de rapapés para me acusar de ser uma pessoa que vê maldade em tudo e, o outro, de uma pessoa que já deixou outro comentário recente na mesma linha, me acusando de ser complacente com estupros em mangá, ou que eu estava sendo muito dura em avaliar mangás e animes com temas sexuais.  A pessoa que assina, não que faça grande diferença, porque o perfil nada diz, parece ser o tipo de stalker que acompanha o que eu escrevo e, vez por outra, deixa um comentário só para desqualificar.  Aliás, podem ser a mesma pessoa nos dois comentários, vai saber. 😉 


Enfim, com quinze anos de blog, fora o antes dele, já estou bem acostumada.   E vocês decidem, sou uma uma falsa feminista (*porque não pense que a ideia por trás do comentário não era esse*), ou uma Damares que quer destruir o encanto do seu mangá favorito. E, para quem quiser ler os posts, são esses aqui: Já que me pediram, vamos falar um tiquinho dos problemas de KarekanoAlguns comentários sobre Manga-ka to Yakuza.  Em tempo, eu segui a leitura do mangá e o clima de estupro não permanece ao longo da história, muito pelo contrário, mas vocês não precisam confiar em mim.

GOSTOU?

2 pessoas comentaram:

É cada gente louca que aparece kkkkkk, nenhum dos comentários faz sentido.

O primeiro querendo caçar sua "carteirinha" de feminista ao melhor estilo passivo-agressivo... Faz-me rir! O segundo tão simplório e tolo de doer.

Por quê essa gente não vai catar coquinho numa ladeira?

Related Posts with Thumbnails