quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

JBC anuncia mais um mangá da CLAMP


E, por acaso, é um shoujo, Wish (ウィッシュ).  Não pensem que eu não acho que é um lançamento importante, pois é, sim, mas o fato de ser shoujo é irrelevante, pois a JBC irá lançar a obra por ser CLAMP, marca forte e sinônimo, acredito eu, de boas vendagens no Brasil.  No entanto, recomendo que vocês parem para assistir o Henshin Online 27, pois é nele que o Cassius Medauer, gerente de conteúdo da JBC, diz que a editora não se preocupa com rótulos, explica como eles selecionam seus lançamentos, que não podem satisfazer todo mundo, blá-blá-blá.  São informações válidas, ainda que o papo de não ligamos se o mangá é shoujo, shounen, josei, seinen é uma piada.  A graça é que lá pelos 6:45 do vídeo ele começa a dizer que vai usar um rótulo pela última vez, afinal, vocês pediram shoujo, não pediram?

O caso de amor da JBC com a CLAMP é antigo e nada mudou na política da empresa, mas desejo que Wish, um mangá curtinho, seja um sucesso.  Houve tempo em que eu desejava intensamente a vinda dessa série, achava o mangá fofinho e havia a temática dos anjos... hoje, não tenho fortes sentimentos a respeito.  De resto, apesar de dizer que não gosta de rótulos, Medauer avisou que a JBC lançaria mais dois nos próximos meses... Há quem já esteja apostando que são outros shoujo da CLAMP: Clover (クローバー) e Suki。Dakara Suki (すき。だからすき).  Eu não duvidaria...

Falando de um aspecto realmente importante do Henshin Online 27, há o aviso de aumento de preços.  Enfim, não há como as editoras segurarem os valores com o dólar tão alto.  Eu acredito em um recuou consistente nos próximos meses, mas sabemos que preços que sobrem não descerão jamais, salvo no caso dos hortifrutigranjeiros.  É isso, mangás terão os preços reajustados.

GOSTOU?

3 pessoas comentaram:

Pena. Queria ler outra coisa que não CLAMP. Não sou fã delas.
Eu acho péssima essa lógica da JBC. Dizem que shoujo não vende, mas CLAMP vende, então só trazem CLAMP e dizem que é shoujo, então não podem ser acusados de não trazer shoujo. Bah!

Sabe o que teria sido legal? Terem lançado Wish antes de Kobato. Não que seja absolutamente necessário ler Wish para entender/gostar de Kobato mas tem um detalhe importante que se torna muito mais impactante depois ter lido Wish.

Faço das palavras do Maurício as minhas, gostaria de ver outra coisa de Shoujo no Brasil que não fosse CLAMP e acho safada essa lógica da JBC de invocar as demografias quando bem lhes convém. Dependendo da qualidade de Wish, vou comprar, mas a vontade é de não comprar por que bem é da JBC e a editora ganhou minha total antipatia por conta dasconstantes declarações infelizes do seu novo editor Cassius Medauer.

@Ana Beatriz, somos dois, além das adaptações mais bizarras, falta de notas/glossários entre outras zicas.
Well, Panini e companhia não anunciaram nada ainda, espero que o aumento fique só com a JBC mesmo.
"mas desejo que Wish" HUE ^^

Related Posts with Thumbnails