quinta-feira, 6 de agosto de 2020

75 Anos da Bomba de Hiroshima

Hoje, lembramos os 75 anos da bomba de Hiroshima, um marco do século XX e um dos eventos que ajudaram a antecipar o final da 2ª Guerra (*há outras teorias mais recentes, mas, enfim...*). Foram aproximadamente 140 mil mortos no impacto, fora os feridos e aqueles que sofreriam com os efeitos da radiação ao longo dos anos.  Foram duas bombas, na verdade, uma no dia 6, a de Hiroshima, e outra em Nagasaki, no dia 9 de agosto, matando cerca de 74 mil pessoas.  Duas tragédias que poderiam ser evitadas e que precisam ser lembradas para que não se repitam mais.  E eu recomendo, para quem não leu, Gen Pés Descalços.  Tanto o anime, quanto o mangá, saíram por aqui.

Falando em tragédias, já são mais de 98 mil mortos oficiais pelo COVID-19 no Brasil.  Quase 100 mil vidas perdidas e pouquíssima comoção.  A pandemia deixa de ser destaque em telejornais, deixa de aparecer no topo dos grandes portais e idiotas comemoram o "erro" do Átila Iamarino, porque ele deu visibilidade ao uma projeção do King's College de Londres que dizia que, se nada fosse feito, teríamos 1 milhão de mortos em agosto.  Realmente, vamos comemorar os 100 mil com orgulho e logo estaremos na bomba de Hiroshima.  Lágrimas por eles?  Talvez, somente dos parentes, nós, brasileiros, valemos muito pouco, mesmo aos olhos de nossos próprios compatriotas.  O importante é que o presidente está com a consciência tranquila.

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

No ritmo que estamos indo, podem morrer mais 100 mil até o fim do ano.
E não esperemos nada desse governo. Eles não dão a mínima para essas mortes.

Related Posts with Thumbnails