quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Sobre o (re) Lançamento da JBC ou como uma editora trollou todos nós


Sabe quando você desconfia, tem medo de colocar por escrito a desconfiança, mas ela acaba se confirmando?  Pois é... Eu publiquei aqui um post com o vídeo no qual o editor-chefe da JBC, o mesmo que tempos atrás disse que shoujo e josei não vendem, comunicou que a editora anunciaria um novo lançamento e que seria dessa demografia.  Com todo mundo comentando, fiz meu dever de casa, afinal, este blog se chama "Shoujo Café" e comentei o vídeo.  Não botei lá muita fé, achei estranho, mas comentei.  De cara, até pelo perfil da editora, imaginei que teria que ser um grande sucesso comercial, ou eles não iriam arriscar.  Até desconfiei que poderia ser mais CLAMP, mas ponderei que não seria, porque, bem, CLAMP se anuncia como CLAMP, sem necessidade de rótulos extras (*shoujo, shounen, seinen*).  Por que enfatizar o SHOUJO?  Pois bem, hoje veio o anúncio...
Elas voltaram! Nos moldes de Card Captor Sakura, Love Hina e Rurouni Kenshin, Guerreiras Mágicas de Rayearth retorna em uma edição de colecionador. Com a tradução revista e em formato caprichado, a nova versão das Guerreiras está muito especial e promete deixar todos de queixo caído. Em breve!!
A JBC anunciou orgulhosamente o relançamento em edição de luxo - padrão Sakura (カードキャプターさくら), Love Hina (ラブひな) e Kenshin (るろうに剣心) - de Guerreiras Mágicas de Rayearth (魔法騎士レイアース).  Bem, é CLAMP e dos bons, mas é RElançamento.  Será que alguém da editora não sabe o significado da palavra?  Lançamento é (*sentido 5 do dicionário Houaiss*):  divulgação e colocação no mercado (de novo produto, atração inédita etc.).  Relançamento é lançar outra vez, trazer de volta algo já visto.  Eu realmente não vejo nada de mau - nem de bom, aliás - que a JBC relance seus grandes sucessos de vendas.  A empresa quer lucrar, os japoneses liberaram as licenças e não há motivo para crise.  Agora, ficar mentindo para os consumidores e criando falsas expectativas não é coisa de empresa séria.  Acredito que poderia ser caso até de propaganda enganosa.  Sinceramente?  Melhor largar as editoras brasileiras de mão e investir em material importado, ou scanlations, ao gosto do freguês.

GOSTOU?

12 pessoas comentaram:

Decepção pura.
E eu fiquei na esperança de ver grandes shoujos por aqui. Já desisti da jbc, a minha esperança é panini e cia.

Jura que o tal relançamento de LUXO, cof, também vai ser em meio tankobon? Ou fui trollada pela foto? Só rindo. LOL

Ultimamente o negócio tá russo para o shoujo no Brasil... A Jbc já colocou abertamente o seu preconceito contra o gênero. A Panini não disse nada, mas não anda repondo os títulos que terminam, além de cancelar/paralisar alguns (culpa do planejamento ÓTEMO da editora). A linha editoria da Nova Sampa é claramente "clube do bolinha", e, ao menos por enquanto, a New Pop não se arrisca com nenhum título grande. Confesso que não leio muitos mangás femininos e, quando leio, é mais josei do que shoujo. Mas se nem os shoujos "pop" estão chegando por aqui, josei é meio que um caso perdido, =/.

gostei do fato de relançarem guerreiras magicas...
mas vamo combina que jbc tá nun repeteco de pegar o que conrad já fez ..tsc!nove foras as facadas né... consumir mangá neste país tá de doer!

Olá!!

Realmente eu li ontem nas redes sociais que seria mais um lançamento. Até estava criticando a editora por causa do grande número de coisas novas que ela vem colocando sem nos deixar respirar e chegar em casa e ver essa notícia, realmente a palavra é "broxante".

Eu estava no dia em que disseram que Shoujo não vende, e será que vai vender relançando um título shoujo? A Editora JBC está muito contraditória aí.

O jeito é esperar que editoras como a Panini e a NewPOP invistam em shoujos. Aliás, estou perdendo o "tensão" que tinha com a JBC.

Se eles falaram ser em luxo, já imagino algo com o preço de Death Note Black Edition....

A Editora nos trollou e muitos ainda nem perceberam isso.

Fica caro comprar mangá de fora, mas eu estou começando a achar que essa é a melhor decisão mesmo.

Queria comprar de uma editora francesa. Alguém me indica algum site de compra online, do gênero do Book depository?

Ághata, tem cartão internacional?

Caso não, sei que a Livraria Cultura importa títulos franceses. As vezes é bom dar uma olhadinha lá (:
Mas caso tenha o cartão, deve ser melhor procurar por um site estrangeiro, que deve ser mais em conta.


E sacanagem da JBC, mesmo ):
Eu tava esperando um título bom.. uma pena.

É a situação para quem curte shoujo está "FLÓRIDA" mesmo!!!!!!
Estranho esse comentário da JBC dizendo "Shoujo não vende" e agora eles anunciam um novo Rayerth...
No momento estou animado com a NEW Pop que trouxe Gate 7 e como anunciaram novas surpresas ouso sonhar com WISH aqui no Brasil

Eu só sei que eu chorei de rir quando eu vi, porque.... sério? Todo mundo pensando que seria algo surpreendente e eles me vem com isso? Fui a primeira a comentar no post do Cassius no Facebook e ironizando porque na boa... relançamento DENOVO? Quantos mais mangás ficarão nessa e ainda com um preço super caro? Se é pra fazer denovo, que faça Chobits então.


vamosfalardeanime.com.br

Não me surpreende, mas não deixa de ser uma decepção. Sinceramente? Concordo que vale mais a pena comprar de fora, seja em inglês,japonês ou qualquer língua que seja do interesse da pessoa. Uns 10 reais a mais por uma qualidade melhor e uma espera de um mês vale muito mais a pena do que depender das editoras daqui.

Paula de Oliveira estou com o mesmo pensamento que você, se for relançar algo relance Chobits, que tinha aquele micro formatinho como Sakura Card Captors, mas foi beeeeeeeeeem mais caro...

Moral da história, se vc gosta se shoujo e josei é melhor aprender inglês e ler os scans americanos.

Related Posts with Thumbnails