quarta-feira, 11 de julho de 2018

Me ajudem em uma decisão importante, por favor!


Como um barraco é algo muito legal, pelo menos há gente que curta muito, vou deixar algo aqui para a análise de vocês.  O Shoujo Café é  um site pessoal, isto é, eu faço, eu pago domínio, somente eu escrevo (*quer fazer guestpost?*).  Há quem venha aqui por vários motivos pela parte shoujo mangá, para saber notícias, pelas resenhas de filme, para saber o que eu penso deste ou daquele assunto, enfim, em quase quatorze anos de blog, a audiência varia muito e o blog, apesar do layout batido, também, muda, porque quem o faz não está  morta e está sujeita as alterações gerais na sua vida e fora dela.  Pois bem, há quem venha aqui pelas resenhas de filme.  Tive um aluno vários anos atrás que me disse isso. Ontem publiquei minha resenha dos Incríveis 2, um dos grandes lançamentos do ano, filme que assisti com duas crianças de quatro anos, porque sou mãe, gosto de cinema, e levo minha filha para assistir coisas que são adequadas a sua idade.  Daí, pela segunda vez (*a primeira, que me lembre, foi na resenha de Assassinato no Expresso do Oriente*), a pessoa me deixa o seguinte comentário, em seguida, o meu:


Curiosamente, a pessoa não é de comentar as resenhas de filme que considera interessantes e válidas (*segundo seu ponto de vista*), só as coisas que considera ruins.  A minha resposta foi pautada pelo comentário, que considerei grosseiro e repetitivo, mas foi curta e expôs o ponto principal - eu vejo o que eu quero e resenho o que quiser - além de marcar que a pessoa seria banida da minha caixa de comentários, que é controlada exatamente pelo tipo de coisa que pode aparecer se eu permitir anônimos e outras "liberdades".  

Já tentei liberar comentários e foi péssimo. Sites feministas precisam de moderação, ou viram alvo de ataques.  Isso é regra, não exceção. Ainda assim, recebo uma cota grande de atrocidades, especialmente no famigerado post da Patrulha Canina, que virou meu painel particular da indigência mental e falta de educação que avança em nosso país.  Só não posto, se for absolutamente ofensivo (*palavrões, obscenidades e por aí vai*), de resto, entra de tudo lá.  Ontem mesmo, uma pessoa que se apresentou como psicóloga, comentou posts de 2012, resenha de Brave e outro post sobre Princesas da Disney (*Ah, esses temas sensíveis!  Já perdi amizade, porque critiquei Anastácia no Facebook.  Hoje, revendo com Júlia, até reconheço os méritos, a resenha está parada em algum lugar...*) para ressaltar o quanto as feministas não entendem a maternidade e são como os machistas. Eu respondi e digo aqui que me alegro muito em não ser paciente dela.   Pois bem, mas o/a Blue respondeu:


Queria que vocês analisassem a coisa.  Fui dura demais?  Sou essa pessoa  sem senso de humor toda?  Tenho que aceitar que as pessoas com problemas emocionais venham extravasar, aqui, no Shoujo Café?   Sei lá, não seria melhor a pessoa buscar uma terapia, ajuda profissional?  O fato é que eu acho que esta pessoa é a mesma que fica me mandando perguntas  no Ask sobre cinema e celebridades e se aborrece se eu demoro a responder, ou não respondo, ou se não resenho os filmes que ela/e pede.  Escrevem da mesma forma, ou será que é uma epidemia?  Enfim, salvo se alguém me convencer do contrário, está mantido o banimento.  Certamente há outros sites melhores e com uma política de comentários que considere esse tipo de comentário (*o primeiro*) como expressão de humor e ironia.

GOSTOU?

19 pessoas comentaram:

Certíssima!
Não deixe que vire a caixa de comentários do g1 aqui no Blog. ;)
Gente frustada é assim, ficam gratuitamente procurando atacar as pessoas.

Que situação chata, Valéria! Não fique aborrecida por conta de um comentário. Algumas pessoas se sentem na liberdade de escrever qualquer coisa na internet, justamente por não estarem frente a frente com o outro. Duvido que essa pessoa falaria isso na sua cara.
Você fez o que julgou certo e eu te apoio (pois faria a mesma coisa em sua situação). O seu blog é muito interessante e o conteúdo referente ao shoujo mangá eu costumo encontrar apenas aqui. Continue com o bom trabalho.

Já comentaram no Facebook, mas decidi fazer aqui para que o público daqui veja.

Não se pode falar o que quiser, descontar frustrações em uma pessoa que não é obrigada a aturá-las, e depois fazer um mea culpa e achar que está tudo bem. Ações têm consequências, e respeito é o mínimo necessário para convivência. A internet é um meio social, pessoas interagem, então há que se ter a decência de ser ao menos educado.

Você dispõe do seu tempo para publicar um blog, um tempo precioso que não merece ser gasto com gente imatura e desrespeitosa. Pelo seu bem, e como lição aos próximos, mantenha o banimento. Que "Blue" busque ajuda onde deve, aprenda a ser portar, e siga em frente.

Bem geralmente eu sou a favor de segundas chances, mas acho muito "engraçado" esse discurso de "o mundo anda muito chato". Na maior parte das vezes quem diz isso é pq foi chamado a atenção e não quer assumir a responsabilidade pelo que falou e usa a desculpa de que foi "brincadeira".

E sem querer ser insensivel, mas a pessoa estar mal ou com problemas não da o direito dela sair sendo mal educada com quem quer que seja. Vc não tem como saber e nem é obrigada a servir de escape pra problemas alheios.

Então, minha opinião é de se manter o banimento e que a pessoa aprender a ser menos "sarcastica/jocosa" nos posts alheios.

Fui dura demais?
Não.
Sou essa pessoa sem senso de humor toda?
Não.
Tenho que aceitar que as pessoas com problemas emocionais venham extravasar, aqui, no Shoujo Café?
Não, pois você não é obrigada.
Sei lá, não seria melhor a pessoa buscar uma terapia, ajuda profissional?
Sim.
O fato é que eu acho que esta pessoa é a mesma que fica me mandando perguntas no Ask sobre cinema e celebridades e se aborrece se eu demoro a responder, ou não respondo, ou se não resenho os filmes que ela/e pede. Escrevem da mesma forma, ou será que é uma epidemia?
Sendo a mesma pessoa ou não, parece-me mais um caso de "eu sou o certo e o mundo que me contraria está errado". Eu fico, particularmente, preocupada com pessoas que utilizam-se do argumento "o mundo está chato/literal/politicamente correto" quando são chamadas à atenção por uma atitude desagradável que elas cometeram. Fico preocupada porque esta pessoa veste a capa da "incompreendida pela sociedade" e se recusa a aprender que existem formas de se expressar (e de se comportar) mais adequadas em certas situações que outras e isso resume o ato de estar em sociedade. Bom, talvez o mundo ensine.

Sinceramente, você não é psicóloga de ninguém. E nem seu blog é um espaço da pessoa. Ele (ela?) foi grosso sim, desnecessariamente. Não é caso de ironia gone wrong. É caso de grosseria que ouviu a resposta apropriada e não gostou. Não tem por que você ter esse tipo de
'energia' na sua vida.

Acho que as pessoas ainda não sabem lidar com a "liberdade" de se expressar pela internet. Não ter a pessoa a sua frente, não ser (em maioria dos casos) responsabilizado pelo comentário. Elas não medem palavras. Não consideram que o que dizem tem um impacto. Eu apoio críticas, nem sempre concordo com todas suas opiniões (além do mais, gosto é gosto, acho o Colin Firth muito esquisitinho kkkkkk). Não acho que você foi grosseira, se a pessoa tem direito de desabafar, você também tem de se defender de comentários assim. Gosto muito do shoujo café, me sinto horrível sabendo que você tem que lidar com tantos desse tipo de gente. Por isso só queria que soubesse que para mim seu trabalho é incrível, me ajudou muito no processo de me identificar feminista, foram sempre muitas dicas de filmes, livros e mangás e pedir que as pessoas sejam civilizadas não é errado. Ninguém é obrigado a estar aqui.

Olha, eu não acho que vc foi dura assim não, e acho que essa ou esse blue é dramático/a pra caramba (o que pode ser até evidência de alguma psicose, sei lá). Vamos ver se os comentários desnecessários param, e se ele ou ela está pedindo desculpas de verdade, porque é na ação que as coisas contam. No mais, acho que não há o responder a ele ou a ela, o tempo vai mostrar as coisas xD

Eu não tenho saco para gente mal educada, seja na internet ou fora. Se quer debochar, faça com os amigos e quem o conhece.

Se os comentários têm te estressado, é melhor nem publicar comentários que são debochados ou tentar respondê-los, pois discussões na internet se tornam quase eternas.

Valéria, eu quase nunca comento mas leio sempre, e tem todos os direitos do mundo em não querer pessoas assim no blogue. Não se preocupe com isto, há coisas mais interesantes na vida.
Para concluir com uma nota feliz, se não já sabe, a J-pop anunciou un dias atrás que vãos publicar aqui na Itália o Kaze to ki no uta da Takemiya

Eu acho que se a pessoa quer extravasar, descarregar emoções, etc... que faça em sua própria página, blog, facebook, etc... A internet e o meio escrito não facilitam a compreensão de sarcasmos e ironias... Não vejo nada de errado em pensar 2 vezes antes de escrever alguma coisa pra ter certeza que não vai ofender. A pessoa pode expressar opiniões negativas de forma educada e que permitam um debate civilizado...

Talvez, se esse tivesse sido o primeiro comentário da pessoa, poderia haver um pouco mais de paciência (sabendo da limitação de muitas pessoas na hora de escrever) e perguntar no que você poderia melhorar se el@ não gosta do conteúdo comentado, se isso for do seu interesse. Mas se a pessoa já vem deixando os mesmos comentários "curtos e grossos" (como eu costumo dizer) a algum tempo, é compreensível a falta de paciência e o eventual bloqueio de comentários.

Aproveito pra dizer que gosto muito do Shoujo Cafe, sigo o blog há anos. Não são todos os posts que me interessam, mas entendo que há um público maior a agradar, e como você mesma disse, é um blog pessoal onde o conteúdo tem que ser primeiramente de interesse a você. Leio principalmente os posts sobre mangás, live actions, livros e filmes baseados em filmes de época, e história. Como não sigo novela, geralmente eu pulo esses posts, e resenhas de filmes só leio caso já tenha visto, ou me interesse ver sem me importar com spoilers.

Enfim, obrigada pelo tempo que você investe no blog! :)

Oi, Valéria! Analisando o fato de que não é a primeira, nem segunda, ou terceira vez que essa pessoa faz esse tipo de comentário em suas redes, esse segundo comentário me pareceu um deboche bem descarado mesmo. Posso estar errada. Espero estar errada, aliás, e que a pessoa tenha mesmo mais consciência sobre esse tipo de coisa, mas, de qualquer forma, eu ficaria com o pé atrás. Concordo plenamente contigo; o site é teu, tu postas o que tu quiser, publica os comentários que quiser publicar, responde quem quiser. Se a pessoa tem consciência disso, deve entender e respeitar essa posição que, aliás, está no direito de todos fazer em suas redes. Não acho que fostes grossa, fostes bem educada, até. Se a pessoa está com problemas, procure um amigo, um familiar, ajuda profissional...Mal educada e sem bom senso foi essa pessoa que resolveu (caso seja verdade) descontar em ti suas frustrações. Ninguém tem nada que ficar pra saco de pancada de ninguém...

Ninguém é obrigado a aceitar o lixo emocional dos outros.
Na minha visão, se você esta frustrado/triste/furioso/feliz e quer de alguma forma extravasar na internet, ao invés de ir no blog de outras pessoas, porque não escreve em um espaço seu, próprio para isso? Valéria, acho que você não foi radical de forma alguma. A crítica do(a) comentarista não foi nada construtiva, foi agressiva de forma bastante gratuita, e não foi a primeira vez. Eu acho que até você foi boazinha dando atenção e respondendo, eu não sei se teria essa paciência... Continue com o belo trabalho do Shoujo Café!

Eu ri bastante com essa agora, confesso. ='D
É inacreditável a capacidade das pessoas de testarem a paciência de outras!
Como já foi reforçado por outras leitoras nos comentários anteriores, alguém que faz um trabalho dedicado como esse do seu blog pelo prazer, pelas afinidades e interesses por mangás shoujo, josei e afins ou por filmes, séries ou desenhos animados que lhe chamam a atenção por algum motivo, não tem obrigação alguma de cumprir uma expectativa de um mero "leitor desinteressado por qualquer coisa"! Você não assumiu aqui papel de crítica de cinema e nem de outra arte gráfica, não trabalha para veículos de mídia corporativos e nem nada do tipo! Então, mais do que justo que escolha quem o oque postam no seu blog! Gente mal educada e desrespeitosa não merece ibope e nem merecia espaço para se expor, afinal, só o fazem para demonstrar o quanto não respeitam e são intoleráveis com a opinião e decisões alheias.
Se ele quer resenhas de determinados filmes: que as procure em outros sites! Opções é o que não faltam na era da internet!

Ao meu ver, sites que mantêm leitores que comentam inutilidades como essas só o fazem porque devem ganhar pelos "acessos constantes em torno da polêmica" que se instaura. Como já disseram, se não gosta de determinada opinião sobre algo, monte seu próprio espaço e divulgue a sua opinião!
Blue me pareceu debochado sim, me parece que ele fez o que gosta: ironizou. Que sirva de exemplo para mudar de postura em outros espaços e para cutucar outros leitores que só aparecem para fazer críticas sem fundamento e querer deturpar as ideias defendidas por grupos de mulheres, negros, homossexuais, entre outros.

Não tem nada no comentário dele que faça parecer que era ironia ou brincadeira, ele foi claramente desrespeitoso com você e com o trabalho que você faz aqui. Não sei se o banimento foi proporcional ao que ele fez, mas pelo menos ele deverá pensar duas vezes antes de querer "extravasar" na internet como se não houvesse outro ser humano com sentimentos do outro lado da rede. Mas principalmente, não se deixe abalar, você é incrível no que faz, não importa o quanto de tempo leve, é sempre um refresco e um aprendizado ler seu blog. Grande abraço :)

Só vejo leitoras lúcidas aqui, Valeria!

E fazendo coro com todas, acene uma grande f*da-se para essa pessoa, pois NADA lhe dá o direito de escrever o que bem entende, no tom que quer e passar incólume. O espaço é seu, os textos são seus, você dedica seu precioso tempo, sua saúde, busca informações e pesquisa pra postar... Infelizmente me parece mais um caso entre tantos outros de pessoas que se escondem atrás da Internet pra bostejar pelos dedos. Como bem lembrou uma pessoa aqui, du-vi-do que teria coragem pra falar na cara o que escrever ofensivamente por aí.

ADORO o Shoujo Café, acompanho-o há anos e leio praticamente tudo, as resenhas de novelas (acompanho Orgulho & Paixão e estou ansiosa por um novo post), filmes, séries, feminismo, desabafos, shoujo mangá/anime e live actions.

Continue fazendo desse espaço um lugar deliciosamente acolhedor!

Este é um blog pessoal, você não deve "Pauta" para ninguém e não é ser "fundamentalista" querer respeito nos comentários.
E olha... não vi sarcasmo no comentário dele/a... o/a Blue sabe o que é sarcasmo?

Oi Valéria! Nossa, achei toda essa história muito chata. Sinceramente? Não acho que você tenha sido dura. Foi uma resposta apropriada para um comentário grosseiro e mal educado. Para piorar, não foi nem a primeira vez que a pessoa fez um comentário assim. Você não é obrigada a lidar isso.

Se a pessoa tem problemas, está frustrada, acontece. Mas todos têm problemas também, e nem por isso todo mundo sai por aí descontando nos outros. Ninguém tem culpa se uma pessoa está com problemas. E outra: existe algo chamado respeito pelo próximo. Mesmo que tenhamos problemas, não podemos usar isso como desculpa para não assumir nossas palavras. Temos que cumprir com as nossas palavras e assumir responsabilidade pelo que falamos. Como minha mãe sempre disse, "a palavra é cuspida e não se consegue voltar atrás". No mais, espero que "Blue" reflita e procure ajuda no lugar adequado.

Bom é isso, Valéria, te apoio na sua decisão. Acompanho o blog há muitos anos já, não sou de comentar muito, mas aprecio demais o seu trabalho. Um grande abraço

Dando meus dois dedos de opinião: ele ofendeu, você cortou, ele explicou. Agora você continua e ele também, bem longe daqui, já que ele ainda não sabe se controlar. Pelas explicações dele, mais que pelo pedido de desculpas, ele acredita que o problema não é ele, e sim o mundo. Acredito que as desculpas fora apenas para manter a oportunidade de ofender, quando achar possível/conveniente.

Related Posts with Thumbnails